Caso clínico – Canino, meses, macho, Boxer



Baixar 15.01 Kb.
Encontro31.10.2017
Tamanho15.01 Kb.

Caso clínico 6 – Canino, 2 meses, macho, Boxer. Apresentando quadro de hiporexia, prostração e enterite hemorrágica. Proprietário relatou que o quadro começou há 5 dias, em toda ninhada. No início, os filhotes apresentavam fezes pastosas com estrias de sangue. Ele estava dando somente soro caseiro e a ração observando melhora do quadro, mas este filhote iniciou quadro hemorrágico há um dia, sem episódios de vômito. Ao exame clínico, foram observados: mucosas hipocoradas, hipotermia, desidratação discreta, sensibilidade à palpação abdominal, petéquias e epistaxe. Foram realizados exames de hemograma, coagulograma e parasitológico de fezes, que apresentaram os seguintes resultados:
Hemograma:
Hematimetria: 2,09 x 106/ mm3 (V.R. = 4 – 6)

Hematócrito: 13% (V.R. = 26 – 36)

Hemoglobinometria: 4 g/dl (V.R. = 9,5 – 13)

VGM: 62 fl (V.R. = 65 – 78)

CHGM: 30,7 % (V.R. = 30 – 34)
Hematoscopia: Anisocitose e polisromasia 2 +.
Reticulócitos: 9 % (V.R. = 0 – 1,5)

IPR: 1,1
Plaquetometria: 49000/ mm3 (V. R. = 180000 - 500000)

PT = 80 seg (V. R. = 14,5 – 19)

PTTA = 100 seg ( V. R. = 10 –13)

Fibrinogênio = 100 g/dl (V. R. = 200 – 400)
Parasitológico de fezes = Ancylostoma caninum
Classificar as alterações em relação à fisiopatologia, à morfologia eritrocitária e à resposta da medula óssea. Classificar as alterações da hemostasia. Estabelecer uma suspeita clínica.

Patologia Clínica I – 7° Período


Prof. Aline Moreira de Souza

Caso clínico 7 – Gato, 2 anos, fêmea. Animal foi levado à clínica pois apresentava fraqueza e inapetência. Proprietária relatou que havia dado 1 comprimido de Tylenol (Paracetamol) para o animal há alguns dias, pois achou que ela estava com febre, mas que animal havia piorado. O animal apresentava mucosas ictéricas e petéquias no abdome. Foram realizados hemograma e coagulograma, com os seguintes resultados:



Hemograma:
Hematimetria: 2,54 x 106/ mm3 (V.R. = 5,0 – 10,0)

Hematócrito: 15% (V.R. = 24 – 45)

Hemoglobinometria: 6,0 g/dl (V.R. = 8 – 15)

VGM: 59 fl (V.R. = 39 – 55)

CHGM: 40 % (V.R. = 30 – 36)
Hematoscopia: Anisocitose e Policromasia 3 +.
Reticulócitos: 8 % (V.R. = 0,2 – 1,6)

CPR: 3,2
Plaquetometria: 120000/ mm3 (V. R. = 300000 - 500000)

PT = 20 seg (V. R. = 14,5 – 22)

PTTA = 14 seg ( V. R. = 10,5 –14)

Fibrinogênio = 300 g/dl (V. R. = 200 – 400)
Classificar as alterações em relação à fisiopatologia, à morfologia eritrocitária e à resposta da medula óssea. Classificar as alterações da hemostasia. Estabelecer uma suspeita clínica.

Patologia Clínica I – 7° Período


Prof. Aline Moreira de Souza
Caso clínico 8 – Cão, 5 anos, macho, inteiro, Poodle. Animal foi levado á clínica apresentando sangramento prepucial. Proprietário relatou que ele cruzou com a fêmea no dia anterior à consulta. Ao exame físico, foi constatado um corte de 1 cm na glande e hematoma acentuado na região. O animal apresentava mucosas hipocoradas e petéquias na boca e abdome, além de carrapatos. Proprietário havia notado inapetência, mas correlacionou ao cio da fêmea. Foram realizados hemograma, coagulograma e pesquisa de hemocitozoários, com os seguintes resultados:
Hemograma:
Hematimetria: 3,0 x 106/ mm3 (V.R. = 5,5 – 8,5)

Hematócrito: 23% (V.R. = 37 – 55)

Hemoglobinometria: 7,1 g/dl (V.R. = 12 – 18)

VGM: 76 fl (V.R. = 60 – 77)

CHGM: 30,9 % (V.R. = 32 – 36,5)

Hematoscopia: Anisocitose e policromasia: 1+


Reticulócitos: 5 % (V.R. = 0 – 1,5)

IPR: 1,27


Plaquetometria: 19000/ mm3 (V. R. = 180000 - 500000)

PT = 18 seg (V. R. = 14,5 – 19)

PTTA = 12 seg ( V. R. = 10 –13)

Fibrinogênio = 300 g/dl (V. R. = 200 – 400)


Pesquisa de hemocitozoários = Ehrlichia sp
Classificar as alterações em relação à fisiopatologia, à morfologia eritrocitária e à resposta da medula óssea. Classificar as alterações da hemostasia. Estabelecer uma suspeita clínica.

Patologia Clínica I – 7° Período


Prof. Aline Moreira de Souza


Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
Universidade estadual
união acórdãos
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande