Apostila de curativo funec – fundamentos II


Curativo de Hidrogel Placa



Baixar 233.44 Kb.
Página5/7
Encontro29.11.2017
Tamanho233.44 Kb.
1   2   3   4   5   6   7

6.8 Curativo de Hidrogel Placa



Descrição
Cobertura para ferimentos, estéril, composta por um gel de polivinilpirrolidona e água, sustentado por uma estrutura fibrosa e revestido nas partes interna e externa por um filme de polietileno que protege ambos os lados do curativo. Apresentado em embalagens individuais esterilizadas.

        Modo de Ação

        O curativo de Hidrogel proporciona um ambiente favorável à cicatrização:


  • Reduz a desidratação da ferida e a formação de crosta, estimulando uma epitelização mais rápida;

  • É não aderente, o que preserva o tecido neo-formado, não retardando o processo de cicatrização;

  • Absorve exsudatos, prevenindo a maceração e a desidratação do leito da ferida;




  • Atua como barreira bacteriana, protegendo contra contaminantes externos.



        Indicação




        Indicado para cobertura de feridas limpas abertas


  • Lesões superficiais

  • Úlceras por pressão estágio II

  • Queimaduras de 1º e 2º grau

  • Áreas doadoras ou receptoras de enxertos



        Modo de Utilização





  • Realizar a limpeza da lesão com Solução Fisiológica a 0,9%;

  • Remover o filme protetor interno do curativo, o mais espesso, e aplique o lado exposto diretamente sobre o leito da ferida;



        Cuidados a serem observados





  • Se for necessário cortar o curativo de Hidrogel, faça-o com tesoura estéril, antes de retirar o filme protetor

  • Para retirar o curativo, levante as bordas e remova o excesso de gel com Solução Fisiológica a 0,9%

  • Se houver necessidade de utilizar várias camadas de curativo de Hidrogel para preencher uma lesão, remova além do filme protetor interno o filme protetor externo ( o mais fino ) de cada curativo, deixando o filme do último curativo

  • curativo de Hidrogel não é indicado para feridas de profundidade total, feridas infectadas e queimaduras de 3º grau



Cuidados a serem observados





  • Não é necessário curativo secundário.

  • É impermeável à água não sendo necessária a sua remoção para o banho.



6.8 Filme transparente

          Descrição

          O curativo transparente consiste de um filme delgado transparente, estéril, semi - permeável constituído por uma película de poliuretano e adesivo hipoalergênico, que adere à pele.



Modo de Ação


  • Permeabilidade seletiva – Permite a entrada de oxigênio e a saída de vapor úmido, essencial para a manutenção da função normal da pele sob o curativo.

  • Impermeável a fluidos e microorganismos – Atua como uma barreira protetora para pontos de inserção de cateteres vasculares contra agentes de contaminação externa tais como bactérias, sangue e líquidos corpóreos.

  • Transparente – Permite fácil monitorização das feridas e dos pontos de inserção de cateteres vasculares sem remover o curativo. A transparência proporciona completa visibilidade do local durante a aplicação.



          Indicação





  • Fixação e proteção de cateteres vasculares



          Modo de Utilização



Fixação de cateteres vasculares

  • Escolher o tamanho de curativo que cobrirá o cateter, assegurando de que uma margem de 2,5cm de curativo esteja aderida à pele.

  • Fazer a limpeza do local da inserção do cateter com Clorexidina alcóolica a 0,5% ou PVPI;

  • Secar o local com gaze;

  • Posicionar o curativo sobre o local do cateter. Envolver totalmente a conexão do cateter com o curativo, de modo a selar com segurança o acesso ao ponto de inserção


Técnica para a remoção do filme transparente

  • Sustente a pele com uma das mãos ao remover o curativo transparente com a outra mão. Estabilize o cateter para evitar deslocamento;




  • Para remover o curativo, levante uma de suas bordas e remova-o lentamente, soltando-o da pele num ângulo de 180 graus, na direção do crescimento do pêlo. Ou levante uma das bordas do curativo, segurando-a firmemente, e repuxe o curativo, esticando-o totalmente, paralelamente à pele;

  • Para facilitar a remoção do curativo pode ser usado vaselina líquida no adesivo exposto à medida que o curativo é removido.


Cuidados a serem observados


  • Não é indicado em : pontos de inserção de cateter com exsudato ou sinais de infecção; aplicação em cateteres arteriais;

  • O curativo deverá ser trocado se não estiver intacto. Um curativo intacto é aquele que foi corretamente aplicado e manteve uma boa aderência no mínimo ao redor de toda a periferia do curativo. Caso o curativo seja perfurado pelos pontos ou outros dispositivos deverá ser trocado;

  • O local da inserção do cateter deverá ser freqüentemente observada quanto a sinais de infecção, que pode ser indicada por febre, dor local, vermelhidão, inchaço ou presença de exsudato, o curativo transparente deverá ser removido;

  • Cuidados para não deslocar os cateteres ou outros dispositivos ao remover o curativo;

  • A pele ao redor deverá estar seca e livre de resíduos de detergentes para a boa aderência;

  • Não esticar o curativo durante a aplicação;

  • Pode ocorrer trauma mecânico da pele caso o curativo seja aplicado com tensão.

  • Nas primeiras 24 horas após a inserção do cateter é realizado o curativo com gaze e micropore.

O curativo transparente é indicado após 24 horas da inserção do cateter e na ausência de secreções.






1   2   3   4   5   6   7


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal