AdministraçÃo da produçÃO



Baixar 10.58 Kb.
Encontro09.05.2018
Tamanho10.58 Kb.

CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO A VOZ DO MERCADO / ESTRATÉGIAS DA PRODUÇÃO – RESUMO 2
ADM1032 - GESTÃO DA PRODUÇÃO E OPERAÇÕES I Período 2009.1 Prof. Sales Vidal

COMPETITIVIDADE / VANTAGEM COMPETITIVA / ESTRATÉGIA APO - Martins (Cap. 2)

Em relação ao mercado, ou seja, em relação ao que o consumidor quer, a Empresa precisa estar atenta para dois aspectos básicos: identificar as necessidades dos consumidores e saber como atende-las.

O desenvolvimento de uma Estratégia de Produção (que apoia a estratégia de longo prazo da Empresa – a Estratégia Corporativa, que define como a Empresa irá se posicionar no mercado, como irá competir com seus concorrentes) consiste na definição de como criar ou agregar valor para os consumidores:

. valor de forma: produção;

. “ “ lugar: transporte (Logística);

. “ “ tempo: estoques (Logística);

. “ “ posse: vendas, finanças.
O valor é agregado através de vantagens competitivas (algum tipo de vantagem oferecido aos consumidores através de seus produtos ou serviços, frente aos concorrentes), que determinam sua competitividade no mercado.
Competitividade: uma empresa é dita competitiva quando apresenta condições de concorrer com um ou mais fabricantes e/ou fornecedores de um produto/serviço em um determinado mercado.
ESTRATÉGIA DE MANUFATURA (DE PRODUÇÃO OU DE OPERAÇÕES):


  1. CUSTOS: produzir bens ou prestar serviços ao menor custo possível (menor preço de venda);

  2. QUALIDADE: fornecer produtos/serviços de qualidade, com um duplo efeito – a melhoria da qualidade, ao contrário do que se imaginava, trouxe uma consequente redução dos custos de produção;

  3. ENTREGA: quanto menor o prazo de entrega dos produtos/serviços, maior a satisfação dos consumidores e, também:

. menores serão os estoques intermediários;

. maior será o giro de materiais;

. mais cedo será realizada a receita;

. menores serão os desperdícios e perdas.



  1. FLEXIBILIDADE: é a capacidade da empresa em adaptar-se rapidamente às mudanças nas tendências do mercado – ser ágil na adaptação às novas exigências e necessidades dos consumidores;

  2. INOVAÇÃO: é a capacidade da empresa de antecipar-se às necessidades dos consumidores, criando novos produtos e serviços;

  3. SERVIÇOS: a prestação de serviços agregados aos produtos, pós vendas, em forma de acompanhamento ou como forma de agregar mais valor;

  4. CONTROLE AMBIENTAL: oferta de produtos e serviços que não agridam o meio ambiente.



ESTRATÉGIA DE MANUFATURA AO LONGO DO TEMPO


1950 1960 1970 1980 1990 2000




CUSTOS QUALIDADE ENTREGA FLEXIBILIDADE SERVIÇOS AMBIENTE







MINIMIZAÇÃO DE CUSTOS MAXIMIZAÇÃO DE VALOR

. TECNOLOGIA BASEADA . TECNOLOGIA BASEADA NA INFORMAÇÃO

NA MANUFATURA
COMPETÊNCIAS CENTRAIS (ESSENCIAIS): definidas como a habilidade ou conjunto de habilidades que a Empresa possui (ou terá que desenvolver) para permitir que a mesma se diferencie de suas concorrentes.
As empresas deveriam se concentrar em suas competências centrais (envidando atenção, esforços e energia apenas às suas atividades fins de seu negócio) e entregar à gestão de terceiros (terceirizar) todas as demais atividades que não são críticas para o seu sucesso.

Uma empresa pode ser vista como um grande processo, o qual, a partir de insumos e de algum tipo de conversão produz bens ou serviços.



Este grande processo, uma empresa, geralmente é constituída por inúmeros subprocessos menores.

Cada processo, de qualquer setor de uma empresa, pode ser analisado segundo a abordagem empregada no conceito de sistemas de produção: insumos / processo de conversão / resultados / subsistema de controle e, ainda, submetidos a influências e restrições internas e externas.




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal