Colégio Zaccaria Aula no4 Série 23



Baixar 31 Kb.
Encontro08.07.2018
Tamanho31 Kb.

Colégio Zaccaria Exercícios sobre Embriologia e Gametogênese - Série 22

TELEFAX: (0 XX 21) 3235-9400 Recuperação - 1o Período

www.zaccaria.g12.br
1) (PUC-SP-2002) Durante o desenvolvimento embrionário de uma certa espécie animal, constata-se que o embrião excreta preferencialmente amônia (fase A). Em seguida, passa a excretar preferencialmente ureia (fase B) e, a partir da metade do desenvolvimento, passa a excretar preferencialmente ácido úrico (fase C). A maior e a menor quantidade de água gasta por essa espécie durante sua embriogênese se dão, respectivamente, nas fases:

a) A e B.

b) A e C.

c) B e A.

d) B e C.

e) C e A.

2) (Unicamp-1998) Notícias recentes veiculadas pela imprensa informam que o surto de sarampo no Estado de São Paulo foi devido à diminuição do número de pessoas vacinadas nos últimos anos. As autoridades sanitárias também atribuíram o alto número de casos em crianças abaixo de um ano ao fato de muitas mães nunca terem recebido a vacina contra o sarampo.

a) Se a mãe já foi vacinada ou já teve sarampo, o bebê fica temporariamente protegido contra essa doença. Por quê?

b) Por que uma pessoa que teve sarampo ou foi vacinada fica permanentemente imune à doença? De que forma a vacina atua no organismo?

3) (Vunesp-1999)



O esquema representa um ovo de ave em pleno desenvolvimento embriológico.

A estrutura indicada pelo algarismo I representa:

a) o alantoide, que armazena as substâncias nutritivas para o embrião.

b) o âmnio, que acumula o líquido amniótico, no qual fica mergulhado o embrião.

c) o saco vitelínico, que é uma estrutura que impede a desidratação do embrião.

d) o âmnio, que é responsável pela nutrição das células embrionárias.

e) o alantoide, onde são armazenados os produtos da excreção nitrogenada.

4) (PUC-RS-2001) O parlamento britânico legalizou a pesquisa em células de clones humanos desenvolvidos em laboratório. A partir de agora, está permitido na Inglaterra realizar investigações com células embrionárias humanas retiradas de estruturas com até 16 células. Que nome se dá à estrutura maciça de células no estágio do desenvolvimento de 16 células?

a) Óvulo.

b) Zigoto.

c) Mórula.

d) Gástrula.

e) Feto.

5) (UFRN-1997) A notocorda é um cordão de tecido conjuntivo que representa a primeira estrutura de sustentação do corpo de um cordado, podendo persistir, alterar-se ou desaparecer nos adultos.

Pode-se afirmar que a notocorda, nos vertebrados:

a) encontra-se apenas na fase adulta.

b) é substituída pelo progressivo aparecimento da coluna vertebral.

c) existe concomitantemente com a coluna vertebral.

d) persiste por toda a vida.

e) está presente nos embriões de alguns grupos.

6) (Vunesp-1996) Uma senhora deu à luz dois gêmeos de sexos diferentes. o marido, muito curioso, deseja saber informações sobre o desenvolvimento de seus filhos, a partir da fecundação. O médico respondeu-lhe, corretamente, que:

a) dois óvulos foram fecundados por um único espermatozoide.

b) um óvulo, fecundado por um espermatozoide, originou um zigoto, o qual dividiu-se em dois zigotos, formando dois embriões.

c) um óvulo foi fecundado por dois espermatozoides, constituindo dois embriões.

d) dois óvulos, isoladamente, foram fecundados, cada um por um espermatozoide, originando dois embriões.

e) o uso de medicamentos durante a gestação causou alterações no zigoto, dividindo-o em dois.

7) (PUC-SP-1995) Dois irmãos se originam de blastômeros provenientes de um mesmo zigoto.

Pode-se afirmar que os mesmos são gêmeos:

a) univitelinos e, obrigatoriamente, do mesmo sexo.

b) univitelinos, podendo ser de sexos diferentes.

c) fraternos e, obrigatoriamente, do mesmo sexo.

d) fraternos, podendo ser de sexos diferentes.

e) fraternos e, obrigatoriamente, de sexos diferentes.

8) (PUC-SP-1997) Os gêmeos Renato e Marcelo e as gêmeas Cristina e Fernanda originaram-se de zigotos distintos. Já Eduardo e Rodrigo desenvolveram-se a partir de blastômeros originados de um mesmo zigoto.

Assinale a alternativa correta relativa aos gêmeos citados:

a) Os três pares de gêmeos são fraternos.

b) Os três pares de gêmeos são univitelinos.

c) Dois dos pares de gêmeos são fraternos.

d) Apenas Eduardo e Rodrigo são gêmeos fraternos.

e) Apenas os gêmeos Renato e Marcelo e as gêmeas Cristina e Fernanda são univitelinos.
9) (PUC - MG-2007) A figura representa sequências de eventos de parte do desenvolvimento embrionário de um mamífero eutério.

Com base em seus conhecimentos, assinale a afirmativa INCORRETA.

a) Nas etapas 5 e 6, pode ocorrer a formação de gêmeos monozigóticos através da separação e desenvolvimento independente da massa celular D.

b) Na etapa 5, a letra B representa blastocele que dará origem ao intestino primitivo.

c) O componente A representa uma barreira que foi transposta pelo espermatozoide para fecundar o ovócito.

d) Na etapa 1, a separação das células pode levar à formação de dois indivíduos idêntico genotipicamente.

10) (Vunesp-1998)

Observe o esquema que representa parte do sistema reprodutor feminino:

Momentos após a ejaculação, vários espermatozoides percorrem a mucosa do útero e dirigem-se para uma das trompas. Partes desses espermatozoides encontram o óvulo e liberam enzimas que enfraquecem as barreiras que o envolvem. Um espermatozoide entra em contato com a superfície do óvulo, e as membranas celulares e os núcleos de ambos se fundem.

a) Quais são os fenômenos ocorridos em I e II, respectivamente?

b) Qual o nome da fase do desenvolvimento embrionário representada em III, e qual o processo de divisão celular ocorrido até a implantação observada em IV?

11) (Fuvest-1999) Durante a ovulogênese da mulher, são produzidos dois corpúsculos polares. O primeiro e o segundo corpúsculos polares humanos contêm, respectivamente:


a) 46 cromossomos duplicados e 46 cromossomos simples.

b) 46 cromossomos simples e 23 cromossomos simples.

c) 23 cromossomos duplicados e 23 cromossomos simples.

d) 23 cromossomos simples e 23 cromossomos simples.

e) 23 cromossomos simples e nenhum cromossomo.
12) (Unicamp-2000) As fases iniciais do desenvolvimento embrionário do anfioxo estão representadas nas figuras abaixo:


a) Identifique essas fases.

b) Descreva as diferenças de cada uma delas em relação à fase anterior.


Gabaritos e Resoluções

1) Alternativa: B

2) Resposta:

a) Porque ocorre a passagem de anticorpos da mãe para o feto por via placentária e, após o nascimento, pela amamentação, imunizando o bebê temporariamente (imunização passiva natural).

b) Ao entrar em contato com os antígenos do agente infeccioso ou com aqueles contidos na vacina, a pessoa produz anticorpos específicos. O sistema imunológico assim sensibilizado será capaz de produzir anticorpos contra o sarampo com maior rapidez, sempre que os mesmos antígenos ingressarem no organismo. A vacina do sarampo é constituída por vírus atenuados ou inativados, que possuem moléculas que são reconhecidas como antígenos pelo sistema imunológico. Isso estimula a produção de anticorpos específicos por parte do organismo (imunização ativa artificial).
3) Alternativa: E

4) Alternativa: C

5) Alternativa: B

6) Alternativa: D

7) Alternativa: A

8) Alternativa: C


9) Alternativa: B
10) a) Os fenômenos são: I- ovulação; II- fecundação

b) A fase de desenvolvimento embrionário representada em III é denominada mórula e até a implantação em IV ocorrem divisões mitóticas

11) Alternativa: C

A ovulogênese, ou gametogênese feminina, produzirá dois tipos de corpúsculos polares e um único óvulo. Desses corpúsculos polares, o primeiro será haploide, com 23 cromossomos duplicados, e o segundo será também haploide, com 23 cromossomos simples. Isto ocorre porque, na primeira divisão meiótica, há separação de cromossomos homólogos, enquanto na segunda divisão separam-se as cromátides.


12) a) As fases são A: zigoto, B: mórula, C: blástula, D: gástrula, E: nêurula (gástrula avançada).

b) A mórula (B) resulta do processo de segmentação (ou clivagem) do zigoto (A), sendo, portanto, pluricelular (reunião de blastômeros) e sem cavidade interna.

A blástula (C) difere da mórula (B) por apresentar os blastômeros dispostos numa camada única, delimitando uma cavidade fechada (blastocela). A gástrula (D) difere da blástula (C) por apresentar uma cavidade interna, o arquêntero (ou gastrocela), aberta por um orifício - o blastóporo - e delimitada por duas camadas (folhetos) de células.

A nêurula (E) difere da gástrula (D) por ter três folhetos embrionários - ectoderme, mesoderme e endoderme - e o tubo neural já constituído. Formaram-se também os somitos e a notocorda, originados da mesoderme.







©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal