Aal atm adaptation layer, camada de adaptação atm


X Display Manager Control Protocol, protocolo de controle do gerenciador de exibição X



Baixar 5.88 Mb.
Página111/111
Encontro07.10.2019
Tamanho5.88 Mb.
1   ...   103   104   105   106   107   108   109   110   111

X Display Manager Control Protocol, protocolo de controle do gerenciador de exibição X. Protocolo usado para comunicação entre terminais X e estações de trabalho executando UNIX.

Xerox Network Systems

Consulte XNS.



XID

Exchange identification, identificação do Exchange. Pacotes de solicitação e resposta trocados antes de uma sessão entre um roteador e um host de Token Ring. Se os parâmetros de um dispositivo serial contidos no pacote XID não coincidirem com a configuração do host, a sessão termina.

Xid

Consulte termid.



XNS

Xerox Network Systems. Conjunto de protocolos projetado originalmente por PARC. Muitas empresas de rede para PC, como a 3Com, Banyan, Novell e UB Networks, usaram ou usam atualmente uma variação do XNS como seu protocolo de transporte principal.

XRemote

Protocolo desenvolvido especificamente para otimizar o suporte a X Windows em um link de comunicações serial.



XStream

Principal PSN público nos Estados Unidos operado por MCI. Conhecido anteriormente como TYMNET.



Z

ZIP

Zone Information Protocol, protocolo de informações de zona. Protocolo da camada de sessão AppleTalk que mapeia os números de rede em nomes de zonas. Consulte também tempestade de ZIP e zona.

zona

No AppleTalk, um grupo lógico de dispositivos de rede. Consulte também ZIP.



zona AppleTalk

Consulte zona.



zona de autoridade

Associada com o DNS, uma zona de autoridade é uma seção da árvore de nome de domínio para a qual um servidor de nome é a autoridade. Consulte também DNS.



zona de troca livre

Parte de uma internetwork AppleTalk que é acessível a duas outras partes da internetwork que não podem se acessar diretamente.



Zone Information Protocol

Consulte ZIP.



Números

µ

Mícron. Consulte mícron.

10 Mbps

Milhões de bits por segundo. A unidade de taxa de transferência de informações. A Ethernet transporta 10 Mbps.



100BaseFX

Especificação de Fast Ethernet de banda base de 100 Mbps usando dois cabos retorcidos de fibra óptica multimodo por link. Para garantir uma temporização de sinal correta, um link de 100BaseFX não pode exceder 400 metros de comprimento. Baseado no padrão IEEE 802,3. Consulte também 100BaseX, Fast Ethernet e IEEE 802.3.



100BaseT

Especificação de Fast Ethernet de banda base de 100 Mbps usando o cabeamento UTP. Como a tecnologia 10BaseT na qual ele está baseado, o 100BaseT envia pulsos de link para o segmento de rede quando nenhum tráfego estiver presente. Entretanto, esses pulsos de link contêm mais informações do que os usados no 10BaseT. Baseado no padrão IEEE 802,3. Consulte também 10BaseT, Fast Ethernet e IEEE 802.3.



100BaseT4

Especificação de Fast Ethernet de banda base de 100 Mbps usando quatro pares de cabeamento UTP de Categoria 3, 4 ou 5. Para garantir uma temporização de sinal correta, um segmento de 100BaseT4 não pode exceder 100 metros de comprimento. Baseado no padrão IEEE 802,3. Consulte também Fast Ethernet e IEEE 802.3.



100BaseTX

Especificação de Fast Ethernet de banda base de 100 Mbps usando dois pares de cabeamento UTP ou STP. O primeiro par de cabos é usado para receber dados, o segundo é usado para transmitir. Para garantir uma temporização de sinal correta, um segmento de 100BaseTX não pode exceder 100 metros de comprimento. Baseado no padrão IEEE 802,3. Consulte também 100BaseX, Fast Ethernet e IEEE 802.3.



100BaseX

Especificação de Fast Ethernet de banda base de 100 Mbps que se refere aos padrões 100BaseFX e 100BaseTX de Fast Ethernet em cabeamento de fibra óptica. Baseado no padrão IEEE 802,3. Consulte também 100BaseFX, 100BaseTX, Fast Ethernet e IEEE 802.3.



100VG-AnyLAN

Tecnologia de meios de Fast Ethernet e Token Ring de 100 Mbps usando quatro pares de cabeamento UTP de Categoria 3, 4 ou 5. Essa tecnologia de transporte de alta velocidade, desenvolvida pela Hewlett-Packard, pode ser operada em redes 10BaseT Ethernet existentes. Baseado no padrão IEEE 802.12. Consulte também IEEE 802.12.



10Base2

Especificação de Ethernet de banda base de 10 Mbps usando cabo coaxial fino de 50 ohms. O 10Base2, que é parte da especificação IEEE 802.3, tem um limite de distância de 185 metros por segmento. Consulte também Cheapernet, Ethernet, IEEE 802.3 e Thinnet.



10Base5

Especificação de Ethernet de banda base de 10 Mbps usando cabo coaxial de banda base padrão (grosso) de 50 ohms. O 10Base5, que é parte da especificação da camada física de banda base IEEE 802.3, tem um limite de distância de 500 metros por segmento. Consulte também Ethernet e IEEE 802.3.



10BaseF

Especificação de Ethernet de banda base de 10 Mbps que se refere aos padrões 10BaseFB, 10BaseFL e 10BaseFP de Ethernet em cabeamento de fibra óptica. Consulte também 10BaseFB, 10BaseFL, 10BaseFP e Ethernet.



10BaseFB

Especificação de Ethernet de banda base de 10 Mbps usando cabeamento de fibra óptica. O 10BaseFB é parte da especificação 10BaseF do IEEE. Ele não é usado para conectar estações de usuários, mas, em vez disso, fornece um backbone de sinalização síncrono que permite que segmentos e repetidores adicionais sejam conectados à rede. Os segmentos de 10BaseFB podem ter até 2.000 metros de comprimento. Consulte também 10BaseF e Ethernet.



10BaseFL

Especificação de Ethernet de banda base de 10 Mbps usando cabeamento de fibra óptica. O 10BaseFL é parte da especificação 10BaseF do IEEE e, por ter a capacidade de interoperar com o FOIRL, é designado para substituir a especificação FOIRL. Os segmentos de 10BaseFL podem ter até 1.000 metros de comprimento se forem usados com FOIRL, e até 2.000 metros se o 10BaseFL for usado exclusivamente. Consulte também 10BaseF, Ethernet e FOIRL.



10BaseFP

Especificação de Ethernet de banda base passiva em fibra de 10 Mbps usando cabeamento de fibra óptica. O 10BaseFP é parte da especificação 10BaseF do IEEE. Ele organiza vários computadores em uma topologia em estrela sem o uso de repetidores. Os segmentos de 10BaseFP podem ter até 500 metros de comprimento. Consulte também 10BaseF e Ethernet.



10BaseT

Especificação de Ethernet de banda base de 10 Mbps usando dois pares de cabeamento de par trançado (Categorias 3, 4 ou 5): um par para transmitir dados e o outro para receber dados. O 10BaseT, que é parte da especificação IEEE 802.3, tem um limite de distância de aproximadamente 100 metros por segmento. Consulte também Ethernet e IEEE 802.3.



10Broad36

Especificação de Ethernet de banda larga de 10 Mbps usando cabo coaxial de banda larga. O 10Broad36, que é parte da especificação IEEE 802.3, tem um limite de distância de 3.600 metros por segmento. Consulte também Ethernet e IEEE 802.3.



500-CS

servidor de comunicações da série 500. Servidor de comunicação multiprotocolo da Cisco que combina as capacidades de um servidor terminal, um servidor de telecomutação, um conversor de protocolo e um roteador assíncrono em uma unidade.


1   ...   103   104   105   106   107   108   109   110   111


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal