Analec e os mercadores de liçÕES



Baixar 2.76 Mb.
Página35/37
Encontro24.10.2017
Tamanho2.76 Mb.
1   ...   29   30   31   32   33   34   35   36   37

Responder







de

Isolino Coimbra

para

simone barros



data

13 de julho de 2010 17:02

assunto

Re: Resposta a comentário literário

enviado por

gmail.com







ocultar detalhes 17:02 (0 minutos atrás)




Olá, Simoni,
Mais uma vez digo, que me senti altamente prestigiado por você, ao receber sua comunicação. Quanto à sua idade, creio que me tenha passado desapercebido ao ler seu perfil, pois fiquei mais centralizado na admiração de sua maneira perfeita de escrever. Vou voltar lá para reler seu perfil  e também visitar suas páginas. Além disso  prometo de periodicamente comentar seus artigos. O fato de te-la, respeitosa e consideradamente, tratado de senhora, foi justamente pela percepção psicológica de que você certamente seria  uma doutora. Por outro lado, talvez seja uma herança, algo como uma doença neuro-psíquica  de meu tempo de criança; pois meu pai era muito exigente quanto a usar o vocábulo  senhor/a para  com os mais velhos do que eu. Ah! Não me leve a mal por lhe enviar muitas letras. Ocorre que eu tenho a mania de editar livros contendo os comentários dos meus queridos leitores, (esse aqui mesmo, junto ao seu email vai ficar nas páginas do próximo) aos quais agrego os meus enviados. Edito-os em minha pequena gráfica (EDICOPER ARTES GRÁFICAS LTDA) cuja função é unicamente para editar e publicar meus livros. Olha, quando eu montar o próximo compêndio de comentários (geralmente faço apenas uns três ou quatro exemplares para minha biblioteca particular) que certamente conterá palavras suas, se desejar receber um,  eu lhe enviarei gratuitamente. Irá demorar um pouco ainda, pois necessito de algo em torno de 300 comentários, para encher umas cento e cinquenta páginas deles.

Muito obrigado pela atenção dispensada a este peregrino. (Se  sentir, visite meu site: www.icopere.com   e clique em Caminho do Céu no Brasil. Tenho lá  muitos poemas, frutos de minhas meditações em Deus. Desejo que sejas sempre protegida por Ele. Até mais.

13/07/2010 09:40

Olá Vera. Após ler os dezenove textos de sua primeira página dei uma paradinha no vinte, (DESEJOS AO LUAR) para enviar meu comentário, não sem antes, porém, de ler seu perfil. Achei lá escrito algo sobre o arco-íris, o que me deu mais força para enviar-lhe minhas palavras. Você, entre muitas outras é verdadeiramente uma grande rainha no castelo das letras! Eu sonho muito com um arco-íris que será formado pelas almas humanas em torno de uma estrela eterna. Olha, pelo seu perfil e pelas suas inúmeras criações literárias, sinto-me mui pequeno para lhe enviar observações, contudo lhe digo que as faço, dando-lhe nota dez para todas poesias suas que lí. Você é Italiana? Espanhola?. Li versos seus contendo os dois idiomas, por conseguinte no mínimo você é admiradora daquelas nações. Olha, gostei da bucólica aquarela contendo a palmeira inclinada sobre o lago! Os matizes e a visão de um belo dia sobre as águas traduzem, creio parte de sua beleza interior, que gente vê através de suas letras. Parabéns, ó rainha e grato pela sua preciosa visita. Faça-o mais vezes; hei de sempre agradecer-te. Abraços do Mensageiro de Luzirmil. (Ah! descubra em minhas literaturas onde fica o país chamado Luzirmil) Se não descobrir, num outro comentário sobre seus enviados lhe mostrarei. Até mais...

Para o texto: DESEJOS DO LUAR (T2266730)
De: Vera Fracaroli
13/07/2010 08:46

Cavenati, você honra-me ao ler algum artigo meu. Sou seu admirador, tanto pela sua nobre inteligência de autor, como pela preciosa consideração aos colegas, que certamente, como eu, sentem-se edificados com suas breves, porém valiosas observações. Pena que a gente tem pouco tempo para ler e escrever aqui; mas mesmo assim vamos nos comunicando, lendo e comentando, ainda que seja em poucos momentos, mas sempre. Abraços do Mensageiro de Luzirmil.

Para o texto: R E F L E X Ã O. (T2188311)
De: cavenatti
13/07/2010 10:17

Olá, jovem poeta. Com vai Jocobina? Já passei por esses lados numa peregrinação. Bem, quero aqui, em primeiro lugar agradecer-te pela breve visita que você fez às minhas letras. Diante de sua atenção, procurei buscar-te nas suas, a inspiração para comentar, afinal os comentários que recebo adicionados os que retribuo, tem me dado condições de montar pequenos livros de memórias e nomes de grandes poetas, como você e outros. Fiquei encantado com suas crônicas! Para um peregrino como eu, que tem sua base de procedimentos, (embora sem fundamentos *adaptivos em filosofias religiosas) na autêntica palavra de Deus, foi muito bom lê-las. Admiro pessoas inteligentes, como você e outros que se interagem com a Providência criadora de todas as coisas, inclusive a humanidade. Realmente caro jovem, certeiramente há um regente maior, manobrando uma batuca para que a orquestra, que eu chamo de CONSTANTE, continue com sua harmoniosa melodia, não só da vida, mas também da morte, sem a qual não teríamos prazer em viver também. Leia alguns textos meus, por exemplo "A Rebelião Contra Ázur" ou o cordel: "O AMOR E O VINHO", enfim leia também meu perfil e depois escreva-me, pode ser por aqui mesmo em poucas palavras, ou em meu blog: www.icoperê.com ou ainda no endereço peregrino.isolino@gmail.com - Bem, vou terminando dizendo-lhe que a partir de agora terás em minha pessoa, um grande admirador! parabéns, amigo.

Para o texto: Vagando num vago vagão (T2348793)
De: Henrique Aragão

12/07/2010 10:32 12/07/2010 09:48 - 

Abrigado Aridne. Sua visita descortinou em meus sentimentos o dever de retribuir-lhe com algumas palavras, mas para tanto eu fiz a leitura de diversos poemas seus, parando por enquanto, em APRENDENDO A AMAR. Digo-te, ó querida poetisa: Se as rosas exalam olores perfumados convidando os beija-flores a visitá-las, suas poesias exalam essências da portentosa literatura do amor afetivo, convidando os apaixonados a ler e apreciar sua colocações. Elas tocam à alma do poeta, e como uma vara de condão, têm poderes que transcendem aos mais puros sentimentos, dando ao espírito cuja riqueza é a inteligência, áureos aspectos de esperança de sucesso no amor! Parabéns e aceite meu sincero agradecimento pela honrosa atenção de sua parte. Sou um pequeno pedaço de espelho quebrado, que embora desprezado, ao receber um foco de luz como a sua, a reflete, ainda que com obscuridade, como forma de retorno agradecido! Leia o livro "UM VIOLINO NAS JORNADAS" que está aqui no Recanto das Letras e participe da vida de um autentico peregrino! Abraços fraternos do Mensageiro de Luzirmil.

Ariadne Cavalcante

Belas trovas, amigo poeta! Parabéns! Gostei muitíssimo! Abraço!

Para o texto: A FLOR MAIS BONITA (T2372593)
Para o texto: Aprendendo a Amar (T2274065)
De: Ariadne Cavalcante

12/07/2010 08:29

Excelente artigo, querida Mônica. Quando eu era tenro em idade ainda, recordo-me que ia com meu pai para a lavoura de café onde trabalhava e constantemente ele me dizia: Meu filho leia o que escrevi nesta folha verde de café. Mas eu lá sabia ler? Mas ele fazia umas letras bonitas, usando um estiletinho de pau. No lugar que ele feria a folha de cafeeiro surgiam pontos ou riscos escuros. Eu me encantava com aquilo; tinha apenas quatro anos, mas meu interesse levou-me a aprender a desenhar nas folhas de café, e também fazer letras, e sempre instruído por ele eu formava palavras, dando-me condições de identificar e ler todas que ele escrevia. Posteriormente, aos meus nove anos de idade, frequentei por três meses uma escola particular, cujo professor era um velho, por nome Enrique Lespinassi; entretanto quando iniciei aquele curso eu já sabia escrever e ler muito bem. Estive depois, mais três anos frequentando o grupo escolar estadual, porém nunca mais estudei em escolas, no entanto os livros passaram a fazer parte de minha vida. Hoje sou escritor profissional, embora autodidata, porém reforço aqui o que você escreveu: Ler é muito bom. Tenho até uma frase que uso em quase todas as aberturas de meus lançamentos: LER É UMA CHANCE DE SE VIVER MUITAS VIDAS". Bem, espero que venha a ler algum artigo meu aqui. Hoje publiquei um conto, que escrevi há muitos anos, por nome: "O Fabuloso Violino do Tempo" isto para atender pedidos de leitores via email, pois não tenho muita afinidade em publicar contos. Meus parabéns pelas suas palavras em favor da literatura. Deus te guie sempre. Abraços de Luzirmil.

Para o texto: A BELEZA INTRANSFERÍVEL DE LER (T2372488)


De: Mônicka Christi

11/07/2010 20:03

Uau! Que bom! Encontrei a rainha das crônicas no Recanto! Li apenas duas, achei-as maravilhosas, tanto no que toca à filosofia das palavras, como na estrutura ortográfica. Sua observação na palavra cético foi muito boa. Ah! Eu passo tanta vergonha! Um dia destes, numa padaria próxima de minha casa, me deparei com um escritor e advogado de renome, momento em que o padeiro, meu conhecido, apresentou-me da seguinte forma: - Aqui está doutor, um rapaz que tem vontade de ser escritor! Seu primeiro livro é um dicionário! Já li alguma parte. É coisa de louco! O doutor nada disse. Ainda bem; tive receio dele querer levantar algum assunto inerente, no qual certamente eu me perderia! Ah! A senhora gosta de gatos? Eu e a Nita também; temos dois, que embora sejam velhos, entretanto ainda ligam "o motor" toda vez que pegamos um deles no colo. Caramba! O que faço aqui? Escrevendo palavras sem sentido para uma das rainhas literária?! Oh! Perdoa-me por escrever tanto, mas confesso que fiquei feliz com sua atenção! No que toca a crer em Deus, a senhora nem faz idéia! Sabe o que é ser um apaixonado por Cristo! Eu sou um, porém à minha maneira, só e sempre peregrinando pelos lugarejos menos habitados. Bem, tenho uma irmã (Irene Coimbra) que escreve aqui também; ela tem até um site do escritor. Faça amizade com ela, é um tanto franca e cética também , mas é gente boa. No mais, desejo-lhe felicidades. Abraços de Luzirmil. Ah! Chamei-a de senhora, mas caso seja jovem não me leve a mal.

Para o texto: Pererecas no quintal (T2355877)


De: Simone Fittipaldi
07/07/2010 18:24

Olá, Barroso, parabéns pelo poema sobre a vida de Cristo. Muito lindo, aliás todos os seus textos são bons. Abraços de Luzirmil.

Para o texto: VIA DOLOROSA. (T2358244)
De: BARROSO

Apagar


07/07/2010 18:12

É como disse Sírlia Lima: Que poeta mais danado! Ele é dos bons mesmo! A gente ri e raciocina ao mesmo tempo. Que bom que no recanto das letras tem ele e outros mais! Desde criança sempre gostei de cordéis, escrevi muitos livretos contendo passagens de minha vida e de outros que me pediram para bolar e escrever. Te admiro Renato! Seu vocabulário é de uma extensão admirável! Dou-lhe meus parabéns mais uma vez. Não me canso de ler suas mensagens ligeiras e bem colocadas. Abraços de Luzirmil.

07/07/2010 17:49

Professora Cássia, deixei para mandar meu comentário ao final de su primeira página, pois li toda ela, desde o "Rio Pombo" até a "Rosa". Maravilhosos! Não tenho palavras, primeiramente para agradecê-la por ter visitado as "campas esquecidas". Você não sabe o quanto me alegrou em receber notícias de Santo Antônio de Pádua. Estive dois dias em Pirapetinga, Depois fui para Vila Velha e passei por aí; se não me engano, sua cidade tem um bairro um pouco distante do centro, porém faz divisa com Pirapetinga, não? Olha, seus pequenos, porém lindos poemas, todos enfeitados com fotos coloridas e com toques ecológicos, me tocaram a alma! Parabéns querida irmã de letras. Voltando a falar do rio, cuja foto transmite-nos ainda um pouco de esperança, recordo-me de ter passado em algum ponto sobre ele. Pena que os rios do planeta estão condenados! Soubemos que recentemente o rio Pombo foi invadido por enorme quantidade de poluentes industriais...Bem, vamos deixar os lamentos e continuar em nosso recanto, expondo idéias e confraternizando-nos com boas palavras.Abraços de Luzirmil.

Para o texto: ROSA (T2346142)
De: cassiateixeira

07/07/2010 17:49

Professora Cássia, deixei para mandar meu comentário ao final de su primeira página, pois li toda ela, desde o "Rio Pombo" até a "Rosa". Maravilhosos! Não tenho palavras, primeiramente para agradecê-la por ter visitado as "campas esquecidas". Você não sabe o quanto me alegrou em receber notícias de Santo Antônio de Pádua. Estive dois dias em Pirapetinga, Depois fui para Vila Velha e passei por aí; se não me engano, sua cidade tem um bairro um pouco distante do centro, porém faz divisa com Pirapetinga, não? Olha, seus pequenos, porém lindos poemas, todos enfeitados com fotos coloridas e com toques ecológicos, me tocaram a alma! Parabéns querida irmã de letras. Voltando a falar do rio, cuja foto transmite-nos ainda um pouco de esperança, recordo-me de ter passado em algum ponto sobre ele. Pena que os rios do planeta estão condenados! Soubemos que recentemente o rio Pombo foi invadido por enorme quantidade de poluentes industriais...Bem, vamos deixar os lamentos e continuar em nosso recanto, expondo idéias e confraternizando-nos com boas palavras.Abraços de Luzirmil.

Para o texto: ROSA (T2346142)


De: cassiateixeira

06/07/2010 10:07

Márcia, só pelo seu perfil percebi que tens muito a nos transmitir com seus textos. Encontrei-te nos enviados para minha irmã, Irene Coimbra, que pela falta de tempo dela estou respondendo ao seu poster. Perdoe-me a ousadia, mas seu nome "Márcia" me faz lembrar do tempo em que o Moacir Franco cantava uma música por nome "Márcia amiga, o tempo vai dizer..."Ah! recordação...de uma menininha que tinha esse nome, depois cresceu e não mais a vi. Olha, sua pena teve nas analéctas palavras de "Pensamentos Amaranhados" um inteligente percurso nas vias da grandeza literária. Parabéns e abraços de Luzirmil Coimbra e de minha irmã Irene Coimbra!

Para o texto: Pensamento Emaranhado. (T2359629)


De: Márcia Barcelos

06/07/2010 09:16

Lindas palavras, querida Mel. Só de ler seu pseudônimo a gente se sente mais seguro espiritualmente. Para um peregrino, que vive levando mensagens de esperança aos mais recônditos lugares dos sertões, sua mensagem me fez incluí-la em minha lista de MENSAGEIROS DE LUZIRMIL. Espero ler outros mais. Ah! Eu não tenho religião, porém convicção de que existe o universo de Deus, para onde seremos transladados num futuro. Vamos aguardar. Leia meu perfil e minhas poesias transcendentais e certamente verá que nos sintonizamos na filosofia cristã!

Para o texto: Teu Querer em Mim...*** (T2361144)


De: Mel Braga Protegida por um Anjo

06/07/2010 08:55

De um sol negro; passando pelo portão; atinando com o cúmplice do dinheiro; pensando nos corvos e seus puleiros; remédios que não curam; um pobre coitado; na orgia, na algazarra; a verdade e o perdão; o perfume do jardim e o próprio fim: formaram um conjunto de temas que só o pensamento nobre de um grande poeta poderia reunir. Mais uma vez meus parabéns, prezado colega. Me vi gratificado em ter notícias suas em meus recebidos. Obrigado amigo. Abraços de um peregrino.

Para o texto: S O I S . . . . . (T2256737)


De: cavenatti

Apagar

05/07/2010 18:58

Ah! Em algum Lugar do Passado! O encantamento da recordação faz parte dos pensamentos de qualquer poeta que se preze! Em cada lugar, em cada tempo, sempre existirão neles, reflexos dos fatores preponderantes que marcam a vida dos que amam. Parabéns, Marilda. Seus pensamentos poéticos, são simbolos da suavidade literária! Obrigado por nos premiar com seu escritos no recanto das letras!

Para o texto: **Em algum lugar do passado** (T2335211)


De: lavienrose

05/07/2010 18:41

Formidável! Me embalei em seus sonetos e pequenas poesias, sempre enfeitadas com as cores oriundas dos belos quadros e fotos. Suas colocações sobre o amor formam pontes para o devaneio e mergulho na paixão. Laços de sua sublime intelectualidade ligam palavras, imaginadas com cálculos precisos do bem querer!Parabéns, nobre companheira de artes, e obrigado por ter lido "Sino e a Bicicleta"

Para o texto: Tanto Amor (T2183944)


De: ElischaDewes

05/07/2010 15:09

Aproveito a impressionante foto do cogumelo atômico, para transmitir notícias, já que atenciosamente leu um artigo meu. Muito obrigado, nobre colega de letras. Só de ler seu perfil já me senti recompensado por saber que tomaste um tempinho para dirigir sua atenção às minhas colocações no recanto das letras. Parabéns pela inteligência que demonstras em suas belas composições e fotos! Abraços de um peregrino.

Para o texto: O ATOMO (T2323050)


De: Noronha de Araujo
05/07/2010 14:54

Pois é Renato. Li apenas este primeiro cordel colocativo, mas já percebi que vou ler os demais textos seus. Você é bom na trovinha. É tão gostoso ler rimas bem colocadas, a gente vai formando um cenário de cortinas filosóficas, cujos coloridos primam por fazer o leitor ler o verso seguinte, mesmo que queira parar por falta de tempo. Pena que a gente tem que trabalhar, caso contrário eu ficaria lendo o tempo todo, tudo que tem no recanto! Abraços pela sua atenção para comigo e receba este comentário como um aperto de mão. Parabéns colega!

Para o texto: Risco de segregação. (T2338693)
De: Renato Lima

05/07/2010 14:42

Maravilhoso, querida Maria Luiza! Além de brindar seus leitores com suas letras bem colocadas no tocante ao amor, brinda-nos também com belas fotos, inclusive a suas e de seus pais. Podemos captar suas mensagens em dois sentidos, difratados através dos olhos, já que com eles lemos e apreciamos os motivos fotográficos. Lindos! Por enquanto li a primeira página, até as citações finais ETERNAMENTE SE HÁ DE AMAR. Espero contar com mais tempo para continuar a ler seus 409 textos. Puxa! Você é um símbolo nas trilhas do cupido! Parabéns e continue, escrevendo e lendo, que eu também farei o mesmo - Abraços fraternos de Luzirmil.

Para o texto: AMO-TE ASSIM... (T2201370)


De: Maria Luiza D Errico Nieto

05/07/2010 13:36

Meus parabéns Lord. Admiro quando um poeta cria palavras dignificando as pessoas que os prezam. No tocante a isto, faço aqui minha retribuição pelo seu carinhoso comentário às minhas letras. Aceite um abraço amigo de Luzirmil.

Para o texto: Maíla (T2347660)


De: Lord Daniel Salem

05/07/2010 13:11

Das palavras simples de profundidade poética, a conclusão a tirar de seu poema "DESEJOS ATEU"; eu, como alguém que se imanta com o magnetismo da literatura, só tenho a lhe dizer que deves continuar com esta magnífica maneira de levar aos inteligentes leitores, o poder do abstrato. Nas poucas palavras desenhaste a aquarela do amor! Parabéns, nobre colega!

Para o texto: DESEJOS ATEU. (T2359289)


De: cavenatti

05/07/2010 10:58

Beleza, caro Roberto. Ler seus textos como outros mais do recanto, instiga-me a fazer idéias do quanto é difícil compor poemas. O negócio e procurar inspiração vagando sem direção mesmo. Parabéns amigo.Abraços

Para o texto: O Poeta procurando inspiração (T2359252)


De: Roberto Fraga

05/07/2010 10:52

Olá Maninha. Bem vinda ao recanto. Nota dez pra você e seus textos. Por que será nossos pais colocaram nossos nomes com "I" no começo? Deveriam ter me chamado de Luzirmil Coimbra e você da forma como está. Concordas? Bem, você é uma grande escritora! Além de ser professora de português,inglês, espanhol e apresentadora literária num canal de TV. Diante de tanta cultura em sua cuca peço para ler meus textos e constatando erros, por favor, comunique-me. Você sabe que de letras e literaturas entendo pouco! Componho tudo por indução psicossomática! evidentemente recebidas por irradiação do país de Luzirmil! Brincadeira Mana, mas quero dar-lhe os parabéns, aliás sempre a parabenizei. Olha, Gostei da declamação que fizeste de meu poema (O BRADO INÚTIL DOS POETAS) na TV as 22,40h do dia 2 de julho. Se puder me arranjar cópia daquele video ser-lhe- grato. No mais digo-lhe muito obrigado, querida mana, você é uma poetisa sensacional!

Para o texto: Pensamento (T2351582)


De: Irene Coimbra

05/07/2010 05:32

Olá, Leonardo. Tirei esta madrugada para ler mais de 50% de seus textos. Pude ter uma visão dos picos picantes, e no andamento das várias leituras, a introversão centrífuga, gerando de tal movimento, a subjetividade, e como um magnetismo que é repassado a quem lê, disparam partículas movimentadas do intelecto de um grande pensador! Você faz das letras, frases variadas, contendo agulhadas que levam à perceptividade! Meus parabéns. Você me faz lembrar um amigo advogado, cronista, radicado uma cidade mineira de médio porte: ele enche as colunas de um jornal local de crivos ant políticos, denotando uma subjetiva revolta contra a conjuntura formada pela sociedade rasteira que entrevemos nos tempos atuais; evidentemente vinda das mazelas administrativas! Abraços e continue no recanto.

Para o texto: Socos no Boi Bumbá (T1611961)


De: Leonardo Dias
04/07/2010 15:23

Você é de Coruripe!? Ah! que saudades do irmão Sarapião, plantador de cocos. Estive na casa dele alguns dias em 1993, período em ele me levou em diversas cidades de Alagoas para consertar órgãos, (como forma de uma missão, pois não havia remunerado) de nossas igrejas, CCB. Pude conhecer Arapiraca, Palmeira dos Índios, Capelinha e até a bela capital Maceió. Poeta você é dez! sou um admirador de cordel e gostei de encontrar alguém que usa as letras para compor cordéis, evidentemente dentro de minhas aceitações! Bem vindo, vamos instruis nossos amigos a ler cordéis, é a melhor literatura, em meu ponto de vista!

Para o texto: Cuidado com o vírus (T2356201)
De: Dorgival poeta

04/07/2010 15:15

Você é demais, Poeta! Essa do jogo em que o Brasil perdeu e da caninha pitu, me fez lembrar meu pai que gostava daquela pinguinha. Olhe sou seu fã. Na verdade minhas filosofias são mais para o lado transcendeal, mas as suas! Desopilam o fígado! Meus parabens!

Para o texto:  Cuidado com o vírus (T2356201)


De: Dorgival poeta

04/07/2010 11:00

Essa do jumento foi me fazer mal de tanto rir. Parabens!

Para o texto: O Jumento sensível (T2357315)


De: Dorgival poeta

4/07/2010 10:57

Meu nobre colega! Descobri suas composições e fiquei encantado! 2717 textos! Vou lê-los metodicamente, depois comentarei alguns.Muito obrigado por nos proporcionar tão lindas leituras.abraços de COIMBRA "O PEREGRINO": Luzirmil

Para o texto: MORRER DE AMOR (T2357228)


De: jurinha caldas

04/07/2010 03:05

Pude ler, por enquanto: de "O POETA" à "LUZ QUE VEM DE VOCÊ"! Todos são lindos. São compostos de bases reflexivas, o que para um aprendiz de poeta como eu, serviu de incentivo. Na próxima madrugada voltarei a ler o restante. Seus textos me transmitiram paz. Envio votos de benção a você, a Lêca e seus filhos. Luzirmil

Para o texto: A LUZ QUE VEM DE VOCÊ (T2298695)


De: heliojsilva

04/07/2010 02:45

Quando se trata da palavra caridade, manuseada por um grande poeta como você, para um mensageiro de Luzirmil, é gratificante saber que existem pessoas como você e outros que valorizam esse substantivo abstrato. Já registrei-o em minha lista "MSL" (MENSAGEIROS DE LUZIRMIL)eles têm, em razão de serem dotados de inteligência, o dom, e até um relativo dever de sempre falar bem da caridade e pregar a esperança de um futuro, melhor do que o passado. Abraços de Isolino Coimbra - Luzirmil

Para o texto: A CARIDADE (T2342835)


De: heliojsilva

04/07/2010 02:31

Duas palavras (garimpo e ouro )em seu maravilhoso poema me fizeram recordar de um tempo distante em que meu pai e eu garimpava; ele: tentando encontrar ouro no cascalho, e eu ficava procurando palavras para fazer poesias para os meus sonhos. Parabéns, caro colega. Estarei indicando a leitura de seus testos para os amigos.

Para o texto: O POETA (T2352533)


De: heliojsilv

02/07/2010 12:17

Meu comentário, caro colega, é dizer-te que sou teu admirador. Meu tempo de leitura doravante será preenchido, também pelos seus textos - Luzirmil

Para o texto: O POETA ..... (T2333496)


De: cavenatti

22/06/2010 17:50

Como rastros na areia, São seus versos, ó wurthar, Ao nobre leitor norteiaE faz ele se encontrar!Sou-lhe grato, por ter lidoMinhas letras assentadas,Dou a ti meus parabéns,Pelas palavras grafadas!Que venhas ter sucessoCom suas belas poesiasE na escala do progressoVá mais alto a cada dia!Abraços - Luzirmil

Para o texto: Amor Sem Fim (T2332625)


De: Wurthar




1   ...   29   30   31   32   33   34   35   36   37


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal