Campanha da Voz 2004: “voz educada, saúde cuidada”



Baixar 16.99 Kb.
Encontro05.01.2018
Tamanho16.99 Kb.

Senhor Presidente, Senhoras e Senhores,

Venho à tribuna hoje para lembrar que em 16 de abril comemorou-se o Dia da Voz. O tema é de relevante importância para profissionais de diversas áreas, como as da educação, que têm na voz uma fundamental ferramenta de trabalho.


Em virtude dessa data, e como sou autor do projeto de lei 1128/2003 - que cria o Programa de Saúde Vocal dos Professores da Rede Pública, gostaria de deixar registrado nos anais da Casa dois documentos: o "Relatório Simplificado das Ações do Programa de Saúde Vocal - RJ" - que demonstra o sucesso da iniciativa no Rio de Janeiro - e as diretrizes da "Campanha da Voz 2004: “Voz Educada, Saúde Cuidada", desenvolvida pela Sociedade Brasileira de Fonoaudiólogos:
"Relatório Simplificado das Ações do Programa de Saúde Vocal - RJ
O Programa de Saúde Vocal da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro vem apresentando resultados positivos em todas as suas linhas de atuação.
Foram destacadas para atuar no programa 26 fonoaudiólogas, sendo uma coordenadora, cinco com atuações em palestras educativas e realizações de avaliações periciais da voz para exames admissionais e concessões de benefícios como: licenças para tratamento de saúde e readaptação de função; e vinte para atuação nos treinamentos para uso profissional da voz e tratamento dos professores afetados por disfonia.
Desde sua implantação (módulo “Fala Mestre – palestras” em Janeiro de 2001), um total de 9.892 professores assistiram às palestras educativas.
Após a entrada das 20 fonoaudiólogas em agosto de 2003, o programa cresceu em mais dois módulos com treinamento e tratamento; a estruturação do serviço, com a compra de equipamentos necessários como computador, microfone e outros suprimentos, levou aproximadamente 3 meses.
Foram iniciados os treinamentos, tendo 850 professores completado a capacitação. Para o tratamento, foram abertas 800 vagas que estão sendo preenchidas rapidamente, através da livre procura e encaminhamentos do Setor de Fonoaudiologia da Gerencia de Acompanhamento de Saúde do Servidor.
Pelo constante controle dos dados, comprovamos uma queda em 50% do número de concessões de licenças para tratamento de disfonia, o que representa um ganho social em primeira análise, além da redução de custos para a prefeitura.
Pelo sucesso do programa, ele se desdobrou em outro projeto intitulado “Alô meu Rio”, cujo objetivo é levar a saúde vocal a outros profissionais da voz, nesta etapa serão atendidos, dentro de suas necessidade específicas, os servidores que atuam nos setores: Disk-processo, Ouvidoria e Telefonia..
O objetivo geral do PSV-RJ é prestar atendimento a todos os servidores que fazem uso profissional da voz, em breve estaremos ampliando para os recepcionistas de atendimento ao público em geral.
Rio de Janeiro, 01 de abril de 2004

Fgª Maria do Carmo Gargaglione

Coordenadora do Programa de Saúde Vocal
Campanha da Voz 2004: Voz Educada, Saúde Cuidada
Fonoaudiólogos estarão, no dia 16 de abril, em todo o país orientando a população sobre a importância da voz e quais os cuidados que se deve ter para manter uma voz saudável. A iniciativa é da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia (SBFa) com apoio do Conselho Regional de Fonoaudiologia - 2ª Região/SP e do Conselho Federal de Fonoaudiologia. O tema da campanha é “Voz educada – saúde cuidada”.
A campanha tem o objetivo de conclamar a população para ações educativas voltadas para a conscientização vocal e suas implicações na comunicação, na saúde e na cultura.
O público alvo é prioritariamente a população comprometida com a formação educacional, cultural e artística (professores, atores, locutores, advogado, cantores etc.), além da população em geral. A campanha visa propiciar o entendimento da voz como veículo de relacionamento, de afeto e constitutiva das funções orgânicas, físicas e mentais do sujeito; promover ações que favoreçam a conscientização da sociedade quanto à importância da saúde vocal e a prevenção de alterações na voz; promover ações para divulgar a importância da educação da voz desde a infância, incluindo a formação cultural, educacional e social do indivíduo.   
Segundo levantamento realizado com os professores da rede pública do Município de São Paulo, 60% apresenta alterações de voz, como rouquidão, perda da voz, pigarro e cansaço para falar. Essas alterações vocais estão, muitas vezes, relacionadas ao trabalho, com constantes afastamentos e licenças, o que acarreta importante impacto social, econômico, profissional e pessoal.
O prejuízo com o afastamento de professores com alterações vocais pode ultrapassar a cifra de cem milhões de reais ao ano no país, além de afetar a qualidade do ensino, e a motivação do aluno. Esses profissionais, na maioria das vezes, não têm orientação sobre como utilizar a voz de forma adequada, o que poderia evitar uma série de transtornos.
É necessário lembrar, ainda, que o Brasil ocupa o segundo lugar na incidência de câncer de laringe, em geral decorrente do uso do cigarro e bebidas alcoólicas.
Para esse evento estão sendo organizadas oficinas/vivências de voz, palestras e debates em lugares públicos como os CEUs (SP), shoppings, parques, centros de convivência, escolas públicas e privadas, entre outros, variados em cada região do país, sob a responsabilidade de articuladores regionais – fonoaudiólogos articulados com a SBFa, que se comprometem a desenvolver esta campanha de forma ética e idônea.

Atenciosamente,


Leslie Piccolotto Ferreira – presidente

Regina Yu Shon Chun – vice-presidente

Susana Pimentel Giannini – secretária

Marília de Queiroz Telles - tesoureira


Diretoria do Comitê de Voz – SBFa "




Muito Obrigado
Catálogo: sileg -> integras
integras -> Pronunciamento do Senhor Deputado Oliveira Filho – pl-pr, na Sessão de 02 de abril de 2002
integras -> Senhor Diretor
integras -> 16 de abril,Campanha da Voz
integras -> É só falar em saúde pública que o brasileiro torce o nariz
integras -> Gostaria de falar sobre a situação das mulheres presas no Brasil
integras -> Gostaria de falar sobre a situação das mulheres presas no Brasil
integras -> O sr. Neuton lima
integras -> Deputado Arthur Virgílio Neto, na sessão da Câmara dos Deputados, em de de 2002. O sr. Arthur virgílio
integras -> Discurso sobre os problemas de boca do acre crime ambiental e rebelião de presos deputado marcelo serafim (psb-am)
integras -> Difusora do progresso e depositária de uma proposta de desenvolvimento, Goiânia faz 70 anos dentro de uma concepção moderna de cidade funcional e que possibilita uma ótima qualidade de vida a seus habitantes


Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
Universidade estadual
união acórdãos
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande