Análise do conhecimento a respeito da psiconeuroimunologia e do uso da abordagem holística pelos enfermeiros do município de Foz do Iguaçu-pr na prática diária



Baixar 19.89 Kb.
Encontro08.11.2017
Tamanho19.89 Kb.



Análise do conhecimento a respeito da psiconeuroimunologia e do uso da abordagem holística pelos enfermeiros do município de Foz do Iguaçu-PR na prática diária
Aline Cerqueira Navarro (PIBIC/CNPq/Unioeste), Oscar Kenji Nihei (Orientador), e-mail: oknihei@gmail.com
Universidade Estadual do Oeste do Paraná/Centro de Educação, Letras e Saúde/Foz do Iguaçu, PR
Grande área e área: Ciências da Saúde - Enfermagem
Palavras-chave: Assistência centrada no paciente, Enfermagem, Psiconeuroimunologia.
Resumo
A psiconeuroimunologia é a ciência que estuda o comportamento e a sua relação com as funções neurais, endócrinas e imunológicas. A enfermagem também se preocupa com a integralidade, apoiando-se em suas teorias que abordam o homem como um ser que sofre influência tanto do ambiente a sua volta, como de seus processos fisiológicos. Desta forma, o presente trabalho teve como objetivo avaliar o conhecimento acerca da psiconeuroimunologia, o uso e a aplicabilidade da abordagem holística pelos enfermeiros de Foz do Iguaçu-PR. Quanto à metodologia, o presente trabalho constitui pesquisa transversal, exploratória e de natureza qualitativa e quantitativa. Os participantes foram enfermeiros de Unidades Básicas de Saúde e da Estratégia Saúde da Família e do Hospital Municipal Padre Germano Lauck do município de Foz do Iguaçu-PR. A coleta de dados foi realizada através da aplicação de um questionário semiestruturado. Como resultado, a maioria dos enfermeiros nunca havia ouvido falar no termo psiconeuroimunologia, porém tinham o conhecimento que fatores psicossociais afetariam a saúde. Em relação ao olhar holístico, a maioria dos participantes respondeu que ele é necessário. Os enfermeiros mencionaram barreiras que impediam que esta abordagem fosse utilizada no dia a dia, tais como: falta de tempo, carga de trabalho excessiva, alta demanda de pacientes, falta de recursos humanos e materiais, entre outros. Concluiu-se que os enfermeiros sabem que fatores diversos podem afetar a saúde do paciente e tentam ajudá-los nesses fatores, porém existem muitas barreiras para que esta abordagem realmente se efetive.
Introdução
A psiconeuroimunologia (PNI) é definida como a ciência que estuda o comportamento e a sua relação com as funções neurais, endócrinas e imunológicas (Ader, 2000 apud Alves & Neto, 2007), este termo foi usado pela primeira vez pelo psicólogo Robert Ader em 1980, para descrever a intercomunicação entre o cérebro e o sistema imunológico (Daruna, 2012).

As teorias de enfermagem também apresentam o paciente como um ser com dimensões fisiológicas, psicológicas e sociais. Estas dimensões que são parte de um único ser, devem ser levadas em consideração em todas as consultas de enfermagem (George, 2000). A enfermagem usa suas teorias como base de trabalho, todas elas apontam para a esta visão abrangente, chamada holística, que deriva da palavra grega holos que significa inteiro.

A presente pesquisa buscou investigar como os enfermeiros da atualidade estão lidando com esta forma holística de cuidar. Será que eles conhecem a PNI? Será que eles realmente sabem o que é visão holística? Será que eles conseguem aplicar a teoria holística? Buscar a resposta para estas indagações foi o que inspirou esta pesquisa. Estas foram as perguntas que nortearam o presente trabalho. De forma que teve como objetivo avaliar o conhecimento acerca da psiconeuroimunologia, o uso e a aplicabilidade da abordagem holística pelos enfermeiros de Foz do Iguaçu-PR.
Materiais e Métodos
Trata-se de uma pesquisa exploratória e de natureza qualitativa e quantitativa. Os participantes da pesquisa foram enfermeiros de Unidades Básicas de Saúde (UBS) e da Estratégia Saúde da Família (PSF) e do Hospital Municipal Padre Germano Lauck (HMPGL) do município de Foz do Iguaçu-PR.Os critérios de inclusão foram: ser profissional graduado em enfermagem, estar em contato direto com o paciente, estar atuando nos serviços públicos contemplados por esta pesquisa. Foram incluídos na pesquisa os enfermeiros que atendiam os critérios citados, concordaram em participar da pesquisa e assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE)

A coleta de dados foi realizada através da aplicação de um questionário semiestruturado com as seguintes questões: você conhece o termo psiconeuroimunologia? Na sua opinião, fatores psicossociais podem afetar a saúde? Em quais situações você sente que é preciso utilizar um olhar holístico? Você consegue aplicar este olhar nestas situações? Se não, porque? Quais são as barreiras para que esta abordagem seja efetiva? As respostas foram transcritas fielmente utilizando-se o programa Excel (versão 2010, Microsoft, EUA).

Após a transcrição das respostas, a análise do seu conteúdo foi realizada segundo o estilo de “análise de edição”, onde os segmentos mais significativos foram interpretados pelos pesquisadores deste trabalho, classificados, e seus códigos serviram para organizar os dados, tanto para apresentá-los no trabalho, na sua forma original (dado qualitativo) ou processados para o cálculo da sua representação na forma de percentual das respostas (Polit et al., 2004).

Quanto à quantidade de sujeitos da pesquisa, foi seguida a técnica de saturação teórica da informação. De acordo com Denizin & Lincoln (1994), saturação teórica é definida como a suspensão de inclusão de novos participantes quando os dados obtidos passam a apresentar, na avaliação do pesquisador, uma certa redundância ou repetição, não sendo considerado relevante persistir na coleta de dados. (Fontanella et al., 2008).

Esta pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da Universidade Estadual do Oeste do Paraná de acordo com o parecer 810.519 de 25/09/2014.
Resultados e Discussão
Um total de 26 enfermeiros participaram desta pesquisa, sendo que 5 (19,2%) eram da área hospitalar e 21 (80,8%) da atenção básica dos serviços de saúde pública de Foz do Iguaçu- PR.

Na área hospitalar, os 5 (100,0%) participantes eram do sexo feminino, a idade média foi de 30,0 anos (desvio padrão [DP]= 6,6 anos) e o tempo médio de atuação profissional foi de 2,4 anos (DP = 1,7 anos). A maioria dos enfermeiros hospitalares (60,0%) concluíram a graduação em instituição privada e somente 1 (20,0%) possuía especialização.

Na atenção básica, 20 (95,2%) eram do sexo feminino e 1 (4,8%) era do sexo masculino, a idade média destes profissionais foi de 36,2 anos (DP = 8,4 anos), o tempo médio de atuação foi de 9,9 anos (DP = 8,4 anos). A maioria dos profissionais (47,6%) concluíram a graduação em instituição privada, sendo que 2 (9,5%) enfermeiros não responderam a esta questão. 15 (71%) enfermeiros da atenção básica possuíam especialização, somente 1 (4,8%) possuía mestrado.

Com relação ao conhecimento dos enfermeiros pesquisados sobre a psiconeuroimunologia, um total de 4 (15,4%) responderam positivamente. Quando esses enfermeiros foram questionados sobre o significado deste termo, a resposta mais representativa foi a representada a seguir:

“Sim, conceito que aborda uma visão mais ampliada do paciente e doença, une o conhecimento da psicologia, neurologia e imunologia e avalia como o paciente está lidando com seus sentimentos e emoções o que influenciam significativamente no desenvolvimento e curso da doença”. (EU21)

Os enfermeiros foram questionados se fatores psicossociais afetariam a saúde, 25 (96,2%) responderam positivamente e 1 (3,8%) não respondeu à questão.

Em relação ao olhar holístico, quando questionados em quais situações sentem que este olhar é necessário, 23 (88,5%) enfermeiros responderam “em todas as situações:

“Em todas. Todo paciente deve ser olhado com detalhe e atenção pois cada um tem sua peculiaridade, sendo assim todo indivíduo deve ser assistido como um todo”. (EU12)

Quanto à aplicação do olhar holístico nas situações em que julga ser necessário, 19 (76,1%) responderam que conseguem aplicá-lo através de entrevista, exame físico, análise da parte social entre outros fatores.

Os enfermeiros também foram questionados se existiam barreiras para que a abordagem holística fosse efetiva. 24 (92,3%) enfermeiros responderam que sim e 2 (7,7%) enfermeiros responderam que não. As barreiras citadas pelos enfermeiros foram: carga de trabalho excessiva, alta demanda de pacientes, resistência do paciente ou da família, falta de tempo, falta de vontade dos profissionais, falta de preparo profissional, falta de recursos humanos, falta de recursos materiais, falta de espaço físico adequado e falta de efetividade do sistema de saúde. Os enfermeiros que responderam negativamente não explicaram as razões de suas respostas.


Conclusões
Pode-se concluir que a psiconeuroimunologia é um assunto importante, que pode se associar à enfermagem e também a outras disciplinas.

Conclui-se que os enfermeiros de Foz do Igaçu-PR conhecem a abordagem holística e querem utilizá-la, porém existem tantas barreiras, que esta abordagem acaba sendo deixada de lado para priorizar outras tarefas e não causar incômodos aos pacientes.


Agradecimentos
Agradeço a Universidade Estadual do Oeste do Paraná.
Referências
Ader, R. (2000). On the development of psychoneuroimmunology. Eur. J. Pharmacol. 405,167-176.
Alves, G.J. & Palermo-Neto, J. (2007). Neuroimunomodulação: sobre o diálogo entre os sistemas nervoso e imune. Revista Brasileira de Psiquiatria 29, 363-369.
Daruna, J.H. (2012). Introduction to psychoneuroimmunology. Califórnia: Elselvier

Denizin, N. K. & Lincoln, Y. S. (1994). The sage handbook of qualitative research. California: Sage Publications.


Fontanella, B. J. B.; Ricas, J. & Turato, E. R. (2008). Amostragem por saturação em pesquisas qualitativas em saúde: contribuições teóricas. Cad. Saúde Pública 24.

George, J. B. et al. (2000) Teorias de enfermagem: dos fundamentos para à prática profissional. 4.ed. Porto Alegre: Artes Médicas Sul.





: eventos -> eaicti -> eaictiAnais -> arquivos
arquivos -> Avaliação do efeito da clorexidina e do hipoclorito de sódio na cimentação adesiva de pinos – estudo in vitro
arquivos -> Análise clinicopatológica de tumores malignos de glândula salivar provenientes de uma casuística de Cascavel (PR) diagnosticados entre os anos de 2001 a 2015
arquivos -> Análise morfométrica dos tecidos gengivais de ratos castrados e com periodontite experimental
arquivos -> Eletrodo de hidroxiapatita para determinação de matéria orgânica
arquivos -> Aplicabilidade da acupuntura auricular no controle da dor, depressão e incapacidade em pacientes portadores de disfunção temporomandibular
arquivos -> Avaliação clínica comparativa entre duas técnicas cirúrgicas para recobrimento radicular em classes I e II de Miller
arquivos -> Estudo morfométrico do plexo submucoso do jejuno de ratos em modelo experimental de câncer tumor de Walker-256
arquivos -> Avaliação da compactação do solo em sistema semeadura direta submetido ao trafego de conjuntos de transbordos graneleiros
arquivos -> Cateter central de inserção periférica: análise do uso na unidade de tratamento intensivo neonatal do Hospital Universitário do Oeste do Paraná
arquivos -> Avaliação de um verniz experimental a base de própolis aplicado sobre resina acrílica macia. Efeito sobre Candida albicans




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal