AssociaçÃo piauiense de ensino superior ltda faculdade de ciências e tecnologia de teresina – facet



Baixar 85.93 Kb.
Encontro20.04.2018
Tamanho85.93 Kb.


A
SSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA


FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE TERESINA – FACET

­­­­­­­­­­­­­­­­­_______________________________________________________________________


I DADOS DA INSTITUIÇÃO


Nome: Faculdade de Ciências e Tecnologia de Teresina – FACET


Diretor Geral: Bartolomeu Ramos Pinto

Coordenadora do Curso de Bacharelado em Ciências Contábeis: Vanessa Hidd Basilio

Cordenadora do Curso de Administração: Brisdete Sepúlveda Coêlho Brito

Entidade Mantenedora: Associação Piauiense de Ensino Superior do Piauí
Endereço: Rua Areolino de Abreu, 1941

Cep.: 64000 -180

Fone: (86) 3221 – 2115

A
SSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA


FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE TERESINA – FACET

­­­­­­­­­­­­­­­­­______________________________________________________________________



Caracterização da Faculdade de Ciências e Tecnologia de Teresina – FACET
A Faculdade de Ciências e Tecnologia de Teresina - FACET, rege-se pela Legislação de Ensino Superior, pelo Estatuto Social da Mantenedora, pelo Regimento Geral e pelas resoluções e normas complementares de seus órgãos de deliberação. É uma Instituição Particular de Ensino Superior, mantida pela Associação Piauiense de Ensino Superior do Piauí, Ltda, de direito privado, com fins lucrativos, com sede e foro na cidade de Teresina, Estado do Piauí e situada na rua Areolino de Abreu, 1941, centro.
Atualmente é autorizada a ofertas os cursos de Bacharelado em Ciências Contábeis (Portarias nº 912/2001, reconhecido através da Portaria nº 235/2007) e Administração (Portaria nº 822 de 20 de setembro de 2007).

C

OMPOSIÇÃO DA CPA


A Comissão Própria de Avaliação da Faculdade de Ciências e Tecnologia de Teresina é assim constituída:

- Valmira Carvalho Caldas Brito Melo* Presidente

- Walber Angeline da Silva Filho Representante do corpo docente

- Ângela Leão Mendes Representante do corpo técnico-administrativo

- Joobson Gomes de Oliveira Representante do corpo discente

- Joana Maria Monte de Moraes Representante da sociedade civil organizada



A
SSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA


FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE TERESINA – FACET

­­­­­­­­­­­­­­­­­______________________________________________________________________



II CONSIDERAÇÕES INICIAIS

2.1 Da Instituição

A exigência de imprimir qualidade nas ações acadêmicas tem sido uma preocupação essencial na educação, cujo compromisso com a formação humana se reveste da necessidade de responder às expectativas da sociedade. O alcance das metas traçadas por uma instituição está em estreita relação com a qualidade de seu corpo social (pessoal docente, discente e técnico-administrativo), sua organização institucional, além da infra-estrutura física e logística de seu ambiente acadêmico.

A ênfase nos atributos qualitativos comporta múltiplos aspectos e o objetivo primordial das medidas tomadas para esse efeito deve ser melhorar o desempenho no ensino, pesquisa e extensão das instituições.

A Faculdade de Ciências e Tecnologia de Teresina – FACET, pauta-se pelo compromisso de construção e resgate da cidadania e fez opção por desenvolver seu trabalho pedagógico em sintonia com a sociedade, o que, sem sombra de dúvidas se coaduna com iniciativas que concorrem para o desenvolvimento local e regional.


2.2 Da Auto-Avaliação

Considerando que a Avaliação Institucional envolve campos distintos e considerando também a relevância da reflexão crítica sobre a operacionalização do processo, constitui-se uma Comissão Própria da Avaliação (CPA) com finalidade de “planejar e organizar as atividades, manter o interesse pela avaliação, sensibilizando a comunidade e fornecendo assessoramento aos diferentes setores da FACET, e refletir pelo processo” (SINAES).

A CPA foi estabelecida conforme Resolução do Conselho Diretor Nº 004/2004, de 09 de setembro de 2004 e conta com 06 (seis) membros, representando os três segmentos que compõem a comunidade acadêmica – docentes, técnico-administrativos e discentes, bem como a sociedade civil organizada. A CPA possui autonomia para a condução dos trabalhos de avaliação institucional e elaboração do relatório final. No entanto cabe ressaltar que para melhor encaminhamento das ações propostas buscou-se a todo o momento realizar um trabalho integrado à gestão acadêmica e administrativa da instituição.

A
SSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA


FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE TERESINA – FACET

­­­­­­­­­­­­­­­­­______________________________________________________________________



III AÇÕES E METODOLOGIA

É função do processo de avaliação fornecer informações que servirão para subsidiar a tomada de decisão como a Instituição vem desenvolvendo seu projeto político-pedagógico, com vistas à melhoria da qualidade. Neste sentido, busca-se estratégias a partir das quais se possa sensibilizar a comunidade discente para o que se denomina “cultura de avaliação”. A importância desse processo está na criação de um quadro de referência a partir do qual os participantes poderão avaliar no futuro se ocorreu alguma mudança na sua concepção inicial, o que lhe permite analisar se aconteceu ou não melhoria de suas atividades, após aplicação dos resultados da avaliação. É preciso ter consciência a respeito do que se está avaliando, como tal avaliação está sendo feita e para que é necessária a avaliação. A FACET quer a avaliação para progredir, principalmente pelo fato de encontrar-se atualmente, em franco processo de expansão.

As ações da Comissão Própria de Avaliação se pautaram pela seguinte metodologia:


  1. Sensibilização – realização de encontros periódicos com a Coordenação do curso, professores, alunos e funcionários para a divulgação do trabalho e engajamento dos mesmos no processo, bem como divulgação de campanha de divulgação da Auto-Avaliação em toda a FACET.




  1. Elaboração de Instrumentos – preparar documentos específicos para cada uma das dimensões a serem avaliadas.

A
SSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA


FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE TERESINA – FACET

___________________________________________________________________





  1. Avaliação Interna e Externa - aplicação dos instrumentos de avaliação junto aos membros da comunidade interna e externa.




  1. Análise de Dados – tabulação e interpretação das informações coletadas.




  1. Elaboração de Relatório.




  1. Divulgação e discussão dos resultados destacando pontos fortes, fracos, alternativas de mudanças e ações a serem desenvolvidas.


Dos Instrumentos


  1. Questionários

  2. Reuniões com a coordenação do curso

  3. Documentos oficiais institucionais



Dimensões Institucionais avaliadas:


  • A missão e o Plano de Desenvolvimento Institucional

  • As Políticas para o Ensino, a Pesquisa, a Pós-Graduação, a Extensão.

  • A Responsabilidade Social na Instituição.

  • A Comunicação com a Sociedade.

  • As políticas de pessoal, de carreiras do corpo docente e do corpo técnico-administrativo.

  • A Organização, gestão e significado social.

A
SSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA


FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE TERESINA – FACET

___________________________________________________________________




  • A Infra-estrutura física.

  • O Planejamento e a Avaliação.

  • As Políticas de atendimento a estudantes e egressos

  • A sustentabilidade financeira tendo em vista o significado social.



A
SSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA


FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE TERESINA – FACET

___________________________________________________________________



DIMENSÃO 1 – A Missão e o Plano de Desenvolvimento Institucional
O Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) é o documento que identifica a IES quanto à filosofia de trabalho, à missão, às diretrizes pedagógicas que orientam as ações, à estrutura organizacional e às atividades acadêmicas que desenvolve e/ou pretende desenvolver.

A análise dos objetivos e ações institucionais expressos e constantes do PDI da IES, permite considerar que sua implementação se deu de forma satisfatória, considerando os cursos implantados.


Potencialidades
A missão da FACET se concretiza na busca dos perfis profissionais operacionalizados estabelecidos nos Projetos Pedagógicos. Com relação ao PDI, as diretrizes são viabilizadas nos projetos dos cursos que seguem as diretrizes institucionais já estabelecidas.

Para analisar a implementação do PDI considerando as ações institucionais previstas a estrutura e os procedimentos administrativos, retomou-se os objetivos e ações institucionais que se constituem em parâmetros referenciais.

Em 2011 foi reelaborado novo PDI da IES.

A
SSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA


FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE TERESINA – FACET

___________________________________________________________________



DIMENSÃO 2 – Política para o Ensino, a Pesquisa, e a Extensão
2.1 ENSINO
Abrange a concepção de currículo e organização didático-pedagógica de acordo com os fins da instituição, as diretrizes curriculares e a inovação da área.
Potencialidades
O ensino na FACET tem como referência para seu planejamento e sua operacionalização a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - LDB/96, as Diretrizes Curriculares de cada Curso, as orientações normativas dos respectivos Conselhos Profissionais, a Legislação que regulamenta o ensino superior no país, os indicadores locais e regionais que definem a necessidade social do Curso, o PDI, PPI e os Projetos Político Pedagógico dos Cursos.

Os Projetos Político Pedagógico dos cursos de Bacharelado em Ciências Contábeis e Bacharelado em Administração são revistos e atualizados com vistas a formular uma estrutura curricular que estimule o processo interdisciplinar, o espírito crítico e analítico do aluno, incorporando a iniciação científica como elemento fundamental.

A IES possui um programa de monitoria já institucionalizado e com previsão de ampliação a cada ano, de forma a atender as necessidades surgidas nas disciplinas dos cursos.
A
SSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA


FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE TERESINA – FACET

___________________________________________________________________


2.2 PESQUISA

Considera a relevância social e científica da pesquisa em relação aos objetivos institucionais e às atividades acadêmicas.


Potencialidades
A FACET estimula a iniciação científica nas áreas de conhecimento dos cursos através das monografias elaboradas pelos alunos como parte integrante dos trabalhos de conclusão de curso. Esses trabalhos são registrados na biblioteca após a defesa e colocados à disposição dos discentes da IES para consultas.

O alunado da FACET, é também estimulado a elaborar artigos científicos nas áreas de conhecimento relacionadas ao seu curso. Os melhores artigos serão divulgados no site da IES.


2.3 EXTENSÃO

Articular as atividades de extensão com o ensino e a pesquisa, com as necessidades e demandas do entorno social, conferindo um caráter educativo de solidariedade e de promoção social, objetivando consolidar a noção de cidadania nos alunos.



A
SSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA


FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE TERESINA – FACET

___________________________________________________________________



Potencialidades
Um dos objetivos da IES é promover a extensão, aberta à participação da comunidade, visando a difusão de conhecimentos, conquistas e benefícios resultantes de eventos culturais e da iniciação científica gerados na instituição, bem como a prestação de serviços técnicos especializados.

A política de extensão da IES mantém compromisso com a sociedade e seus movimentos sociais, políticos, econômicos e culturais, contribuindo para o aumento da produtividade de cada cidadão e para o desenvolvimento sustentável do Estado do Piauí e região. A Instituição, através de programas de extensão, busca relacionar-se com os mais diversos setores da sociedade, a partir dos quais o ensino da Instituição é retroalimentado com a realidade social nos diversos aspectos. As discussões dos fatos e das demandas sociais são incorporadas ao contexto do ensino, gerando propostas alternativas que venham contribuir para a melhor atenção aos problemas das populações, especialmente as mais carentes.

A prática extensionista está prevista no projeto pedagógico dos cursos e obrigatoriamente é contemplada no planejamento operacional de cada Coordenação de Curso e demais setores e órgãos da Instituição, obedecendo aos compromissos acadêmico-sociais e às políticas institucionais estabelecidas, estando norteada pela integração entre os cursos, os setores, os serviços e as comunidades envolvidas. Assim, têm

A
SSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA


FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE TERESINA – FACET

___________________________________________________________________

prioridade como extensão as atividades e os trabalhos desenvolvidos por professores e alunos nas diferentes disciplinas e práticas integradas, bem como nas diferentes atividades complementares propostas à formação do aluno.
2.4 PÓS-GRADUAÇÃO

Representam políticas institucionais para a criação, a expansão e a manutenção dos cursos lato sensu e a integração entre a graduação e a pós-graduação.


Potencialidades
Incentivo à instalação de Cursos Latu Sensu, visando a integração entre a graduação e a pós-graduação, porém, existe uma necessidade de maior implementação dos cursos de pós-graduação..

A
SSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA


FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE TERESINA – FACET

___________________________________________________________________



DIMENSÃO 3 - RESPONSABILIDADE SOCIAL
Refere-se à importância social das ações da instituição voltadas para o desenvolvimento da democracia, da promoção da cidadania e do atendimento a setores sociais excluídos.
Potencialidades
Estratégias de inclusão social são viabilizadas na instituição através da oferta do saber institucionalizado de forma democrática e didaticamente assimilável, programas sociais inclusivos como o PROUNI, e os programas de concessão de bolsas próprias na ordem de 50% para um grande percentual de alunos, dentre outros.

A infra-estrutura da FACET está convenientemente adaptada para os portadores de necessidades especiais e são adequados e suficientes, respeitando a legislação vigente. A Instituição atende ao Decreto nº 5.626/2005, no que se refere à oferta de Libras.




A
SSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA


FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE TERESINA – FACET

___________________________________________________________________



DIMENSÃO 4 – Comunicação com a Sociedade
Abrange as estratégias, recursos e qualidade da comunicação interna e externa e a imagem institucional nos meios de comunicação social.
Potencialidades
Existe implantado na Instituição alguns mecanismos de comunicação no sentido de viabilizar a sua comunicação com a comunidade interna – docentes, discentes e corpo técnico-administrativo e com a comunidade externa. A FACET implantou o serviço de ouvidoria, canal onde a comunidade interna e externa pode solicitar esclarecimentos, registrar reclamações, e queixas, solicitar providências e emitir sugestões que ficam registradas e servem de análise da CPA. A FACET busca divulgar suas ações através de mídia impressa (jornal), mídia digital (site institucional) e TV. A IES tem uma política de incentivo do site da instituição, e à participação mais efetiva da comunidade da FACET no jornal mural e pretende, ainda, publicar os melhores trabalhos de conclusão de curso e artigos científicos dos alunos no site da IES. No entanto, a comunicação com a sociedade é uma dimensão que demonstra algumas fragilidades no âmbito institucional como a implantação do aluno e professor on-line, além da consulta ao acervo da biblioteca através do site, porém, existe já algumas previsão de implantação deste sistema no ano de 2011.
A
SSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA


FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE TERESINA – FACET

___________________________________________________________________



DIMENSÃO 5 - Política de Pessoal, de Carreiras do Corpo Docente e Corpo Técnico-Administrativo
Refere-se aos planos de carreira regulamentados para os corpos docente e técnico-administrativo com critérios de admissão e progressão, aos programas de qualificação profissional e à melhoria da qualidade de vida e ao clima institucional, avaliados pelo grau de satisfação pessoal e profissional.

Potencialidades

A IES possui planos de carreira regulamentados para os corpos docente e técnico-administrativo, cadastrado na DRT-PI, com critérios claros de admissão, promoção e progressão, no entanto o referido plano não foi ainda homologado.

Através de uma política de capacitação e desenvolvimento profissional, a FACET ofertou em 2011 bolsa de mestrado para professora do seu corpo docente e ofertou curso de atualização na área de métodos e técnicas de pesquisa.

A instituição mantém um quadro de docentes e pessoal técnico-administrativo composto selecionados conforme os critérios de titulação e experiência para a função, já estabelecidos nos Planos de Cargos e Salários Docente e Técnico Administrativo. A IES busca implantar uma política de valorização de pessoal promovendo ações como a comemoração ao Dia do Professor, data em que a instituição reúne todo o corpo docente em um almoço de confraternização.



A
SSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA


FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE TERESINA – FACET

___________________________________________________________________



DIMENSÃO 6 – Organização e Gestão da Instituição
Engloba a organização e a gestão da instituição, o funcionamento e representatividade dos colegiados e a participação dos segmentos da comunidade nos processos decisórios.

Potencialidades

Existe integração entre os setores da IES, viabilizada pela sua estrutura organizacional, que não possui muitos níveis intermediários facilitando o processo de comunicação e de tomada de decisões. O mecanismo básico de promoção da integralização entre administração, órgãos colegiados e cursos é a reunião administrativa, ordinária, sistematizada, com periodicidade semanal, além das reuniões dos colegiados e das comissões dos órgãos de apoio acadêmico. No contexto das reuniões administrativas e pedagógicas são tomadas as deliberações e decisões de encaminhamento das questões propostas.

É importante a constatação de que os órgãos colegiados são representativos com composição que garante a presença de todos os segmentos. Têm autonomia e funcionam na forma regimental, o que se constitui em um indicador bastante favorável para se analisar a questão da organização e gestão da IES. Estruturalmente a organização e a gestão da IES é desenvolvida pelo corpo de dirigentes institucionalmente definidos.

A
SSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA


FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE TERESINA – FACET

___________________________________________________________________



DIMENSÃO 7 - Infra-Estrutura Física
Envolve a adequação da infra-estrutura da instituição (salas de aula, museus, biblioteca, laboratórios, área de lazer, equipamentos de informática, rede de informação, etc.) em função das atividades de ensino, pesquisa e extensão e também às políticas institucionais de conservação, atualização e segurança.


Potencialidades


A disposição, manutenção e atualização dos espaços físicos atendem às demandas institucionais, reconhecidas pelas avaliações do curso e da Instituição realizadas pelas comissões de avaliação do MEC, porém, pela localização central, não há espaço suficiente para a ampliação das instalações acadêmicas que o crescimento institucional requer. Ciente desta deficiência a IES adquiriu prédio próprio, construído especificamente para a instalação de atividades educacionais, localizado em região também central, de fácil acesso, e com a disponibilidade de várias linhas de ônibus. Pretende, em breve, protocolar pedido de mudança de endereço no sistema E-MEC.

A bilblioteca da FACET conta com dependências destinadas ao acervo e setor de atendimento onde oferece serviços específicos da área. A biblioteca encontra-se automatizada e tem 04 (quatro) terminais disponíveis aos discentes com acesso à internet. A IES dispõe de laboratórios de informática e laboratório para prática contábil.

A
SSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA


FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE TERESINA – FACET

___________________________________________________________________



DIMENSÃO 8 - Planejamento e Avaliação Institucional

Indica os procedimentos de avaliação e acompanhamento institucional, especialmente da auto-avaliação interna, visando às atividades que englobam comunidades acadêmicas.


Potencialidades
A coerência entre o planejamento e a avaliação, especialmente em relação aos processos, resultados e eficácia da auto-avaliação institucional expressa-se na prática da IES utilizar os resultados obtidos com a auto-avaliação para orientar a tomada de decisão no âmbito de suas atividades fins.

O processo de avaliação institucional da FACET busca as adequações necessárias ao aprimoramento da qualidade do ensino.

Semestralmente é realizada uma avaliação dos docentes pelo discentes, com objetivando dar um feedback aos professores no que diz respeito às metas alcançadas em relação ao conteúdo programático, avaliações, didática, etc. para que os mesmos atinjam os resultados esperados pela instituição como um todo.

A
SSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA


FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE TERESINA – FACET

___________________________________________________________________



DIMENSÃO 9 – Política de Atendimento a Estudantes e Egressos
Contempla as políticas de acesso, seleção, permanência e participação dos estudantes em atividades de ensino, de iniciação científica, de avaliação institucional e de atividades de intercâmbio estudantil.
Envolve os mecanismos de estudos e análises dos dados sobre os ingressantes, evasão/abandono, relação professor/aluno, tendo em vista a melhoria das atividades educativas.
Potencialidades
A política de atendimento ao aluno centra-se no apoio acadêmico científico e técnico para participação em atividades de extensão.

A FACET desenvolve Programa de Monitoria, atendendo as áreas constituídas pelas disciplinas em que se constata a necessidade de orientação de um monitor. A cada semestre busca ampliar gradativamente a oferta desse serviço. O programa de monitoria prevê mecanismos de acompanhamento de avaliação dos monitores.

A IES implantou o Serviço de Apoio Psicopadagógico, programa que busca desenvolver ações de orientação acadêmica, psicológica e disciplinar. Para isso, conta com a contratação de uma psicóloga que disponibiliza horários previamente determinados de atendimento à comunidade discente.
A
SSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA


FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE TERESINA – FACET

___________________________________________________________________

Este serviço se concentra em uma escuta clínica, articulada de perguntas e implicações para melhor compreensão da situação, limitando-se a uma atuação de orientação e diminuição de problemas cotidianos. Em casos simples, são feitas orientações e indicações de retorno para acompanhar a superação da situação, no entanto sem um direcionamento que caracterize um serviço clínico, pois esse não é o objetivo deste setor.

A FACET, ciente de sua função social, possui uma ampla política de desconto nas mensalidades, ofertando bolsa de estudo para quase a totalidade do seu alunado. É também conveniada ao PROUNI – Programa Universidade para Todos.



A
SSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA


FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE TERESINA – FACET

___________________________________________________________________



DIMENSÃO 10 – Sustentabilidade Financeira

Analisa a sustentabilidade financeira da Instituição e políticas de captação e alocação de recursos, direcionados aos programas de ensino, de pesquisa e de extensão.



Potencialidades

As obrigações trabalhistas são cumpridas, sendo os salários pagos regularmente, não se registrando multas por atraso.

A projeção de um superávit institucional permite um planejamento de expansão e flexibilidade no equilíbrio econômico financeiro.


Fragilidades

Déficit financeiro na relação número de alunos/créditos/vagas refletido na relação receita/despesas interferem negativamente no superávit institucional.

A inadimplência dos alunos em relação às mensalidades é muito alta.


A
SSOCIAÇÃO PIAUIENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA


FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE TERESINA – FACET

___________________________________________________________________



CONSIDERAÇÕES FINAIS

O processo de auto-avaliação é uma ação ampla e complexa, exigindo envolvimento e comprometimento de todas as estâncias da instituição, para viabilizar estratégias que permitam reverter as fragilidades em potencialidades, observadas as sugestões propostas.

A avaliação institucional na FACET tem tido um papel fundamental no auto-conhecimento e fortalecimento dos processos democráticos internos a partir de uma abordagem transparente junto à comunidade, o que vem auxiliando a Instituição em seu fazer administrativo, político e técnico-pedagógico, transformando a auto-avaliação em valioso instrumento de gestão. Esta já é uma prática consolidada, inclusive calcada nas questões democráticas cooperativas e livre de ameaças.

Como auto-crítica faz parte do processo de avaliação e do amadurecimento institucional, o reconhecimento dos pontos críticos mencionados permitirão o encaminhamento de soluções cujos resultados poderão ser avaliados em processo.

Assinaturas:

Coordenador(a) da CPA:


_________________________________

Membros da CPA:

________________________________

________________________________

________________________________

________________________________



________________________________
Teresina, 29 de março de 2012








©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal