Campanha de jejum dos grandes livramentos



Baixar 23.8 Kb.
Encontro18.09.2019
Tamanho23.8 Kb.

CAMPANHA DE JEJUM DOS GRANDES LIVRAMENTOS

Sexta Feira, 22 de Junho de 2012.

10º Dia – O POSICIONAMENTO QUE NOS FAZ VIVER OS LIVRAMENTOS DO SENHOR

TEXTO BASE: 1 Sm 1:11; 20 “11 E fez um voto, dizendo: SENHOR dos Exércitos, se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva te não esqueceres, e lhe deres um filho varão, ao SENHOR o darei por todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha. 20 ela concebeu e, passado o devido tempo, teve um filho, a que chamou Samuel, pois dizia: Do SENHOR o pedi.”
Ana em hebraico quer dizer GRAÇA. Ela era casada com Elcana um efrainita (Efraim era o filho mais novo de José que significa: Prosperar na terra da minha aflição).

Como todo casal eles começaram felizes, apaixonados, cheios de sonhos, mas de repente tudo começou mudar. Ana não engravidava, era estéril. Vivendo em uma geração onde a esterilidade era sinal de maldição, carregava em seu  corpo e em sua alma a ferida do preconceito e da rejeição da sociedade. Conforme o código de Hamurabi (conjunto de leis criadas na Mesopotâmia, é baseado na lei, “olho por olho, dente por dente”) se a primeira mulher fosse estéril o homem poderia casar-se com a segunda. Este mesmo dispositivo conjugal passou para a Lei Judaica (Dt. 21:15-17).


Ana passou a conviver com uma realidade dura e cruel, seu marido toma uma segunda esposa para lhe dar filhos e se não bastasse a humilhação, tinha que conviver com as provocações de sua rival, Penina, que a perseguia dia e noite com palavras duras que  turbavam-lhe a alma em sofrimento e dor. Ana sendo uma mulher doce, amável, temente a Deus, suporta muitas pressões dentro e fora do lar. Embora Elcana lhe amasse e dava toda demonstração do seu amor nada podia consolá-la. Os maiores inimigos estavam dentro de seu coração, e a fazia definhar aos poucos.
Na alma (mente) que se estabelecem os maiores conflitos. As derrotas e vitórias estão dentro de cada um de nós. No caso de Ana, os inimigos interiores estavam matando seus sonhos, paralisando seus projetos, e impedindo que as bênçãos de Deus fossem concretizadas em sua vida e casamento.
QUAIS SÃO OS INIMIGOS QUE TENTAM NOS DESESTABILIZAR EMOCIONALMENTE:


  • ESTERILIDADE

1 Sm 1:5 “Porém a Ana dava uma parte excelente; porque amava a Ana, embora o SENHOR lhe tivesse deixado estéril.”

Ana era estéril no corpo e passou ser também em sua alma, não comia não tinha mais prazer em viver, em se relacionar com seu marido. Muitas até sentem-se culpadas por não gerarem filhos. A angústia do coração faz adoecer fisicamente.


  • HUMILHAÇÃO/REJEIÇÃO

1 Sm 1:6 “E a sua rival excessivamente a provocava, para a irritar; porque o SENHOR lhe tinha cerrado a madre.”


  • INSATISFAÇÃO

1 Sm 1:8 “Então Elcana, seu marido, lhe disse: Ana, por que choras? E por que não comes? E por que está mal o teu coração? Não te sou eu melhor do que dez filhos? “

Parecia que as palavras doces de Elcana não conseguiam entrar no coração de sua esposa. Há muitas mulheres que tem o amor do marido, são honradas por eles, mas não se sentem realizadas.




  • AMARGURA DE ALMA

1 Sm 1:10Ela, pois, com amargura de alma, orou ao SENHOR, e chorou abundantemente. “

Muitos experimentam lágrimas doídas, provocadas pela irritação constante da inveja declarada de quem está tão perto, no convívio diário. São situações de conflito que amarguram o coração e, então, não se consegue ver o sol, mas apenas as sombras dos problemas crônicos.


POSICIONAMENTOS QUE GARANTEM VIVER OS LIVRAMENTOS DO SENHOR:


  1. TOMAR ATITUDE DE GUERREAR NO MUNDO ESPIRITUAL

1 Sm 1:11 “E fez um voto, dizendo: 'Senhor dos Exércitos, se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva não te esqueceres, e lhe deres um filho varão, ao Senhor o darei por todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha'.
A vitória na vida de Ana se estabelece quando ela decide GUERREAR, orar com toda intensidade, com suas lágrimas, com o coração transparente e sincero e não desistir e não ser mais uma coitadinha, ferida pelo destino. Ela busca a sua bênção na casa de Deus, suplantando todas as provocações. É na oração, na presença de Deus, insistindo, demorando-se quando todos tinham ido embora, que ela recebe a palavra profética da vitória. Quando Ana sai do templo o seu rosto não era mais triste, pois, entendera que Deus tinha ouvido a sua oração e o seu clamor. I Sm 1:18


  1. NÃO ABRIR MÃO DOS SONHOS

1 Sm 1:15 “Porém Ana respondeu: Não, senhor meu! Eu sou mulher atribulada de espírito; não bebi nem vinho nem bebida forte; porém venho derramando a minha alma perante o Senhor. Não tenhas a tua serva por filha de Belial; porque pelo excesso de minha aflição é que tenho falado até agora.”
Ana acreditou que o impossível poderia se tornar possível, ela não desistiu do seu sonho de ser mãe. Ela poderia pensar como muitos: eu não sou a única estéril na face da terra, não sou a única que o marido tem uma amante, etc.... Ana agarra-se ao seu sonho, enquanto todos tentam demovê-la de esperar um milagre. Sua rival Penina a irritava, fazendo-a chorar. Seu pastor, o sacerdote Eli, enquanto ela orava no templo, a chamou de bêbada porque não discerniu que ela estava derramando sua alma diante de Deus. Seu marido, Elcana, instou-a a desistir do seu sonho de ser mãe, dizendo que ele era melhor do que dez filhos para ela. Ana, porém, não desistiu e continuou insistindo com Deus até que o milagre aconteceu na sua vida.


  1. TER A ATITUDE DE FÉ DA ENTREGA

1 Sm 1:24 “E, havendo-o desmamado, tomou-o consigo, com três bezerros, e um efa de farinha, e um odre de vinho, e levou-o à casa do SENHOR, em Siló, e era o menino ainda muito criança.”
Ana entregou o seu maior sonho a Deus. Ela foi uma mulher de palavra. Ao nascer Samuel, Ana sabia que ele era fruto de sua oração e de uma promessa de consagração, por isso tinha que colocar sua fé em prática. Este é um segredo espiritual: Deus vai te dar aquilo que você possa dar a Ele. Seu posicionamento de fé, de entrega, fez viver os livramentos do Senhor e gerar Samuel um profeta, sacerdote e juiz em Israel. Ana gerou ainda mais cinco filhos.

Oração da cartilha: Eu tenho consciência de quem age na minha vida. Confio no poder de Deus, por isso tenho as atitudes e os posicionamentos que me garantem viver os livramentos que o Senhor já tem preparado para mim. Tenho minhas entregas no altar de Deus, os votos que me garantem viver toda sorte de bênçãos e livramentos, pois o que prometeu é fiel e vai cumprir a sua palavra em nome de Jesus, amém!




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal