A fitoterapia (também chamada fitomedicina), é a prevenção e tratamento de enfermidades através de matéria-prima vegetal, as plantas medicinais



Baixar 7.54 Kb.
Encontro11.06.2018
Tamanho7.54 Kb.

Fitoterapia Dra. Eloísa Cavassani Pimentel

A Fitoterapia é a prevenção e tratamento de enfermidades através de matéria-prima vegetal: as plantas medicinais. Parece um modismo ou algo novo, mas trata-se do ressurgimento da prática tradicional já relatada em documentos antigos (papirus egípcios, tratado de medicina chinesa, e outros).



Muitos medicamentos alopáticos como a aspirina, a digoxina e uma variedade de outros derivaram de plantas medicinais, embora muitas pessoas desconheçam isso. Ainda hoje, face a esse desconhecimento, pode ocorrer preconceito, dizendo-se: se ''bem não faz, mal também não''. Entretanto, uma planta medicinal, por ser terapêutica., também pode ser potencialmente tóxica, devendo, por isso, ser consumida adequadamente.
Cuidados no uso terapêutico de plantas medicinais:

  • Evitar uso oral em gestantes, lactantes (mães que amamentam), lactentes e crianças menores de um ano;

  • Não tomar o que você não conhece e procure verificar o nome científico da espécie que se relaciona com a ação desejada;

    • Uma planta medicinal pode ser conhecida por diferentes nomes populares, ou da mesma forma um nome pode indicar mais de uma planta (ex: cidreira).

  • Evitar fazer experiências com misturas de plantas e tomar cuidado com ervas ditas para emagrecer, pois normalmente não é uma indicação da medicina tradicional;

  • Certificar-se sobre qual a parte da planta deve ser usada: folha, raiz, fruto, semente ou caule, ou seja, onde há maior concentração de princípio ativo;

    • Cada planta tem seu uso próprio: chás, xaropes, pomadas ou compressas;

    • Para flores (ex: camomila) e folhas (ex: hortelã) o chá deve ser feito em forma de infusão, isto é, deve-se ferver a água, desligar o fogo, em seguida colocar a planta e abafar com uma tampa por 5 a 10 minutos; no caso de sementes ou raizes, pode-se fervê-las (decocção);

    • Todo chá deve ser usado logo que preparado, evite deixar para o dia seguinte, de preferência, não adoce e utilize a dose corretamente.

  • Não colher plantas em locais contaminados;

  • Observar as condições da planta: cuidado com fungos, insetos, terra etc.;

  • Secar flores e folhas ao abrigo do sol, numa temperatura abaixo de 40º C;

  • Armazenar plantas secas ao abrigo do sol, em lugar seco e arejado e, por um período máximo de 1 ano;

    • Não esqueça de identificar as plantas ao armazená-las.

  • Não adquirir qualquer produto que não tenha o nome da planta (popular e científico), indicação de uso (parte e doses), data de validade, órgão e farmacêutico responsável.


Qualquer dúvida, procure um serviço de saúde.




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal