Anexo I – Orientações para elaboração do Plano de Concurso



Baixar 37.62 Kb.
Encontro25.10.2017
Tamanho37.62 Kb.






ANEXO – Orientações para elaboração do Plano de Concurso.

(Legislação base: Estatuto; Regimento Geral; Resoluções n° 866 -21.09.1982; n° 901 – 01.12.1982; n° 134 – 07.12.1972 ; n° 364 – 28.04.1976; n° 824 – 01.02.1982 n° 1.178 – 19.11.1984; n° 894 – 12.11.1982; n° 1.249 – 03.06.1985; n° 1.410 – 05.05.1986 e nº 583 – 1992)


1 – IDENTIFICAÇÃO

1.1 – Título:

- Concurso Público para Professor Efetivo da Disciplina de Odontologia em Saúde Coletiva

– Concurso para o Cargo de Docente, da carreira do magistério superior.

- Unidade: Instituto de Ciências da Saúde



1.2 - Classe: Professor Assistente

1.3 – Regime de Trabalho: DE

1.4 – Matéria: Odontologia em Saúde Coletiva

1.5 – Número de Vargas: 02 ( Duas )

1.6 – Justificativa:

A solicitação está baseada nas justificativas abaixo relacionadas:



  1. A rede de atividades curriculares do Projeto Pedagógico vigente (em anexo), apresenta 11 (onze) disciplinas distribuídas ao longo do curso sob responsabilidade dos professores da área de Saúde Coletiva: Ciências Sociais I e II; Odontologia em Saúde Coletiva I, II, III, IV, V, VI, VII e VIII e Estágio Extra-Muro I. A disciplina de Estágio Extra-Muro II até presente momento não está dentro da filosofia prevista no Projeto Pedagógico por falta de parcerias com Secretarias Municipais de Saúde, mas futuramente deve ser assumida pelo grupo de Saúde Coletiva, o que totalizaria doze disciplinas.

  2. O grupo de professores de Saúde Coletiva era composto por 08 professores efetivos e 02 substitutos. Atualmente o quadro é de 05 professores efetivos (Izamir Carnevali de Araújo, Regina Fátima Feio Barroso, Alda França Costa, Marizeli Viana de Aragão Araújo e Ana Carla Magalhães) que possuem carga horária insuficiente para as necessidades das disciplinas, contando com 04 substitutos de 40 horas, que estão assumindo a coordenação de disciplinas, mesmo sem a qualificação adequada.

  3. O Professor Edir Veiga Siqueira, responsável pelas disciplinas de Ciências Sociais I e II, foi transferido para o Instituto de Filosofia e Ciências Humanas e o concurso destinado a sua substituição foi anulado e a vaga destinada ao Curso de Enfermagem para a disciplina de Fundamentos de Enfermagem, necessitando, portanto de reposição imediata.

  4. O Professor Amaury Pacheco Ferreira, também lotado no grupo de Saúde Coletiva faleceu e sua vaga foi aproveitada para as disciplinas de Prótese (40 horas) e para o concurso de Propedêutica Odontológica III em regime de 20 horas em andamento, causando mais uma distorção prejudicial ao grupo.


  1. A Professora Ana Maria Brandão foi transferida a pedido para a Clínica odontológica Infantil, provocando mais uma necessidade para o grupo.

  2. Os professores do grupo têm efetiva participação na administração do curso, sendo membros das Comissões de Bioética, Educação à Distância, além de participarem de Projetos de Extensão e Programa de Pós-graduação, com necessidade de alocação de carga horária para estas atividades. Ressalte-se ainda que atualmente a Profa. Regina Fátima Feio Barroso exerce a função de Vice-Reitora da UFPA.

  3. Em substituição aos professores substitutos Priscilla Scerne Bezerra de Azevedo e Valderez Pena Torres Fortunato.


2 – DA INSCRIÇÃO

2.1 - Perfil do candidato: Os candidatos que poderão concorrer à vaga deverão ser portadores de diploma de Cirurgião Dentista, com título de Mestre, Doutor ou Livre Docência na área de Saúde Pública, Odontologia em Saúde Coletiva, Odontologia Preventiva e Social ou Odontologia com linha de pesquisa ou área de concentração em Saúde Coletiva.

2.2 - Local:

Local: Secretaria da Faculdade de Odontologia – Rua Augusto Corrêa nº 01 – Bairro Guamá – CEP: 66.075-900 – Belém – Pará.



2.3 - Horário: 09: 00 h às 16:00 h.

- Período de Inscrição: 20 dias a contar da data de publicação do edital no Diário Oficial da União.



2.4 – Documentos:

- Documento de identidade (xérox autenticado), C P F (xérox autenticado), Titulo de Eleitor e comprovante da última eleição (xérox autenticado), diploma de Cirurgião Dentista (xérox autenticado), Diploma de Mestre em Saúde Pública, Odontologia em Saúde Coletiva, Odontologia Preventiva e Social ou Odontologia com linha de pesquisa ou área de concentração em Saúde Coletiva (xérox autenticado), 03 (três) cópias do Curriculum Vitae no modelo Lattes, sendo 01 (uma) cópia comprovada (autenticada ou as originais para certificação).



2.5 – Etapas:

1º Entrega dos documentos necessários no local de inscrição ou postagem desses documentos, no correio, até a data limite para a inscrição estabelecida no edital do concurso (válida a data de postagem dos documentos no correio).

2º Homologação da inscrição a ser realizada e divulgada pelo conselho da unidade após analise dos documentos apresentados.

3 – DA COMISSÃO JULGADORA - Para indicação pelo INSTITUTO

Regina Fátima Feio Barroso - Profa. Associado– Doutora

Izamir Carnevali de Araújo – Prof. Adjunto – Mestre
Armando Brito Chermont – Prof. Adjunto – Mestre
Newton Guerreiro da Silva Junior – Prof. Adjunto – Mestre
Mauro de Amorim Acatauassu Nunes – Prof. Adjunto – Mestre

Eliane Bemergui Alves – Profa. Adjunto – Doutora


3.1 – DA COMISSÃO JULGADORA - Para indicação do CONSEPE

  1. Alda França Costa – Prof. Adjunto – Mestre

  2. Antonio José da Silva Nogueira – Prof. Titular – Doutor




  1. Armando Brito Chermont – Prof . Adjunto – Mestre



  1. Newton Guerreiro da Silva Junior – Prof. Adjunto – Mestre



  1. Mauro de Amorim Acatauassu Nunes – Prof. Adjunto – Mestre



  1. Antonio Guilherme Maneschy Faria – Prof. Adjunto - Mestre


4 – DAS PROVAS E DO JULGAMENTO DOS TÍTULOS
4.1 – Provas:

1 – Julgamento de Títulos. – Análises do curriculum vitae

2 – Prova Escrita – Dissertação sobre um dos temas do programa do concurso, sorteado no ato da realização da mesma, com duração máxima de 04 (quatro) horas. A presença do(s) candidato(s) será obrigatória no ato da leitura. O Julgamento da Prova Escrita será realizada em até 48 (quarenta e oito) horas após a realização da mesma.

3 – Prova Didática – Aula proferida sobre um dos temas do programa do concurso no tempo de 50 a 60 minutos.

4 – Prova Prática – Não será realizada prova prática para evitar diferentes situações que favorecer procedimentos clínicos para algum candidato, em decorrência da impossibilidade de selecionar casos idênticos para a referida prova.

4.2 – Julgamento de Títulos:

Os títulos apresentados pelos candidatos a qualquer dos concursos, serão, para efeito de julgamento e avaliação, classificados em quatro (4) grupos:



  • O julgamento de títulos procederá à realização das provas escrita e didática. O candidato que apresentar título compatível com o perfil a que se refere o concurso obterá, pelo menos, a pontuação mínima exigida nessa prova e o diploma do curso de pós-graduação deve ser reconhecido pelo Conselho Federal de Educação, ou quando expedido por Instituições estrangeiras, deve ter sido submetido a processos de revalidação no Brasil, conforme prevê legislação especifica.

I – Títulos decorrentes de atividades didáticas ( Peso 3 )

II – Títulos decorrentes de atividades cientificas, artística de cultura geral (Peso 2 )

III – Títulos acadêmicos ( Peso 3 )

IV – Títulos decorrentes de atividades profissionais ( Peso 2 )
4.3 – Programa:

- Prova Escrita e Prova Didática.

01- As Ciências Sociais na formação do Cirurgião-Dentista

02- Saúde-Doença como processo social

03- Bioética em Odontologia

04- Ergonomia em Odontologia

05- Biossegurança em Odontologia

06- Diagnóstico de cárie dentária

07- Fluorterapia em Odontologia

08- Controle químico da placa bacteriana

09- Controle mecânico da placa bacteriana: Raspagem, alisamento e polimento coronário

10- Dieta e cárie dentária


11- Levantamentos epidemiológicos em saúde bucal: Índice de condições dentárias e necessidades de tratamento e CPITN segundo a OMS

12- Educação em Odontologia

13- Recursos humanos em Odontologia

14- A Odontologia no Sistema Único de Saúde

15- Programa de Saúde da Família e atenção em saúde bucal

16- Centro de Especialidades Odontológicas no SUS

17- Política de Saúde Bucal no Brasil: Brasil Sorridente

18- Mercado de trabalho odontológico

19- Reiniciação ou Iniciação Profissional

20- Gerenciamento do Consultório como microempresa


4.4 – Bibliografia:
ARAUJO, I. C. ; ARAÚJO, M.V.A. Bioética, Saúde e a Odontologia. In ROCHA, M. P. C. Odontologia reabilitadora – Noções Básicas para o clínico. São Paulo: Santos, 2000. p. 261-268.
BARROS, O. B. Ergonomia 1. São Paulo: Pancast editorial, 1991. 196p.
BARROS, O. B. Ergonomia 2. São Paulo: Pancast editorial, 1993. 385p.
BARROS, O. B. Gerenciamento do consultório odontológico. São Paulo: Raízes, 1999. 112p.
BRASIL. Política nacional de saúde bucal. Disponível em: www.saude.gov.br/bucal Acesso em: 26 maio 2006.

BUISCHI, I. P. Promoção de saúde bucal da clínica odontológica. São Paulo: Artes Médicas, 2000. 359p.


BOTAZZO, C.; FREITAS, S. F. T. F. Ciências Sociais e Saúde Bucal. Questões e perspectivas. São Paulo: UNESP.1998. 229p.
CARVALHO, A.C.P.; KRIGER, L. Educação odontológica. São Paulo: Artes Médicas. 2006. 264.
DIAS, A.A. e cols. Saúde bucal coletiva. Metodologia de trabalho e práticas. São Paulo: Santos. 2006. 365p.
FERJESKOV, O.; KIDD, E. Cárie dentária. A doença e seu tratamento clínico. São Paulo: Santos. 2005. 352p.
KRIGER, L. (ORG.) Promoção de saúde bucal. ABOPREV. São Paulo: Artes Médicas. 3. ed. 2003. 504p.
PEREIRA, A.C. Odontologia em saúde coletiva. Planejando ações e promovendo saúde. Artmed. 2008. 440p.
REZENDE, A. L. M. Saúde: dialética do pensar e do fazer. São Paulo: Cortez. 1986. 159 p.
PINTO, V. G. Saúde bucal coletiva, 4. ed. São Paulo: Santos, 2000. 541p.
THYLSTRUP. A: FERJESKOV, O. Cariologia clínica. São Paulo: Santos, 1995. 421 p.

4.5 - Local Horário e Datas das Provas e Julgamento de Títulos.

- O Candidato receberá no ato da inscrição
5 - DO JULGAMENTO E CLASSIFICAÇÃO

Informar que os membros da comissão julgadora atribuirão notas entre 0 e 5 para cada uma das provas de cada candidato, inclusive ao julgamento de títulos conforme determinado no plano de concurso. A nota do candidato em cada prova será obtida pela média aritmética das notas atribuídas por cada membro da comissão julgadora.




Notas

Conceitos

0 a 2,99

INSUFICIENTE

3,0 a 3,99

REGULAR

4,0 a 4,99

BOM

5,0

EXCELENTE
Cada valor numérico atribuído corresponderá a um conceito de acordo com a tabela a seguir:

Os resultados parciais serão lançados em tabelas apropriadas contendo os valores numéricos e os conceitos correspondentes para fins de divulgação.

Será considerado aprovado em cada etapa o candidato que obtiver, no mínimo, o conceito Regular ou o seu correspondente numérico.

A nota final (NF) de cada candidato será obtida pela média aritmética simples das três ou quatro avaliações (Titulo – T; Escrita – E; Didática – D; Prática – P; Defesa de Tese ou Dissertação - DT), conforme o caso.


ou ou
ou
A classificação geral dos candidatos será feita pela ordem decrescente de suas notas finais.

Para o cálculo de todas as médias será considerada até a primeira casa decimal, arredondando-se para o maior valor se o algarismo da segunda casa decimal for igual ou maior que 5.


6 - ATIVIDADES A SEREM EXERCIDAS PELO DOCENTE:

  1. Ministrar disciplinas nos Cursos de Graduação, Pós-Graduação e Extensão;

  2. Orientar estudantes de: Iniciação Científica (IC), Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), Especialização e Mestrado/Doutorado;

c) Participar de Projetos de Pesquisa no âmbito da Unidade ou Subunidade;

d) Integrar-se a todas as atividades acadêmicas e administrativas da Unidade ou Subunidade Acadêmica.


Belém (Pa), 27 de Maio de 2008.

_______________________________



Prof. MSc Armando Brito Chermont

Diretor da Faculdade de Odontologia




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal