Aal atm adaptation layer, camada de adaptação atm


Packet assembler/disassembler, montador/desmontador de pacotes



Baixar 5.88 Mb.
Página76/111
Encontro07.10.2019
Tamanho5.88 Mb.
1   ...   72   73   74   75   76   77   78   79   ...   111

Packet assembler/disassembler, montador/desmontador de pacotes. Dispositivo usado para conectar dispositivos simples (como terminais no modo de caracteres) que não suportam toda a funcionalidade de um protocolo particular para uma rede. PADs armazenam dados e montam e desmontam pacotes enviados a esses dispositivos finais.

paddle card

Consulte placa de acesso.



padrão

Conjunto de regras ou procedimentos amplamente usados ou especificados oficialmente. Consulte também padrão de facto.



padrão de facto

Padrão que existe pela natureza de seu uso corrente. Compare com padrão de jure. Consulte também padrão.



padrão de jure standard

Padrão que existe devido à aprovação de um órgão de definição de padrões oficial. Compare com padrão de facto. Consulte também padrão.



Palo Alto Research Center

Consulte PARC.



PAM

Pulse amplitude modulation, modulação de amplitude de pulso. Esquema de modulação onde a onda de modulação é originada para modular a amplitude de um fluxo de pulsos. Compare com AM e FM. Consulte também modulação.

PAP

Password Authentication Protocol, protocolo de autenticação de senha. Protocolo de autenticação que permite aos pares PPP autenticarem uns aos outros. A tentativa do roteador remoto de conectar-se ao roteador local é solicitada para enviar uma solicitação de autenticação. Ao contrário do CHAP, o PAP passa a senha e o nome do host ou nome do usuário sem codificação (descriptografado). O PAP não impede o acesso não autorizado, mas simplesmente identifica a extremidade remota. O roteador ou o servidor de acesso, então, determina se esse usuário tem acesso permitido. O PAP é suportado apenas em linhas PPP. Compare com CHAP.

par trançado

Meio de transmissão com velocidade relativamente baixa constituído de dois fios isolados arrumados em um padrão em espiral normal. Os fios podem ser blindados ou não. O par trançado é comum em aplicativos de telefonia e é bastante comum em redes de dados. Consulte também STP e UTP.



paralelismo

Indica que existem vários caminhos entre dois pontos em uma rede. Esses caminhos podem ter custos iguais ou diferentes. O paralelismo é freqüentemente uma meta de projeto da rede: se um caminho falhar, há a redundância na rede para garantir que exista um caminho alternativo para o mesmo ponto.



parâmetros QOS

Quality of service parameters, parâmetros de qualidade de serviço. Parâmetros que controlam a quantidade de tráfego que o roteador de fonte em uma rede ATM envia por um SVC. Se nenhum switch ao longo do caminho puder acomodar os parâmetros QOS exigidos, o pedido é rejeitado e uma mensagem de rejeição é encaminhada de volta ao gerador do pedido.

PARC

Palo Alto Research Center. Centro de desenvolvimento e pesquisa operado pela XEROX. Várias tecnologias amplamente usadas foram originalmente concebidas no PARC, incluindo os primeiros computadores pessoais e as LANs.

PARC Universal Protocol

Consulte PUP.



passagem de token

Método de acesso pelo qual os dispositivos em rede acessam o meio físico de forma ordenada baseados na posse de um pequeno quadro chamado token. Diferencie de comutação de circuitos e contenção. Consulte também token.



Password Authentication Protocol

Consulte PAP.



patch panel

Um conjunto de posições de pinos e portas que podem ser montados em um rack ou em uma braçadeira de parede no wiring closet. Os patch panels agem como mesas telefônicas que conectam os cabos das estações de trabalho entre si e à saída.



PBX



1   ...   72   73   74   75   76   77   78   79   ...   111


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal