Avaliação de um verniz experimental a base de própolis aplicado sobre resina acrílica macia. Efeito sobre Candida albicans



Baixar 19.63 Kb.
Encontro27.11.2017
Tamanho19.63 Kb.



Avaliação de um verniz experimental a base de própolis aplicado sobre resina acrílica macia. Efeito sobre Candida albicans
Mateus Augusto Bon Ami Teixeira(PIBIC/Fundação Araucária/Unioeste), Nereida Mello da Rosa Gioppo, Janaina Paula Aroca, Veridiana Camilotti, Márcio José Mendonça(Orientador), e-mail: dr.mendonca@uol.com.br
Universidade Estadual do Oeste do Paraná/Centro de Ciências Biológicas e da Saúde/Cascavel-PR
Grande área e área: Ciências da Saúde – Odontologia
Palavras-chave: Resina Acrílica, Própolis, Reembasamento.
Resumo
A Candida spp é costumeiramente o microrganismo responsável pela estomatite protética, e, essa é bastante frequente em pacientes portadores de próteses reembasadas com resina acrílica macia. Com isso, reduzir a contaminação por Candida spp nos pacientes submetidos a cirurgias orais ganha grande importância no sentido que colaboram para diminuição de quadros de estomatite protética nesses. Nesse sentido, o presente trabalho propõe a utilização de um verniz experimental a base de própolis sobre a superfície da resina acrílica reembasadora para diminuir a colonização por Candida spp, assim, o objetivo desse trabalho foi avaliar in vitro a capacidade antimicrobiana de um verniz experimental a base de própolis aplicado sobre resina acrílica macia para reembasamento de próteses, sob biofilme de Candida albicans. Para isso foram obtidos corpos padronizados em resina acrílica macia. Essas amostras foram divididas em 02 grupos experimentais (n=12): Controle – Sem aplicação do verniz experimental - Os corpos de prova submetidos a imersão em solução com o contaminante, sem aplicação do verniz; Verniz Experimental - Os corpos de prova com verniz, submetidos a imersão em solução com contaminante. Após processamento microbiológico das amostras contaminadas com Candida albicans será possível obter a taxa de contaminação. Os valores obtidos foram analisados por meio do software Bioestat 5.0 através do teste ANOVA (one way), p< 0,05. De acordo com a metodologia experimental utilizada o grupo que utilizou verniz experimental apresentou valores estatisticamente inferiores de UFC/mL de Candida albicans quando comparado ao grupo que não utilizou o verniz experimental.
Introdução
Das lesões presente na mucosa bucal a estomatite protética é uma das mais frequentes nas rotinas dos consultórios odontológicos, estima-se sua prevalência em 18,6%(FELTRIN,1986), sendo que a estomatite protética é um processo inflamatório que envolve a mucosa do palato quando esta é recoberta por prótese removível total ou parcial (BARBEAU, J. et al, 2003). A estomatite por prótese é frequentemente assintomática, mas pode apresentar sinais e sintomas como sangramento da mucosa, inchaço, sensação de ardência, prurido ou outra sensação dolorosa, halitose, gosto desagradável e boca seca. A presença de Candida frequentemente não causa doenças em indivíduos saudáveis, mas pode contribuir para a colonização de superfícies orais e da prótese, atuando como um foco em potencial de fonte de infecção. Especificamente nas próteses totais, este microrganismo pode contribuir para a ocorrência de um ciclo de reinfecções indesejáveis e até mesmo a sua propagação levando a contaminação cruzada (RIBEIRO, D.G. et al, 2012).

Com isso, medidas que visem a redução da contaminação por Candida spp nos pacientes submetidos a cirurgias orais ganham grande importância no sentido que colaboram para diminuição da ocorrência de quadros de estomatite protética nesses pacientes. Nesse sentido, a utilização de um verniz sobre a superfície da resina acrílica reembasadora poderia diminuir a colonização por Candida spp. Dentre as substâncias com capacidade antifúngica o própolis brasiliensis tem sido indicado em diversos estudos para o controle de candidose. Assim, a utilização de um verniz a base de própolis brasiliensis sobre a superfície de resina acrílica soft poderia atuar na redução da colonização por Candida spp nesta superfície.


Materiais e Métodos
Os corpos de prova foram confeccionados a partir de uma matriz de silicone de adição padronizada composta por 12 orifícios de 15 mm de diâmetro e 3 mm de espessura. Essa matriz foi interposta por duas placas de vidro, e no interior dos orifícios foi vertido resina acrílica para reembasamento de próteses, Soft Confort Macia, Dencril Com Plast Imp. E Exp. Ltda, Pirassununga – SP, Brasil, de acordo com as instruções do fabricante. Após a presa do material, foi aplicado sobre uma superfície de cada corpo de prova 12 gotas (1 mL) de própolis 12% Propolina® - Breyer & Cia.LTDA, Entreposto de mel e cera de abelhas.

Os espécimes foram divididos em dois grupos experimentais (n=12): Controle Os corpos de prova foram submetidos a imersão em solução com o contaminante, sem aplicação do verniz; Verniz experimental - Os corpos de prova com verniz aplicado foram submetidos a imersão em solução com o contaminante.

Para a inoculação dos microrganismos avaliados foi utilizado o meio de cultura Tryptic Soy Broth (TSB) para Candida albicans, esse meio de cultura constitue-se de um caldo nutriente que propicia o crescimento de vários tipos de microrganismos, incluindo o que será testado nesse estudo.

Inicialmente, os microrganismos selecionados foram individualmente inoculados em tubos de ensaios contendo 5 mL do meio de cultura apropriado. Em seguida, estes tubos foram incubados a 37ºC por 24 horas. Para observar o crescimento dos microrganismos, os tubos de ensaio foram colocados em agitador de tubos e agitados vigorosamente por 30 segundos. Então, os tubos de ensaio serão retirados do agitador e a turvação da suspensão foi monitorada por densidade óptica (DO) em espectrofotômetro até atingir D.O.=1,0 para Candida albicans em absorbância de 600 nm, o que corresponde a uma suspensão microbiana de aproximadamente 107 UFC/mL

Os corpos de prova foram inoculados com o contaminante e o material avaliado de acordo com o respectivo grupo experimental. Após 90 minutos em estufa a 37º.C, alíquotas de 25 µL de soluções seriadas foram transferidas e espalhadas sobre o meio de cultura Sabouraud Dextrose Agar contendo 5 µg/mL de micosel, e então encubadas por 48 horas, em triplicata. Após esse período a contagem de colônias de Candida spp foi realizada utilizando um contador de colônicas digital. Após, o número de unidades formadoras de colônias por mililitro (UFC/mL) foi calculado, e os grupos foram comparados estatisticamente por meio do software Bioestat 5.0, por meio do teste ANOVA (one way), p < 0,05.
Resultados e Discussão
A Figura 1 demonstra os resultados obtidos da contagem das colônias, para os dois grupos experimentais avaliados.
Figura 1. Valores em UFC/ml dos grupos experimentais.

O grupo sem aplicação do verniz experimental; apresentou crescimento elevado do microrganismo Cândida albicans quando semeado e incubado em Sabouraud Dextrose Agar contendo 5 µg/mL de micosel, resultado esperado para o tipo de meio o qual foi semeado, de acordo com a Figura 1, para diluição 10-5.

Já o grupo com aplicação do verniz experimental apresentou valores de UFC/mL estatisticamente superiores ao grupo sem aplicação do verniz experimental. Esse resultado, provavelmente se deve pela eficácia do verniz testado a base de própolis 12% quando aplicado sobre os corpos de prova. Segundo (GHISALBERTI, 1979, AGA et al., 1994; BANKOVA et al., 1995; MARCUCCI, 1995; SFORCIN et al., 1998; FERNANDES JÚNIOR et al., 1998) Este produto apícola tem sido utilizado na medicina popular de inúmeros países, por suas atividades biológicas, podendo-se citar atividades antimicrobianas, antiinflamatórias, anti-sépticas, entre outras, que tem recentemente atraído a atenção dos pesquisadores pela riqueza química.


Conclusões
De acordo com a metodologia experimental utilizada o grupo que utilizou verniz experimental apresentou valores estatisticamente inferiores de UFC/mL de Candida albicans quando comparado ao grupo que não utilizou o verniz experimental.
Agradecimentos
A Unioeste por ter me cedido todo material necessário para a realização da pesquisa.
Referências
AGA, H. et al. Isolation and identification of antimicrobial compounds in Brazilian propolis. Biosicience. (1994). Biotechnology and Biochemistry, Japan, v.58, p.945-946.
BANKOVA, V. S. et al. Chemical composition and antibacterial activity of Brasilian propolis.(1995). Zeitschrift fur Naturfosrschung, Tübingen v.50c, n.3-4, p.167-172.
BARBEAU, J. et al. (2003). Reassessing the presence of Candida albicans in denture-related stomatitis. Oral Surg. Oral Med. Oral Pathol. Oral Radiol. Endod., St. Louis, v. 95, n.1, p.51-59.
FERNANDES JÚNIOR, A. et al. Estudo da Atividade Antimicrobiana de Própolis Obtidas em Regiões Distintas do Brasil.(1998). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE APICULTURA, 12., 1998, Salvador. Anais... Salvador-BA: CBA/FAABA, 248p. p.193.
FELTRIN, P. P. (1986). Estudo clínico das lesões na mucosa bucal em pacientes portadores de prótese total muco suportada. Dissertação de Mestrado, Programa de Pós Graduação em Odontologia, Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo.
GHISALBERTI, E. L. Propolis: a review. (1979). Bee World, Cardiff – País de Gales, v.60, p.59-84.
MARCUCCI, M.C. Zootécni: chemical composition, biological properties and therapeutic activity.(1995). Apidologie, Les Ulis Cedex, v.26, n.2, p.83-99.
RIBEIRO, D.G. et al. (2012). Prevalence of Candida spp. associated with bacteria species on complete dentures. Gerodontology, Mount Desert ME, v. 29, n. 3, p. 203-208.



: eventos -> eaicti -> eaictiAnais -> arquivos
arquivos -> Avaliação do efeito da clorexidina e do hipoclorito de sódio na cimentação adesiva de pinos – estudo in vitro
arquivos -> Análise clinicopatológica de tumores malignos de glândula salivar provenientes de uma casuística de Cascavel (PR) diagnosticados entre os anos de 2001 a 2015
arquivos -> Análise morfométrica dos tecidos gengivais de ratos castrados e com periodontite experimental
arquivos -> Eletrodo de hidroxiapatita para determinação de matéria orgânica
arquivos -> Aplicabilidade da acupuntura auricular no controle da dor, depressão e incapacidade em pacientes portadores de disfunção temporomandibular
arquivos -> Avaliação clínica comparativa entre duas técnicas cirúrgicas para recobrimento radicular em classes I e II de Miller
arquivos -> Análise do conhecimento a respeito da psiconeuroimunologia e do uso da abordagem holística pelos enfermeiros do município de Foz do Iguaçu-pr na prática diária
arquivos -> Estudo morfométrico do plexo submucoso do jejuno de ratos em modelo experimental de câncer tumor de Walker-256
arquivos -> Avaliação da compactação do solo em sistema semeadura direta submetido ao trafego de conjuntos de transbordos graneleiros
arquivos -> Cateter central de inserção periférica: análise do uso na unidade de tratamento intensivo neonatal do Hospital Universitário do Oeste do Paraná




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal