Aal atm adaptation layer, camada de adaptação atm


Command line interface, interface de linha de comando



Baixar 5.88 Mb.
Página21/111
Encontro07.10.2019
Tamanho5.88 Mb.
1   ...   17   18   19   20   21   22   23   24   ...   111

Command line interface, interface de linha de comando. A interface da linha de comando no LightStream 2020 que é executada em NPs e Sun SPARCstations e é usada para monitorar e controlar uma rede ATM.

cliente

Nó ou programa de software (dispositivo de front-end) que solicita serviços de um servidor. Consulte também servidor de back-end, front end e servidor.



CLNP

Connectionless Network Protocol, protocolo de rede sem serviços de conexão. Protocolo da camada de rede OSI que não exige que um circuito seja estabelecido antes que os dados sejam transmitidos. Consulte também CLNS.

CLNS

Connectionless Network Service, serviço de rede sem fio. Serviço da camada de rede OSI que não exige que um circuito seja estabelecido antes que os dados sejam transmitidos. O CLNS roteia as mensagens aos seus destinos independentemente de qualquer outra mensagem. Consulte também CLNP.

CLP

Cell loss priority, prioridade de perda de célula. Campo no cabeçalho da célula do ATM que determina a probabilidade de uma célula ser abandonada se a rede ficar congestionada. Células com CLP = 0 têm tráfego garantido, são improváveis de ser abandonadas. Células com CLP = 1 são tráfegos de melhor esforço, que podem ser abandonadas em condições de congestionamento com o objetivo de liberar recursos para tratar do tráfego garantido.

CMI

Coded mark inversion, inversão de marca codificada. Técnica de codificação de linha ITU-T especificada para transmissões de STS-3c. Também usada em sistemas DS-1. Consulte também DS-1 e STS-3c.

CMIP

Common Management Information Protocol, protocolo de informações de gerenciamento comum. Protocolo de gerenciamento de rede OSI criado e padronizado pela ISO para o monitoramento e o controle de redes heterogêneas. Consulte também CMIS.

CMIS

Common Management Information Services, serviços de informações de gerenciamento comum. Interface de serviço de gerenciamento de rede OSI criada e padronizada pela ISO para o monitoramento e o controle de redes heterogêneas. Consulte também CMIP.

CMNS

Connection-Mode Network Service, serviço de rede do modo de conexão. Estende a comutação X.25 local a uma variedade de meios (Ethernet, FDDI e Token Ring). Consulte também CONP.

CMT

Connection management, gerenciamento de conexão. Processo de FDDI que trata da transição do anel através dos seus diversos estados (desligado, ativo, conectado e assim por diante), como definido pela especificação ANSI X3T9.5.

CO

Central office, escritório central. Escritório da empresa de telefonia local ao qual todos os loops locais em uma determinada área se conectam e no qual ocorre a comutação de circuitos das linhas dos assinantes.

CODEC

Coder-decoder, codificador-decodificador. Dispositivo que usa tipicamente a PCM para transformar sinais analógicos em fluxo de bits digitais e para transformar de volta sinais digitais em analógicos.

coded mark inversion

Consulte CMI.



coder-decoder

Consulte CODEC.



codificação

Processo pelo qual os bits são representados por voltagens.






1   ...   17   18   19   20   21   22   23   24   ...   111


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal