Autógrafo nº 882/99



Baixar 16.53 Kb.
Encontro12.10.2018
Tamanho16.53 Kb.

LEI Nº 1.263 DE 20 DE NOVEMBRO DE 2007


“Dispõe sobre denominação do Ginásio Poli-Esportivo Municipal, localizado, em Cajamar-Centro, e dá outras providências”.


MESSIAS CÂNDIDO DA SILVA, Prefeito do Município de Cajamar, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais faz saber que a Câmara Municipal aprovou, e ele sanciona e promulga a seguinte Lei:
Art. 1º - Fica denominado “GINÁSIO POLI-ESPORTIVO LAMARTINE PAULA LIMA”, o complexo esportivo localizado na Av. Professor Walter Ribas de Andrade, nº 300, Centro, Cajamar, Estado de São Paulo.
Art. 2º - A biografia que ora segue anexa, fica fazendo parte integrante da presente lei.
Art. 3º - As despesas decorrentes da aplicação desta Lei, serão suportadas por dotações orçamentárias próprias, suplementadas se necessário.
Art. 4º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação.
Art. 5º - Revogam-se as disposições em contrário.

Prefeitura Municipal de Cajamar, em 20 de novembro de 2007.



MESSIAS CÂNDIDO DA SILVA

Prefeito Municipal

ROBERTO VANDERLEI DOS SANTOS

Diretor de Administração

Publicado e Registrada na Secretaria da Diretoria Municipal de Administração da Prefeitura do Município de Cajamar, aos vinte dias do mês de novembro do ano de dois mil e sete.




ANEXO
DADOS BIOGRÁFICOS DE
LAMARTINE PAULA LIMA

O nosso homenageado nasceu no dia 05 de novembro de 1.945, aqui mesmo no Bairro da Lavrinhas, quando este território pertencia ao Município de Santana de Parnaíba.


Filho de Maximino Lima e de Dona Carmelita de Paula Lima, fez seus estudos no grupo Escolar da Água Fria, mais tarde denominado de “Suzana Dias”. Juntamente com seus irmãos Cláudio, conhecido como “Quindão”, Noir, apelidado de “Nozo”, Edson, conhecido popularmente como “Mexirica” e Jair, identificado como “Jair do Som”, além de suas irmãs Norma, Cantídia, Noêmia, Elvira, Efigênia e Alice, integrou uma das famílias mais atenciosas, simpáticas e de espírito comunitário de toda esta Região.
Para se ter uma idéia do apego de todos eles a Cajamar, interessante lembrar que apenas a Noêmia reside além fronteiras de nosso Município.
O nosso homenageado contraiu núpcias com Dona Maria Clarice Ribeiro no dia 13 de Janeiro de 1.973, frutificando desse matrimônio o nascimento de Lamartine de Paula Lima Júnior, bastante popular por ter herdado de seu pai inúmeras virtudes comunitárias.
De acordo com registros familiares, o nome do nosso Lamartine foi inspiração do patriarca Maximino, simpatizante do compositor, músico e cantor carioca Lamartine Babo, autor de incontáveis sucessos carnavalescos e hinos de clubes de futebol.
Para marcar essa homenagem musical o Lamartine, recém nascido, ganhou também o mesmo apelido do cancioneiro do Rio de Janeiro que era e ainda é conhecido como “Lalá”.
O nosso Lamartine foi presidente por várias vezes do Esporte Clube Cajamar, transformando a agremiação em completo Clube Social, embora as atenções estivessem sempre voltadas para o futebol. “Lalá” também foi aplaudido lutador de judô, atingindo o grau correspondente ao Faixa Marrom, tendo colecionado inúmeras vitórias e, em conseqüência, muitos troféus, se notabilizando em apresentações vitoriosas no Esporte Clube Pinheiros na Capital. Essa carreira vitoriosa aconteceu durante o triênio 1974, 1975 e 1976.
Paralelamente ao judô o nosso saudoso “Lalá” vestiu durante dez anos a camisa de lateral direito do Esporte Clube Cajamar, ocasião em que foi considerado um dos mais regulares atletas da histórica agremiação. Por ser líder social da comunidade, promoveu animados bailes na sede social e desenvolveu diversas gincanas culturais, evento esse que não era comum naquela década de 70. Promovia também provas de pedestrianismo no último dia do ano, tal qual a famosa “São Silvestre”.
Toda comunidade ainda relembra a sua coleção de Canecas de Chope, fato esse que o transformava em alguém diferenciado. Era corinthiano, porém tinha fácil diálogo com outras torcidas em virtude de seu comportamento dos mais pacifistas. Muito inteligente, sabia fazer humor com respostas desconcertantes e ágeis, merecendo a atenção daqueles que o rodeavam.
O nosso homenageado foi colaborador da Administração Municipal de Cajamar durante vários anos oferecendo seus préstimos profissionais aos Prefeitos, já falecidos, Islon, Juvenal e Garrido e ao ex Prefeito Manoel Alvarez, cujas tarefas sempre desenvolveu com assiduidade, respeito ao próximo e devotamento a causa pública, tendo se destacado na Diretoria de Serviços Públicos.
O distinguido Lamartine faleceu em 07/11/2000 estando sepultado em nosso Cemitério Municipal, deixando uma lacuna difícil de ser preenchida, já que o mesmo era realmente um Cajamarense “fora de série” e “nota dez”.
Em virtude desse perfil esportivo, comunitário e social merece ter seu nome permanentemente lembrado ao ilustrar o Ginásio Poli-Esportivo de Cajamar- Centro.










©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal