Aal atm adaptation layer, camada de adaptação atm


Network processor card, placa processadora de rede



Baixar 5.88 Mb.
Página79/111
Encontro07.10.2019
Tamanho5.88 Mb.
1   ...   75   76   77   78   79   80   81   82   ...   111

Network processor card, placa processadora de rede. Principal recurso de computação e armazenamento do switch ATM LightStream 2020. Cada switch LightStream 2020 tem um ou dois NPs. A segunda placa, se houver, serve como um backup da primeira. Cada NP é associado a uma unidade de disquete para carga de software e a uma unidade de disco rígido para armazenamento de software e dados de configuração. Cada NP também tem uma placa de acesso que fornece uma porta Ethernet.

PLC

Packet line card, placa de linha de pacote. Placa no switch ATM LightStream 2020 que pode ser configurada apenas como uma edge card. Uma PLC, em conjunção com a placa de acesso, suporta até oito Ethernet ou duas portas de borda FDDI.

PLCP

Physical layer convergence procedure, procedimento de convergência da camada física. Especificação que mapeia as células de ATM em meios físicos, como T3 ou E3, e define certas informações de gerenciamento.

PLP

Packet level protocol, protocolo de nível de pacote. Protocolo da camada de rede na pilha de protocolos X.25. Às vezes chamado de X.25 Nível 3 ou X.25 Protocol. Consulte também X.25.

PLU

Primary LU, LU primária. A LU que está iniciando uma sessão com outra LU. Consulte também LU.

PMD

Physical medium dependent, dependente do meio físico. A subcamada da camada física FDDI que faz interface diretamente com o meio físico e que executa as funções mais básicas de transmissão de bit da rede. Consulte também PHY.

PNNI

Private Network-Network Interface, interface de rede a rede privada. Especificação do ATM Forum que descreve um protocolo de roteamento do circuito virtual ATM, assim como um protocolo de sinalização entre os switches ATM. Usada para permitir que os switches ATM dentro de uma rede privada se interconectem. As vezes chamado de Private Network Node Interface, interface de nós de rede privada.

point of presence

Consulte POP.



Point-to-Point Protocol

Consulte PPP.



poison reverse updates

Atualizações de roteamento que indicam se uma rede ou sub-rede é inalcançável, em vez de implicar que uma rede é inalcançável ao não incluí-la nas atualizações. Poison reverse updates são enviados para derrotar grandes loops de roteamento. A implementação Cisco IGRP usa o poison reverse updates.



policiamento de tráfego

Processo usado para medir o fluxo de tráfego real através de uma conexão específica e compará-lo com o fluxo de tráfego total admissível para essa conexão. O tráfego fora do fluxo permitido pode receber uma tag (onde o bit do CLP é definido como 1) e pode ser descartado da rota se houver congestionamento. O policiamento de tráfego é usado em redes ATM, Frame Relay e outros tipos de redes. Também conhecido como controle de admissão, processamento de permissão, imposição de taxa e UPC (usage parameter control). Consulte também tráfego marcado.



polling

Método de acesso no qual um dispositivo de rede principal indaga, de um modo ordenado, se os secundários têm dados para transmitir. A indagação ocorre na forma de uma mensagem para cada secundário que fornece ao secundário o direito de transmitir.



polling de proxy

Técnica que alivia a carga através de uma rede SDLC ao permitir que os roteadores atuem como proxies de nós principais e secundários, mantendo assim o tráfego de polling fora dos links compartilhados. O polling de proxy tem sido substituído pelo transporte SDLC. Consulte Transporte SDLC.



ponto de serviço

Interface entre dispositivos não SNA e o NetView que envia alertas de equipamento desconhecido para o ambiente SNA.



POP



1   ...   75   76   77   78   79   80   81   82   ...   111


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal