Altana leia com atenção, antes de usar o produto hidrafix®



Baixar 25.25 Kb.
Encontro18.09.2019
Tamanho25.25 Kb.

ALTANA

Leia com atenção, antes de usar o produto



HIDRAFIX®

CLORETO DE SÓDIO, CLORETO DE POTÁSSIO, CITRATO DE SÓDIO, GLICOSE

Solução Oral Concentrada

Apresentações

Embalagens com 25 cartuchos, cada um contendo 2 flaconetes com 25 ml, nos sabores framboesa, laranja e uva.

USO ADULTO OU PEDIÁTRICO

Composição Cada ml da solução preparada contém:

Cloreto de Sódio ..............................................2,34 mg

Cloreto de Potássio ...........................................1,49 mg

Citrato de Sódio ................................................1,96 mg

Glicose...........................................................19,83 mg

Veículo aromatizado q.s.p......................................1 ml

Cada 1000 ml da solução preparada proporciona 60 mEq de Sódio, 20 mEq de Potássio, 60 mEq de Cloreto, 20 mEq de Citrato e 110 mMol de Glicose. Veículo: Sabor framboesa: metilparabeno, propilparabeno, álcool etílico, sacarina sódica, água deionizada, aroma de framboesa e corante verme­lho Ponceau 4R. Sabor laranja: metilparabeno, propilparabeno, álcool etílico, sacarina sódica, água deionizada, aroma de laranja e corante amarelo cre­púsculo. Sabor uva: metilparabeno, propilparabeno, álcool etílico, sacarina sódica, água deionizada, aro­ma de uva, corante azul brilhante e corante verme­lho Ponceau 4R.



Informação ao Paciente Açâo esperada do medicamento

A ação esperada deste medicamento é prevenir a de­sidratação ou manter a recuperação de água e sais que se conseguiu na reidrataçâo.

Cuidados de armazenamento Conserve o produto na embalagem original e à tem­peratura ambiente (15'C a 30"C).

Prazo de validade

O prazo de validade está impresso na embalagem do produto. Após o preparo da solução, o produto deve ser mantido em local fresco, devendo ser utilizado dentro de 24 horas. Passado esse prazo, o que restar da solução deve ser eliminado e, se necessário, abrir novo flaconete. Não use medicamento com o prazo de validade vencido, pois, além de não obter o efeito desejado, você estará prejudicando sua saúde.



Gravidez e lactação

Informe ao seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Infor­me ao seu médico se estiver amamentando.



Cuidados de administração

Hidrafix deve ser diluído antes do uso, conforme es­pecificado no " Modo de Preparar". Use a quantidade correia de água. A solução preparada de Hidrafix deve ser dada à vontade, pura, mas intercalando-se com

administração de outros líquidos (água, sucos, chás, leite, sopas), por um ou dois dias, ou pelo tempo que o médico indicar.

Reações adversas Ainda não foram relatadas reações adversas com o

uso do produto.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

Leia com atenção as "Contra-Indicações' e 'Precau­ções"; em caso de dúvida, consulte seu médico.

Contra-indicações e precauções

Não deve ser utilizado por pacientes com hipersensibilidade aos componentes da fórmula.

Riscos da automedicação: NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERI­GOSO PARA A SUA SAÚDE.

Como evitar a diarreia e a desidratação

A diarreia e a desidratação podem ser evitadas com cui­dados de higiene: lave bem as mãos e os seios antes de amamentar; lave bem as mãos e os utensílios antes de preparar a comida; toda a louça onde a criança come deve ser bem limpa; mantenha os alimentos protegi­dos do calor e cobertos, para evitar insetos e pó. Em dias de calor, vista a criança com roupas leves e ofe­reça líquidos à vontade.

O leite materno é o melhor alimento para crianças pequenas e ajuda a evitar diarreia e desidratação;

amamente seu filho sempre que possível.



Informação Técnica Características

Hidrafix é um medicamento cuja composição permi­te repor a água corporal e eletrólitos (sódio, potás­sio, cloreto, citrato) que são perdidos durante episó­dios de diarreia aguda, com ou sem vómitos, em cri­anças e adultos. Corrige-se assim os desequilíbrios hidroeletrolítico e ácido-básico.

Indicações

Para prevenção de perdas de água e sais minerais (de­sidratação) e manutenção da hidratação após a fase de reidrataçâo.



Contra-indicações

Hipersensibilidade aos componentes da fórmula. Vi­gência de íleo-paralítico, obstrução e perfuraçao-in-testinal e vómitos incoercíveis, .e-

Precauçóes e advertências

Administração com cautela se a função renal estiver' diminuída.

Interaçôes medicamentosas

Até o momento não foram relatados casos de interação medicamentosa com o uso do produto.


Hidrafix pode ser usado como tratamento comple­mentar, associado a outros medicamentos, dependen­do da etiologia da moléstia.

Reaçôes adversas Ainda não foram relatadas reaçôes adversas com o

uso do produto.

Posologia e modo de usar

Diluir o conteúdo de 1 flaconete (25 ml) em um copo ou mamadeira, completando para 250 ml com água potável fria, previamente filtrada e/ou fervida. A so­lução preparada deve ser mantida em vasilhame tam­pado e em lugar fresco, devendo ser utilizada dentro de 24 horas. Passado esse prazo, o que restar da solu­ção deve ser eliminado e, se necessário, abrir novo flaconete. A solução preparada deve ser oferecida ao paciente com frequência, de acordo com o quadro clinico ou a critério médico alternando-se com ou­tros líquidos (leite, sucos, chás, sopas, água). Adicio­nalmente, pode-se administrar o produto após cada evacuação líquida.



Superdose

Se a função renal estiver normal, nas primeiras horas de reidratação, dificilmente ocorrerá superdose, pois os rins excretam excessos de eletrólitos. No caso de superdose pode ocorrer hipernatremia e/ou hiperpotassemia. As formas leves são geralmente assintomáticas. Hipernatremia severa pode manifes­tar-se por febre elevada, sede, oligúria, alteração da consciência, irritabilidade, hiper-reflexia, rigidez de nuca e convulsões; quando não corrigida, pode levar a lesão cerebral. Hiperpotassemia severa pode causar fraqueza e paralisia musculares, arritmias cardíacas, falência circulatória e parada cardíaca.

Tratamento: acompanhamento de dosagens frequen­tes de eletrólitos sanguíneos. Administração de água, alternadamente com a solução para TRO, ou substi­tuição por hidratação l.V., orientada por dosagens de eletrólitos sanguíneos. Em hiperpotassemia, acompa­nhamento por ECG; medidas paliativas de curta dura­ção, visando impedir ação tóxica sobre o miocárdio, como injeçâo l.V. de gluconato de cálcio, infusão de soluções alcalinizantes, infusão de insulina e glicose (1 U/4g) para favorecer a entrada de potássio nas célu­las. Nos casos mais graves de hipernatremia e/ou hiperpotassemia é indicada diálise peritonial.

SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR. NÃO DE­SAPARECENDO OS SINTOMAS, PROCURE ORIENTA­ÇÃO MÉDICA.

Registro MS-1.0639.0162 ,£-. Farmacêiïtico Responsável:

Dr. Remaldo Sinnemann - CRF-SP n° 8254

N° do lote, data da fabricação e data da validade: vide cartucho.

EMCASOOiOliTOASUliUESIATTOIBITE

^0800-7710345

www.altanapharma.com.br



ALTANA Pharma Ltda.

Rodovia SP 340 S/N, Km 133,5 Jaguariúna - SP CNPJ 60.397.775/0008-40 Indústria Brasileira HIFLQ0599-03A - versão 22.08.02





•^lllll



«



ALTANA Pharma Ltda. é o novo nome da Byk Química e Farmacêutica Ltda.



Cód.Laetus: 192



Cód.: 1030285



150x210 mm









©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal