Apost. Concbas



Baixar 225.1 Kb.
Página1/9
Encontro10.03.2019
Tamanho225.1 Kb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9


UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

INSTITUTO DE INFORMÁTICA

DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA APLICADA

INF01210 - INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA

MÓDULO I

CONCEITOS BÁSICOS

-MATERIAL DO ALUNO-



Prof. José Carlos Scarpellini Silveira

Profa. Maria Aparecida Castro Livi



Porto Alegre, janeiro de 2002
SUMÁRIO


UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL 1

INSTITUTO DE INFORMÁTICA 1

DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA APLICADA 1

INF01210 - INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA 1

MÓDULO I 1

CONCEITOS BÁSICOS 1

-MATERIAL DO ALUNO- 1

Prof. José Carlos Scarpellini Silveira 1

Profa. Maria Aparecida Castro Livi 1

Porto Alegre, janeiro de 2002 1

Agradecimentos 3

1 ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES 4

2 HARDWARE 6

Vantagens em relação ao disquete: 16

Principais Tipos 16

CD-ROM (Compact Disk Read-Only Memory) 16

CD-R (Compact Disk-Recordable) 16

CD-RW (Compact Disc-Rewritable) 16

3 SOFTWARE 21

4 CONCEITOS BÁSICOS SOBRE ARQUIVOS E BANCOS DE DADOS 31

5 FUNÇÕES BÁSICAS SOBRE REDES DE COMUNICAÇÃO DE DADOS 32

6 CARACTERÍSTICAS TECNOLÓGICAS DAS MÁQUINAS 42

Bibliografia de Referência 51

ÍNDICE DE FIGURAS


Figura 1 - Organização Funcional de um Computador 7

Figura 2 - Barramento 9

Figura 3 - Níveis de memória 20

Figura 4 - Memória Cache 20

Figura 5 - Esquema de funcionamento de um S.O. de tempo real 24

Figura 6 - Níveis de linguagem e tradutores 27

Figura 7 - Os processos de compilação e interpretação 29

Figura 8 - Topologia típica de uma LAN corporativa (intranet) 36



Agradecimentos


Os agradecimentos dos autores à colaboração prestada pelo colega prof. Juergen Rochol, no tópico Redes.

1 ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES

1.1 Introdução à terminologia básica


Processamento de Dados

Série de operações que se aplica a um conjunto de dados (entrada) para obter outro conjunto de dados ou resultados (saída).

Ex.:

• dar baixa, no talão de cheques, de um cheque emitido;



• procurar um número de telefone na lista telefônica e anotá-lo em uma caderneta;

• somar valores de compras no supermercado;

• classificar várias contas e pagá-las em ordem de data de vencimento.
Elementos Básicos:
a) Dados iniciais - as informações iniciais são aquelas que estão sujeitas a certas transformações;

b) Transformações - são as modificações efetuadas no conteúdo ou na forma dos dados iniciais;

c) Resultados finais - o produto dos dados iniciais após as transformações.

Tipos de Processamento

a) Manual - é aquele feito manualmente, sem a utilização da máquina.

Ex.: dar baixa, no talão de cheques, de um cheque emitido.

b) Semi-automático - é quando operações são feitas por máquinas, mas exigem a intervenção humana.

Ex.: rotinas de contabilidade que usam máquinas junto com processamento manual.

c) Automático - é quando todo o processamento é feito por máquinas.

Ex.: executar uma tarefa valendo-se exclusivamente de um computador.
Para resolver determinados problemas, sobretudo de cálculo, o homem inventou máquinas chamadas COMPUTADORES que, uma vez programados, efetuam o PROCESSAMENTO DE DADOS com muita rapidez e segurança, fornecendo os resultados desejados.

Processamento eletrônico de dados

É o processamento de dados com a utilização do computador. Diz-se eletrônico porque os computadores atuais são formados por componentes eletrônicos.


COMPUTADOR


PROCESSAMENTO ELETRÔNICO DE DADOS


lê dados

processa dados

fornece resultados
Vantagens do computador
• processa grande volume de dados com rapidez;

• trata grandes quantidades de informação com segurança;

• não cansa - uma vez programado é capaz de processar 24 horas por dia;

• realiza cálculos com exatidão;

• oferece grande disponibilidade de acesso às informações nele armazenadas;

• pode ser programado.


Desvantagens do computador
• não é criativo;

• não trabalha bem com a ambigüidade;

• as linguagens de programação dos computadores não corrigem os erros lógicos dos programas;

• alto custo (embora decrescente);

• obsolescência.

Informática

(INFORmação autoMÁTICA)


Ciência que abrange todas as atividades relacionadas com o processamento automático de informações, inclusive o relacionamento entre serviços, equipamentos e profissionais envolvidos no processamento eletrônico de dados.

Dado
É a informação que será trabalhada durante o processamento.

Ex.: no Vestibular: nome, identidade, opções.



Instrução

É uma operação elementar que o computador tem a capacidade de processar. A instrução trabalha com os dados. São as ordens executadas pelo computador.

Cada computador tem o seu repertório de instruções. As instruções comuns em quase todos os computadores são:

• instruções para entrada e saída (E/S) de dados;

• instrução de movimentação de dados (transferência);

• instruções aritméticas;

• instrução de comparação;

• instrução de controle de seqüência.


Programa

É o roteiro que orienta o computador, mostrando-lhe a seqüência de operações necessárias para executar uma determinada tarefa.

Um programa é uma seqüência de instruções que dirigem a UCP (ver item 2.1.1.1) na execução de alguma tarefa.

Diz-se que um programa é composto por uma série de comandos ou instruções.


Hardware e software

Um sistema de computação compreende dois elementos básicos:

hardware: conjunto de componentes mecânicos, elétricos e eletrônicos com os quais são construídos os computadores e equipamentos periféricos;

software: conjunto de programas, procedimentos e documentação que permitem usufruir da capacidade de processamento fornecida pelo hardware.






  1   2   3   4   5   6   7   8   9


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal