A terra e a lua


INFLUÊNCIA DOS ESPÍRITOS DURANTE A GERAÇÃO DO HOMEM



Baixar 0.8 Mb.
Página10/16
Encontro07.10.2019
Tamanho0.8 Mb.
1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   ...   16

INFLUÊNCIA DOS ESPÍRITOS DURANTE A GERAÇÃO DO HOMEM
Já vos foi dito tanta coisa a respeito da natureza do homem, sua alma e espírito de sorte que estais bem informados. Também a geração vos foi demonstrada de várias maneiras e assim só nos resta apontarmos a influência dos espíritos neste ato criador.

Quanto à procriação ela não se diferencia do ato animal, pois a diferença ocorre mais intimamente. É preciso que a alma já exista perfeita antes da procriação, quer dizer, ela tem que unificar dentro de si todos os elementos específicos distribuídos pelo universo todo e que lhe são encaminhados para tal fim.

Tal compêndio específico substancialmente perfeito já é a própria alma, apenas são tais elementos caoticamente mesclados a ponto que se poderia afirmar: a alma antes da procriação é um novelo emaranhado que precisa ser primeiro desmanchado a fim de atingir uma forma. O desembaraçar começa com o ato procriador, pois neste instante esse novelo psíquico é empurrado para dentro do corpo materno e envolto por uma membrana.

Dentro de tal invólucro as inteligências afins começam a se reconhecer, aproximam-se e se amalgamam. Para que isto seja possível, os espíritos lhes facultam luz provocando a unificação através da coação dos espíritos incumbidos de tal tarefa. Tais espíritos são os ditos anjos da guarda, grandes e pequenos que exercem sua influência. Não existe criatura que não possua ao menos 3 espíritos protetores, 2 anjos comuns e um grande anjo, sobre os quais Se encontra de guarda o Sétimo que já conheceis.

Esses espíritos protetores e anjos estão em contacto com a alma recém-criada desde o momento criador e zelam constantemente por sua formação ordenada.

Tão logo a psique tiver recebido a forma humana dentro de seu invólucro, ela recebe do ventre materno elementos específicos correspondentes que ela usa finalmente para a- própria concatenação mais sólida de suas inteligências.

Isso feito, outros elementos específicos se projetam ao local à» procriação e são aproveitados para a formação dos nervos. Esses nervos são linhas e cordas imediatamente agarradas pela alma a fim de proporcionar ao corpo qualquer movimentação possível.

Quando os nervos estão prontos em suas bases e ligas, novos elementos seguem aquele caminho para serem organizados na formação dos intestinos. Quando estes estiverem prontos em suas bases primitivas são imediatamente ligados aos nervos principais.

Após essa tarefa, outros elementos específicos se dedicam à final formação das vísceras. Havendo na cabeça o maior acúmulo de nervos, principalmente no occipício onde também a alma tem seu cérebro, inicia-se com a formação das vísceras também a da cabeça, quadro correspondente da alma porque todas as suas inteligências se concentram na cabeça por determinadas irradiações. Como os olhos são o símbolo mais perfeito da inteligência, eles se destacam especialmente na cabeça onde se mesclam todas as irradiações isoladas da alma e precisamente por tal confusão formam a visão natural da mesma com a qual ela consegue vislumbrar o mundo exterior dentro de si.

Quando a alma tiver concluído esse trabalho através da ajudada vontade dos espíritos, novos elementos específicos lhe são facultados e deles já se organizam várias coisas do corpo humano. A ocorrência é automática tão logo for demonstrado o caminho para a ordem. Aqui se formam carne, cartilagem, músculos, tendões e ossos pela fusão da assimilação dos elementos. A direção poderia ser errada e por ela também a forma caso os espíritos não apontassem o caminho certo aos elementos inteligenciados, erro que sucede quando a mãe em gestação se dirige ao inferno com sua mente onde então os Meus bons espíritos e anjos não podem prestar companhia ativa. As conseqüências de tal calamidade se apresentam geralmente num aborto ou numa aberração do inferno, razão por que se deve aconselhar à todas as mães portarem-se cristãmente.

51.° CAPÍTULO
DESENVOLVIMENTO DO FETO

Quando a alma tiver formado as cartilagens, músculos, ossos e tendões, ela se incumbe de levar à perfeição os membros por meio de ordenado emprego dos elementos necessários. Em seguida, ela se retrai nas vísceras e começa a por em movimento os músculos do coração e a tal movimento são abertos os órgãos e de certo modo furados por humores especiais e claros como água.

Ocorrida essa perfuração^ a alma ativa o baço com que se produz imediatamente o sangue levado aos ventrículos de onde é igualmente impulsionado aos órgãos perfurados.

Depois de o sangue ter feito a primeira circulação, o estômago é posto em atividade e provoca uma fermentação maior dos humores que nele repousam com que são separados os elementos mais substanciais e, os mais grosseiros, indigestos e viscosos são expelidos pelo canal comum, momento em que o líquido se forma na bexiga e nada mais é que o detrito da criança- dentro do ventre materno.

Quando esse fruto tiver passado cerca de 3 meses dentro do ventre, a alma serenada recebe — uma vez que seu coração atingiu certa solidez — um espírito eterno sob sete invólucros. Ninguém deve imaginar um invólucro material, mas espiritual, muito mais forte e durável, o que já se vê em muitas ocasiões no mundo, onde é mais fácil de se romper um cárcere material que um espiritual. Dizei por exemplo a um pobre que deve perfurar uma parede resistente, que ele tomará de um formão e martelo e em breve terá dominado o problema. Se ele procurar um rico e avarento, nada alcançará com seus instrumentos, muito menos com pedidos dominará o coração do outro, pois é enclausurado com amarras espirituais que nenhum poder terreno poderá perfurar. Tal coisa só é possível ao Espírito de todos os espíritos.

Depois de ter sido colocado o espírito no coração da alma, ocorrência que se dá em algumas crianças mais cedo ou mais tarde, e em muitas três dias antes do nascimento, o corpo se desenvolve mais rapidamente e o parto entra em ação.

Durante tal época deve a mãe abster-se de todas as insuflações e desejos que geralmente se originam do inferno, e se ela for tocada em tal situação por tal estímulo, o espírito, pólo oposto da alma, se irrita e marca a mesma no ponto estimulado. Tal marca psíquica também se reproduz no corpo, razão por que as crianças nascem com tais sinais.

A ação dos espíritos concorre para que tal sinal só se apresente pequeno e não na alma toda e posteriormente no corpo. Se isto não fosse cuidado, facilmente sucederia uma estigmatização total do inferno provocando a perdição da alma e a morte física, o que de fato é a intenção do inferno.

Por esse motivo é conveniente precaver-se de pessoas que apresentam muitos sinais acima descritos. Não raro despertam os elementos específicos do inferno em ta! criatura tornando-a maldosa numa esfera qualquer. Não alimenta fé alguma ou se entrega à impudicícia ou à crítica maldosa e nesse sentido vale a recomendação: Precavei-vos das pessoas marcadas. O inferno marca a todos e tudo que dá a fim de não lhe ser tirado e uma vez passado o prazo prefixado, possa reclamar sua presa.

Sucede quase o mesmo no mundo. As criaturas celestes também dividem sua posse com os irmãos sem documento de dívida, pois dão sem intenção de receber de volta, não havendo processo legal.

As pessoas mundanas também fazem caridade, mas nunca sem documento legal a fim de poderem reclamar a dívida decorrido o prazo, e caso o devedor não estiver em condições de pagar, haverá processo e condenação, — e tal ato é infernal, pois o inferno reclama e processa sempre.

Entretanto não deveis tomar muito a sério tais sinais; quando são poucos e muito pequenos, quase não têm a influência acima descrita. De qualquer maneira os espíritos protetores e orientadores impedem o inferno em tais atitudes nocivas e se uma criança- durante a luta dos espíritos bons contra os maus recebe alguns sinais, eles não trazem conseqüências por terem sido afastados os elementos infernais.

Talvez um psicólogo indagaria: Como pode o Senhor com todos os Seus Exércitos de anjos dotados de Poder e Sabedoria, permitir que o inferno tenha tal atitude no fruto inocente no ventre materno? Não me parece muito sábio e dá impressão de impotência.

Então respondo: Cada um tem o que é seu. Deixai vicejar o joio com o trigo até a época da colheita. Então será separado tudo que é infernal dos elementos celestes, levando cada tendência à sua origem. Com isto não se perderá nenhuma alma ainda que tivesse mil sinais do inferno dentro de si, pois eles seriam tirados e levados ao inferno. No entanto depende tudo da humildade com que a alma se tiver empenhado na salvação de seu espírito. Ele liberto, ela também estará livre de tudo por ele. Não conseguindo isto, a alma ficará presa até que o espírito tenha perdido seu invólucro séptuplo, a fim de se unificar com ela.

Quando a criança nasce, os pulmões são postos em atividade e ela começa a absorver com cada respiração inúmeros elementos específicos usados imediatamente para a formação do sistema nervoso e fortalecimento da alma, isto é, o que diz respeito à sua natureza substancial. Quanto ao seu alimento interno, ela o recebe através dos sentidos físicos organizados pêlos espíritos neste setor.

Com essa explicação recebestes tudo que ocorre na esfera espiritual da primeira região. Uma revelação maior e minuciosa é impossível porque uma ocorrência espiritual não pode ser dada por palavras materiais além da clareza que contém Quem for detentor de sentimento justo com o qual ouvirá, verá, apalpará e sentirá tudo, facilmente receberá a convicção básica daquilo que foi dito na máxima clareza. Com isso terminamos a primeira região e passaremos ac interior do planeta para finalizarmos esse estudo.

52° CAPÍTULO
ALMA E ESPIRITO DENTRO DO HOMEM
Quanto à Terra física foi esse estudo minuciosamente explicado na parte natural. Que esse planeta nada tem de material, iremos perceber mais claramente pela revelação que se segue Para tanto é preciso chegar-se a um conhecimento exato do que vem a ser alma e espírito.

A alma é o órgão receptador para as incontáveis idéias da Causa Original de onde surgiu qual hálito É portadora das formas, condições e atividades especiais, tudo isto depositado nela em diminutos invólucros.

A medida certa de tudo isto em UM ser forma uma alma perfeita. Ela sendo um compêndio de inúmeras partículas de inteligências variadas pode igualmente ser separada em suas partes substanciais assim como o ar que forma e representa um conglomerado, é suscetível de separações múltiplas.

Disto temos prova na espuma que consiste apenas de bolhas de ar formadas pela movimentação de um líquido algo pegajoso. Tão logo as bolhas se desmancham, o ar se junta com a massa.

Deste modo também todo Universo está repleto de Idéias de Deus e são as mesmas que se encontram numa mônade, se bem que numa proporção diminuta, assim como o ar na minúscula bolha de sabão contém todos os elementos do ar comum. Eis portanto a formação da alma.

E o espírito? — O espírito não tem forma própria, mas é a entidade que cria as formas e somente depois delas criadas o espírito pode surgir como forma ativa. Com outras palavras: Toda força tem que encontrar uma contra-força caso se deva manifestar como tal. Somente em virtude de tal ponto de reação a força consegue externar seus efeitos.

O espírito é portanto semelhante à luz que sempre será luz. mas não poderá se apresentar antes de encontrar um objeto a ser iluminado. A luz do Sol, por exemplo, irradia constantemente; mas sem objeto ela não pode ser vista. Uma noite sem luar possui a mesma luz emanada do Sol quanto uma noite enluarada. Qualquer leigo pode verificar de que lado a Lua recebe a luz solar.

O efeito espiritual da luz é facilmente registrado dentro da natureza. Existe tudo na Terra e no ar, todas as formas do ser e crescer repousam inertes dentro da matéria aparente; mas basta aparecer a luz, -e todas adquirem vida e se integram para novas formas. Basta comparardes inverno e verão para perceberdes o efeito espiritual da luz. Agora sabeis que o espírito é a luz que se produz de seu próprio calor desde eternidades e semelhante ao calor do amor e à luz da sabedoria.

Ainda que a criatura possuísse uma alma muito perfeita, mas dispondo de pouca ou nenhuma sabedoria, essa pessoa terá pouca ação psíquica e física. Tão logo se fizer alguma- luz dentro da alma, ela será ativa segundo sua medida de luz.

A alma de um imbecil é tão perfeita quanto a de um professor de filosofia, mas o físico é por demais grosseiro e pesado não permitindo a penetração da luz, — ou a centelha de luz dentro da alma não pode inflamar-se por ser demasiadamente pressionada pela massa pesada da carne. A alma de um professor permite a passagem de muita luz, pois a matéria física tornou-se mais solta g não comprime a chama espiritual a um só ponto.

No primeiro caso se descobrirá pouca ou nenhuma atividade; no segundo, o indivíduo iluminado não encontrará sossego diante de tamanha atividade.

Ainda não estamos falando da SABEDORIA, quando tudo na firma se toma claro, e sim de certa claridade ou nenhuma noção das coisas, de onde se deduz que sem espírito ou luz tudo está morto e incapaz de uma evolução e aperfeiçoamento, enquanto na luz tudo se torna vivo e perfeito.

A luz por certo também não tem forma; mas ela CRIA as formas e age como tal dentro das mesmas- As formas podem ser criadas isoladas ou separadas. Mas a luz não pode ser dividida, pois penetra tudo sem limitação naquilo que é capaz de assimilação. O que não estiver em tais situações é em si trevoso e morto, pois um estado opaco da alma representa sua morte.

Subentende-se que falamos de uma luz eterna e constante que unicamente condiciona a vida, não de uma luz provocada por raio ou tiro que só fornece claridade duvidosa por momentos. Quando apagada, a escuridão é dez vezes maior que antes. Tal luz é igual à infernal, pois no inferno também ocorrem tais chamas que sempre são acompanhadas de treva imensa.


Cientes da diferença entre alma e espírito concluímos que a Terra nada mais é que a alma aprisionada de Satanás enquanto seu espírito se acha atado por laços novos e impenetráveis.

53° CAPÍTULO


A ALMA DE SATANÁS
Vimos anteriormente que a alma, compêndio de inúmeras partículas inteligenciadas ou noções em miniatura, pode também ser dividida em sua totalidade ou em certos compêndios segundo as inteligências individuais fornecendo correspondentes formas.

Exemplos disto existem na superfície e no interior da Terra. Basta observardes as múltiplas espécies de metais, flora e fauna. Se bem que sejam apenas tipos materiais, representam precisamente os tipos da forma psíquica interna. A forma externa só pode corresponder à sua força interna.

Tal divisão psíquica sucedeu na criação do primeiro casa! humano, quando de uma alma se fizeram duas. O Criador não soprou um hálito vivo também nas narinas de Eva, pois ela surgiu de Adão com corpo e alma. Nesta segunda alma foi também deitado um espírito imortal e assim se criaram de um ser e uma alma, DOIS, todavia em uma carne e uma alma. Tal divisão psíquica se observa facilmente nas crianças cuja alma em parte foi tirada da alma dos pais provando sua semelhança fisionômica. O elemento heterogêneo continua estranho aos genitores.

Muito mais flagrante se representa essa divisão no mundo espiritual através das aparições mais estranhas. Uma alma que passou sua vida terrena contrária aos parágrafos luminosos do Livro da Vida ou não foi bem treinada segundo o Evangelho, aparece no mundo espiritual sob formas mais estranhas que se estendem às aberrações animais. Isto porque ela desperdiçou grande porção de elementos específicos indispensáveis para seu aperfeiçoamento. Eles não se encontrando no momento do desprendimento, a forma da alma é muito imperfeita, assim como muitas almas se entregam por demais ao sensualismo atingindo um excesso de elementos imprestáveis para sua natureza. Tais psiques recebem no além uma quantidade de excrescências horríveis.

À medida que uma criatura alimenta determinada tendência sexual esta se destaca na alma em virtude do excesso de substâncias inteligenciadas que segundo a regra do Livro da Vida e sua ordem estabelecida não pertencem mais à forma puramente humana da psique.

Em certas pessoas tais anormalidades da alma já se demonstram no físico, se bem que não de um modo geral porque ele não absorve tão facilmente elementos heterogêneos quanto a alma. Somente quando ela tiver assimilado muito cedo ou também em virtude dos pecados paternais, elementos imprestáveis, eles são transmitidos visivelmente ao corpo enquanto ele ainda estiver mais acessível para tanto.

Desta demonstração vimos claramente que a alma pode ser dividida não somente dentro do corpo, mas também em seu estado livre.

Afirmamos acima que a Terra toda é uma alma de Satanás. Não só ela, mas todos os inúmeros mundos cósmicos são formados desta alma dividida precisamente em tais mundos, em inúmeros compêndios.

O espírito não é divisível, pois se for depositado como unidade numa alma grande ou pequena, ele continua como tal. Ainda que a alma de Lúcifer tenha sido tão imensa, só era possível ser habitada por UM espírito. Esse espírito que provocou sua própria queda não pode habitarem todos os inúmeros compêndios divididos de sua alma de origem concreta. Sua morada se restringe exclusivamente nesse vosso planeta. Todos os demais mundos, embora sejam partes dessa alma, são livres desses moradores. Precisamente por isso as criaturas daqueles mundos, muito embora de índole melhor que os terráqueos, jamais atingirão o ápice perfeito e divino dos filhos desta Terra, que sendo espiritualmente o mais atrasado e distante de Deus, poderá se tornar o mais perfeito e semelhante ao Pai, em caso de regeneração.

Por tal motivo escolhi, o Senhor, esta Terra, para palco de Minha máxima Misericórdia recriando todos os Céus em seu solo.

Toda criatura que nasce aqui recebe um espírito de Mim e pode atingir indubitavelmente a perfeita filiação de Deus seguindo a Ordem prescrita.

Nos demais corpos cósmicos as criaturas recebem espíritos dos anjos, pois cada anjo é um filho de Deus e teve que passar por esta Terra, como Eu Mesmo e todos os arcanjos, e por isso possui a força criadora dentro de si. Ele pode usá-la do excesso de seu amor e sabedoria e assim educar e criar como Deus, filhos de Seu Nome.

Tais filhos são filhos substitutos e não verdadeiros de Deus, mas podem alcançar a filiação Divina através da encarnação neste planeta.

Isso não deixa de ser um prejuízo para as criaturas dessa Terra porque habitam tão próximas do pior dos espíritos que muito as persegue. Em compensação, -elas têm a infinita vantagem de possuírem um espírito forte de Deus com o qual poderão facilmente enfrentar a maldade de Satanás, se assim o querem, tornando-se filhos perfeitos de Deus.

Talvez alguém externe a seguinte objeção: De onde foram tirados os espíritos para os outros habitantes planetares numa época em que a Terra ainda não acolhia criatura alguma, mormente na suposição de que mundos solares muito mais antigos já deviam possuir criaturas humanas alguns bilhões de anos antes da Terra? — A tal objeção só posso dizer: Aqueles mundos muito mais antigos também se originam da mesma alma de Satanás, e quanto maior for o vegetal, tanto mais tempo precisa para dar frutos.

Deitai na terra um grão de trigo e uma semente de carvalho e perguntai-vos qual dos dois dará frutos primeiro. O grão de trigo produzirá em alguns meses seus semelhantes. No carvalho serão precisos vários anos. Esse exemplo é suficiente para compreenderdes que um sol central é vários decilhões de anos terráqueos mais antigo que a Terra que também já conta com alguns quintilhões de anos, de sorte que sendo e!e muito maior que a Terra, produzirá seus produtos comparativamente muito mais tarde. De Minha parte foi por Mim bem calculado que os frutos de todos os corpos cósmicos cheguem à maturação até que o ponto central da Criação espiritual esteja em condições de transplantar seu excesso vital aos frutos de outros corpos cósmicos.

É bem verdade que por exemplo no sol central Urca tenham existido seres humanos antes de a Terra ter sido separada desse sol; mas esses seres estão sujeitos a outra idade que os terráqueos. Se tal criatura de Urca conta apenas dez anos de seu astro, já é mais antiga que toda nossa Terra de onde s'e deduz que os primogênitos de lá ainda vivam até esse momento e outros que ainda nascerão, viverão enquanto a Terra existir. É portanto compreensível ter sido fácil, no que diz respeito ao tempo, que todos os anjos tenham passado Comigo o caminho da carne e, como Meus filhos, de há muito se suprem do grande supérfluo de sua existência podendo passá-lo em criaturas de outros planetas.

Qualquer pessoa dotada de alguma noção espiritual deduzirá que a alma é divisível, principalmente a alma original do primeiro espírito criado. Além disto concluímos igualmente que precisamente esta Terra é a parte de sua alma primária que ele habita exclusivamente . Na próxima vez observaremos a maneira pela qual são extraídas constantemente novas almas daquela psique primitiva.

54° CAPÍTULO
LEI DIVISÍVEL DAS ALMAS
Já foi demonstrado através da exemplificação dos reinos mineral -e vegetal a maneira pela qual uma quantidade enorme de elementos específicos do solo terráqueo sobe constantemente, se une e organiza segundo a vontade dos espíritos incumbidos dessa tarefa e que tudo que surge na Terra é de certo modo elemento psíquico.

Tal divisão é organizada dentro de uma POLÍTICA DIVINA pela qual o próprio Satanás é forçado a ser o primeiro servente de pedreiro. Ele quer libertar sua alma através de sua própria força e dar-lhe a antiga extensão, por isso se incendeia constantemente no interior de sua alma total de elementos telúricos imprensados. Através dessa constante inflamação ele quer transformar a matéria aparente em substância sutil. Tal esforço é-lhe permitido sob limitação ordenada e para tal fim o organismo do planeta é de tal modo formado que esse espírito mau é constantemente ativo.

De fato alimenta a ilusão que através de sua atividade já conseguiu libertar quase toda sua alma- aprisionada, por isso expele incessantemente os elementos específicos do centro da Terra. Ignora que tais elementos são captados -e capturados pelos espíritos poderosos e enquadrados para novas formas humanas perfeitas.

Tais elementos são naturalmente de espécie infernal e maus. Por isso devem subir através de uma imensa cadeia de seres e assim fermentar antes de se prestarem para uma consistência humana.

A tendência infernal se demonstra em muitos elementos que precedem ao homem. Observai a natureza venenosa de quase todos os metais, da flora e fauna, a fúria dos animais ferozes e a terrível astúcia dos vermes venenosos, — e não escapará ao vosso olhar a maldade em tais elementos. Até mesmo nos homens se manifesta essa tendência puramente infernal em tamanho grau que não raro apresenta pouca diferença do príncipe das trevas.

Esse elemento puramente maldoso só é exposto a uma nova fermentação através da interferência do Específico mais poderoso: a Palavra de Deus, quando então é pacificado e transformado em tendência celeste naturalmente não de um momento para outro.

Os elementos dentro da alma humana já se tornam celestes tão lego forem penetrados pelo espírito, mas o físico é em todas as suas partículas totalmente mau ou infernal. Por esse motivo é preciso que a carne seja submetida a uma quantidade de provações humilhantes até que se transforme pouco a pouco em parte integrante da alma anteriormente já purificada.

Por tal motivo é necessário que o corpo faleça mais uma vez, ou melhor dizendo, seja dissolvido e se transforme em vários vermes, lá morrendo de novo e após tal dissolução seja transferido em inúmeros infusórios. Esses passam para o reino vegetal. As plantas apodrecem em diversos estados na terra, no fogo, no estômago dos animais até que o último átomo seja libertado. Em certas pessoas isso demora vários séculos; em outras, vaidosas e amantes de seu físico, milênios até que ocorra a total dissolução física. Se bem que o fermento puramente maldoso do inferno permaneça indestrutível para todos os tempos como posse básica de Satanás a fim de que mantenha um corpo permanente, — a partícula por menor que seja da substância psíquica lhe será tirada e incluída à própria alma do indivíduo. Assim, a alma total de Satanás ressuscitará em muitas criaturas, cada qual tão perfeita quanto ele anteriormente fora perfeito. A fim de que cada alma receba uma semelhança perfeita e divina, é-lhe implantado um espírito novo de Deus tornando-a deste modo uma nova criatura. Eis a nova Criação que através do fogo do Amor Divino será o produto da anterior que tombará em seu próprio pó e crescente impotência, endurecendo e se tornando uma base e escabelo da nova.

55° CAPÍTULO



1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   ...   16


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal