Análise do envolvimento do sistema canabinóide na analgesia induzida pelo exercício físico em um modelo animal de dor inflamatória



Baixar 17.99 Kb.
Encontro07.10.2019
Tamanho17.99 Kb.


ANÁLISE DO ENVOLVIMENTO DO SISTEMA CANABINÓIDE NA ANALGESIA INDUZIDA PELO EXERCÍCIO FÍSICO EM UM MODELO ANIMAL DE DOR INFLAMATÓRIA

Daniela Dero Lüdtke1; Dr. Daniel Fernandes Martins (orientador) 2



INTRODUÇÃO

A Associação Internacional para o Estudo da Dor define a dor como ''uma experiência sensorial e emocional desagradável associada a dano tecidual real ou potencial, ou descrita em termos de tal dano'' (LOESER; TREEDE, 2008). A dor, no sentido fisiológico, envolve um sistema sensorial que transmite uma importante informação adaptativa sobre o ambiente para o organismo. Estudos sugerem que a resposta individual à dor é dependente do balanço dinâmico entre a facilitação e a inibição da mesma (EDWARDS, 2005), sendo este controlado por uma rede modulatória neuronal originada em regiões do tronco encefálico e encefálicas intimamente ligadas à medula espinal (BENARROCH, 2008). Entre os diferentes sistemas envolvidos neste controle inibitório da dor, o sistema endocanabinóide tem fundamental importância em termos de relevância fisiológica e constitui o alvo de abordagens terapêuticas relevantes, tais como as terapias físicas (FIELDS, 2004). Pesquisas em animais têm indicado que os canabinóides (CB) produzem efeitos analgésicos em sítio periférico, bem como espinal e supra-espinal (Di Marzo, 1998; Piomelli, 2005).

É fato que o exercício físico (EF) induz mudanças no estado mental, particularmente sedação, analgesia e sensação de bem estar. Recentes achados mostram que o EF aumenta as concentrações sanguíneas de endocanabinóides, sugerindo uma possível explicação para a maioria das mudanças induzidas pelo EF. Assim, associado às evidências que a ativação dos receptores canabinóides exercem grande influência na modulação inibitória da dor, surge a seguinte pergunta: Qual a contribuição dos receptores canabinóides (CB1 e CB2) na analgesia induzida pelo EF na dor de origem inflamatória?

Diante disso, fornecer informações a respeito de um dos sistemas endógenos envolvidos nos possíveis efeitos induzidos pelo exercício de natação na dor de origem inflamatória é imprescindível para o melhor entendimento acerca dessa terapia. Neste sentido, o presente estudo pretende investigar, por meio de testes comportamentais e de ferramentas farmacológicas o envolvimento do sistema canabinóide na analgesia induzida pelo EF em um modelo animal de dor inflamatória.


Palavras-chave: Dor inflamatória. Exercício Físico. Fisioterapia.

MÉTODOS

O presente trabalho trata-se de um estudo experimental-explicativo de natureza quantitativa (SANTOS, 2011), para o qual foram utilizados camundongos Swiss machos (25 a 35 g), obtidos do biotério central da UFSC, aclimatados no biotério da UNISUL a 22±2 °C, no ciclo 12h-claro/12h-escuro, com acesso a ração e água “ad libitum”. Os experimentos foram realizados após a aprovação pela Comissão de Ética em Uso de Animais da Unisul (CEUA-UNISUL). O número de animais utilizados e a intensidade dos estímulos nocivos foram o mínimo necessário para demonstrar o possível consistente efeito ao tratamento recebido. O modelo de hiperalgesia persistente causada pela injeção intraplantar (i.pl.) contendo 20 μL de solução do adjuvante completo de Freud (CFA) a 70%, fora utilizado para avaliar o possível envolvimento do sistema canabinóide no efeito analgésico induzido pelo EF. Em relação ao protocolo de natação, fora o mesmo utilizado por Mazzardo-Martins (2010). Para avaliar o envolvimento dos receptores CB1 e CB2 na analgesia induzida pelo EF, camundongos não-exercitados e exercitados foram pré-tratados com o antagonista AM281 (0,5 mg/kg, i.p.) e com o antagonista AM630 (3 mg/kg, i.p.), respectivamente, ou salina (10 mL/kg, i.p.). A hiperalgesia mecânica fora avaliada utilizando monofilamentos de von Frey (0,4 g).



RESULTADOS E DISCUSSÃO

A administração intraplantar contendo 20 μL de solução do adjuvante completo de Freud (CFA) a 70%, em camundongos, foi capaz de induzir um aumento na freqüência de retirada da pata sugerindo um quadro de hiperalgesia ao estímulo mecânico. Além disso, pode-se observar que os animais exercitados apresentaram uma redução significativa do limiar sensorial, indicando que o exercício físico apresenta efeito antihipernociceptivo, sendo este, por intermédio do sistema canabinóide, uma vez que, quando os animais foram pré-tratados com AM281 (um antagonista seletivo de receptores canabinóides CB1), este efeito foi revertido, demonstrando assim, o envolvimento destes receptores no efeito antihipernociceptivo induzido pelo exercício físico. O mesmo comportamento foi observado quando os animais foram pré-tratados com AM630 (um antagonista seletivo de receptores canabinóides CB2), demonstrando assim, a participação destes receptores no efeito antihipernociceptivo induzido pelo exercício físico.



CONCLUSÕES

O presente estudo demonstra que a administração intraplantar contendo 20 μL de solução do adjuvante completo de Freud (CFA) a 70%, em camundongos, foi capaz de induzir um aumento na freqüência de retirada da pata sugerindo um quadro de hiperalgesia ao estímulo mecânico e, que esta nocicepção é reduzida quando os animais são submetidos a um protocolo de exercício de natação. Foi também observado que este efeito antihipernociceptivo é mediado pelo sistema canabinóide, mais precisamente pelos receptores CB1 e CB2. Estes resultados podem fornecer a base para novas abordagens terapêuticas cujo objetivo seja o efeito analgésico em pacientes que sofrem de dores crônicas.



REFERÊNCIAS
Benarroch, E. E. Descending monoaminergic pain modulation: bidirectional control and clinical relevance. Neurology. v. 71, n. 3, p. 217-221, 2008.
Di Marzo, V. 'Endocannabinoids' and other fatty acid derivatives with cannabimimetic properties: biochemistry and possible physiopathological relevance. Biochimica et Biophysica Acta. v. 1392, n. 2-3, p. 153-175, 1998.
Edwards, R. R. Individual differences in endogenous pain modulation as a risk factor for chronic pain. Neurology. v. 65, n. 3, p. 437-443, 2005.
Fields, H. L.; Basbaum, A. I.; Heinricher, M. M. Central nervous system mechanisms of pain modulation. In: McMahon, S. B.; Koltzenburg, M. Ed(s). The textbook of pain. London: Elsevier Churchill Linvingstone, 2004. p. 125-142.
Loeser, J. D.; Treede, R. D. The Kyoto protocol of IASP Basic Pain Terminology. Pain. v. 137, n. 3, p. 473-7, 2008.
Mazzardo-Martins L, Martins DF, Marcon R, Dos Santos UD, Speckhann B, Gadotti VM, Sigwalt AR, Guglielmo LG, Santos AR. High-intensity extended swimming exercise reduces pain-related behavior in mice: involvement of endogenous opioids and the serotonergic system. J pain11(12):1384-93, 2010.
Piomelli, D. The endocannabinoid system: a drug discovery perspective. Current Opinion in Investigational Drugs. v. 6, n. 7, p. 672-679, 2005.
SANTOS, S.G. Métodos e técnicas de pesquisa quantitativa aplicada a educação física. 1° ed. Florianópolis: Tribo da ilha, 2011.

FOMENTO

O trabalho teve a concessão de Bolsa pelo Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O trabalho teve apoio da Universidade do Sul de Santa Catarina – UNISUL.




Catálogo: junic -> 2014 -> arquivo sistema
arquivo sistema -> Formulário padrão para apresentaçÃo de projetos
arquivo sistema -> AvaliaçÃo in vitro da estabilidade de cor das resinas compostas utilizadas em áreas de retraçÃo gengival
arquivo sistema -> Formulário padrão para apresentaçÃo de projetos
arquivo sistema -> AvaliaçÃo de atitudes alimentares e auto-percepçÃo da imagem corporalem bailarinas do município de tubarão- santa catarina
arquivo sistema -> Formulário padrão para apresentaçÃo de projetos
arquivo sistema -> Análise dos vestígios zooarqueológicos do pinguim-de-magalhães (spheniscus magellanicus, sphenicidae) no sítio galheta IV – laguna, santa catarina
arquivo sistema -> Polygala paniculata L
arquivo sistema -> Avaliação do envolvimento do sistema opioidérgico no efeito antihiperalgésico da terapia por imersão em água quente
arquivo sistema -> Tecnologias e associativismo na maticultura na galícia espanha autores e orientadores


Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
Universidade estadual
união acórdãos
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande