Autobiografia



Baixar 3.37 Mb.
Página15/15
Encontro18.09.2019
Tamanho3.37 Mb.
1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   15

o Grupo de Teatro
este período de tempo, crio um site para o grupo - www.grutepo.org - que, conjuntamente com a página no facebook, que administro, torna o grupo mais conhecido do que era quando eu entrei. Está no fim esta aventura, não sei se serei convidado para nova produção, mas certamente foi mais uma útil experiência para mim.

A quimioterapia e consequente radioterapia acabam, emocionalmente estabiliza e conversando abertamente, o nosso relacionamento começa aos poucos a normalizar. Essas conversas servem também para nos conhecermos melhor. Assuntos normalmente reservados são falados agora mais abertamente. Também ela compreende a minha hesitação e isso ajuda-me a ultrapassá-la. A perspectiva da vida depois da doença é diferente e a Luciana começa a viver o dia-a-dia mais intensamente. O relacionamento íntimo volta a ser como não o era há muito.

Com os filhos não tão dependentes de nós começamos novamente a sair, com regularidade, para umas sessões de cinema, de teatro, com os amigos ou simplesmente ir ao café. Acho que estamos no bom caminho.

Profissionalmente, saí da empresa e tentei um outro meio, gestor de eventos, que no entanto não correu muito bem, sendo despedido quase de seguida por não estar de acordo com a linha seguida. Também na falta do relacionamento profissional que tinha na gráfica, com clientes desta, acabo com a parte dos sites, já que não faz sentido esta sem aquela.

Chegados aqui, tento completar o 12.º ano, um desejo que já há vários anos tenho vindo a adiar. Ao consegui-lo, talvez, tentar a universidade, talvez num curso de história...

Poderia ter falado de muitas mais coisas e das coisas que falei de outra maneira, mas como dizia a minha sogra "quando vimos é que deveríamos ir".

Emociono-me com facilidade e por vezes, ao escrever este percurso me vieram as lágrimas aos olhos, mas se não servir para mais nada, que sirva para espantar fantasmas antigos e para que os meus me conheçam um pouco melhor.

Gostaria de ter falado do meu gosto pela música, pelo cinema, pelos livros. Em tudo aprendi um pouco.



Gostaria de ter falado de outras pessoas que conheci e de outras que não deveria ter conhecido. Com todos, também aprendi.

Acho que não me arrependo de nada do que fiz e disse, mas arrependo-me, por vezes, de coisas que não fiz e que não disse.

N
com a Luciana, recentemente
ão gosto de tratar as pessoas por diminutivos, dar um nome aos filhos para depois lhe chamar outro não sei que sentido faz! Não gosto de maus vizinhos, nem de "bocas abertas". Não gosto de explicar as coisas duas vezes. Não gosto de comprar roupa, por isso é a Luciana que ma compra, como antes o fizeram a minha mãe e a minha avó. Não gosto de centros comerciais, prefiro a loja da rua para comprar. Gosto de ir ao cinema, mas onde? Acabaram com as salas de cinema todas e agora servem-nos sessões ao metro nos centros comerciais, sem intervalo, com uma data de pessoas à nossa volta a comer pipocas. Ainda se não fizessem barulho ao mastigá-las! Ainda há pouco fomos ver a peça “Romeu e Julieta” pelo Moscow Ballet. Nunca tínhamos visto ao vivo bailado e adorámos.

Gosto de comprar ferramentas, por isso tenho alicates, alicatezinhos, martelos, martelinhos e marretas, chaves de fendas, de bocas e inglesas...Gosto de jogar uma "suecada" com os meus cunhados, ainda que eles pensem que estou sempre alheado do jogo. Gosto dos convívios que fazemos de vez enquanto.

Para o futuro, estou a preparar a criação do próprio emprego numa versão mais pequena do que tive anteriormente, mas integrando a impressão digital, uma área cada vez mais interessante. Estou também em negociações para, em franchising, trabalhar um portal de negócio (www.sospage.pt), ideia há muito na minha cabeça.

Gostaria, também, de encontrar pessoas na área do software que estivessem dispostos a transformarem as minhas folhas de cálculo numa aplicação para empresas do ramo. Gostaria, também, de aprender mais sobre aplicações gráficas.

E como disse aquele governador romano acerca dos Lusitanos:

- Que raio de povo este, nem se governa nem se deixa governar.



E eu sou lusitano, lembram-se?




recibo de vencimento



António Manuel Leite Lima


1   ...   7   8   9   10   11   12   13   14   15


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal