Campanha da abr exalta a importância da respiração nasal



Baixar 69.09 Kb.
Encontro18.09.2019
Tamanho69.09 Kb.




Campanha da ABR exalta a importância da respiração nasal
Cerca de 30% da população podem ter problemas de respiração em função de rinites; índice pode chegar a 50% se computadas as infecções respiratórias
Uma das bases para manter uma vida equilibrada e saudável é respirar da forma correta, ou seja: respirar bem pelo nariz. Afinal, o ar é o principal “combustível do corpo” e, sem ele, a vida humana é impossível. Mas - apesar da respiração ser praticada de forma involuntária na maior parte do tempo -, muitas vezes as pessoas desenvolvem hábitos respiratórios errados, que acabam gerando doenças ou prejudicando a sua qualidade de vida. Cerca de 30% da população brasileira podem respirar mal em função das rinites, número que pode ser ainda maior, considerando que muitas pessoas não procuram auxílio médico. De acordo com o presidente da Academia Brasileira de Rinologia (ABR), Renato Roithmann, este número pode ser ainda maior se computadas as infecções respiratórias, podendo chegar a mais de 50%.
Baseada neste dado alarmante e preocupada em transmitir informações científicas para o maior número de pessoas possível, a ABR está lançando a campanha “Respire pelo Nariz e Viva Melhor”, durante o 390 Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia, que será realizado na cidade de Belo Horizonte, de 31 de março a 04 de abril.
A proposta da campanha é fornecer a informação médico/científica para a população de forma direta, simples e objetiva. Dessa forma, os médicos passam a atuar tanto na prevenção quanto na cura das doenças. Ou seja, como em qualquer outro segmento da medicina, quanto mais cedo são identificados os problemas respiratórios, maior é a chance de cura ou minimização do problema. Se puderem ser evitados através da informação e de atitudes preventivas, melhor.
De acordo com Roithmann, o objetivo de todo esse esforço dos médicos – que se dedicam voluntariamente à campanha - é mostrar à população que o correto é respirar pelo nariz e a importância da respiração nasal.
“A pessoa que respira bem pelo nariz tem melhor qualidade de vida em relação ao que respira mais pela boca. A respiração oral atinge a garganta, o sentido do olfato, a qualidade do sono, a função pulmonar, além de trazer muitos outros malefícios”, afirma o otorrinolaringologista.
Quando inspirado pelo nariz, o ar é umedecido, aquecido e filtrado, evitando que as impurezas cheguem ao organismo. Por sua vez, a respiração pela boca não prejudica apenas o sistema respiratório, mas também gera impactos no desenvolvimento da estrutura óssea facial. Além disso, a vida social de quem sofre deste problema também é prejudicada. “Em todas as faixas etárias, quem não respira pelo nariz apresenta irritação, ansiedade e depressão. Outros têm problemas com a audição, voz e até nas atividades sexuais. Por estes motivos, o desempenho no trabalho e nas atividades sociais é afetado”, afirma Roithmann.
A principal causa da respiração pela boca é a obstrução nasal. Nariz entupido não é uma doença, é um sintoma de que algo está errado. Os motivos variam de um resfriado comum e rinites até tumores. As conseqüências também são diversas, dependendo da idade do paciente e da gravidade do problema. Em todos os casos é essencial o exame da cavidade nasal. O otorrinolaringologista dispõe de técnicas precisas para esta finalidade, como por exemplo, a vídeo-endoscopia nasal.

    


A campanha que se inicia agora no início de abril será contínua. Além de site na internet (www.rinologia.org.br), contará com palestras, folders, cartazes e outros meios de divulgação. Entre os temas abordados estarão: causas e conseqüências da obstrução nasal, diferenças entre gripe, rinite e sinusite, distúrbios do sono relacionados ao nariz, desvio de septo e hipertrofia de cornetos nasais, problemas do nariz que afetam as crianças, problemas do olfato, tumores nasais entre muitos outros.
A campanha “Respire pelo nariz e viva melhor” conta ainda com apoio da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF) e dos laboratórios AstraZeneca, Bayer, Libbs e sanofi-aventis.


Informações para a imprensa:
Fábio Munhoz

Sintonia Comunicação Empresarial

fabio@sintonia.com.br

F. 11.3542-0472 • 3542-5264

Rua Teodoro Sampaio, 1.765, conj.143 • Pinheiros • SP • 05405-150

www.sintonia.com.br


11 3542.0472 | www.sintonia.com.br | sintonia@sintonia.com.br




Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
Universidade estadual
união acórdãos
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande