A assembleia legislativa do estado de são paulo decreta: Artigo 1º



Baixar 8.7 Kb.
Encontro04.12.2017
Tamanho8.7 Kb.


PROJETO DE LEI Nº 386, DE 2010
Institui o Dia da "Festa Kaki Fuyu", no município de Piedade.



A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO DECRETA:
Artigo 1º - Fica incluído no Calendário Oficial do Estado de São Paulo o Dia da Festa “Kaki Fuyu”, a ser comemorado anualmente no dia 20 de maio.
Artigo 2º - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.



JUSTIFICATIVA

A presente propositura visa homenagar a Festa Kaki Fuyu, que é realizada anualmente no município de Piedade. Sendo que neste ano de 2010 está realizando sua 10º edição. A Festa Kaki Fuyu é realizada pela Associação Cultural e Esportiva de Piedade (ACEP) em parceria com a Prefeitura Municipal.


Escolhemos a data 20 de maio, porque o evento fez parte da programação de aniversário de Fundação da Cidade, fundada em 1840.
Além da oportunidade de conhecer e saborear o kaki fuyu produzido por agricultores da cidade, o público pôde assistir shows, danças e várias atrações artísticas e culturais apresentadas no palco principal e na tenda cultural.

Criada em 1993, a Associação tem como objetivo aprimorar e padronizar a técnica de cultivo da fruta. O caqui Fuyu tem como característica própria a qualidade doce com polpa amarelada e densa, quando maduro. O caquizeiro é de origem asiática e começa a produzir a partir dos quatro anos.

O seu consumo é recomendado na prevenção do câncer, arteriosclerose e acelera o processo de cicratização. O caqui é rico em vitaminas A, B e C, auxilia no crescimento e formação dos ossos, na melhora da visão e no desenvolvimento do sistema imunológico. Segundo pesquisas, o consumo diário de dois caquis, de tamanho médio, é o que basta para suprir a necessidade de vitamina A em pessoas adultas.

Conforme informam os produtores, Piedade tem uma das melhores áreas para o plantio dessa qualidade de caqui, devido ao clima frio característico da região. Além disso, os pomares são cultivados em pequenas propriedades, o que garante o cuidado e a presença constante do produtor em cada etapa da produção. Ainda no pé, as frutas são ensacadas e protegidas. Após a colheita, a fruta é polida, selecionada e acondicionada em embalagens que permitem o transporte sem danificar o fruto.



Sendo assim, estabelece-se como data para essa comemoração todo mês de Maio. Uma festa popular que atrai milhares de pessoas de todo o Estado, por essa razão, peço o imprescindível apoio dos nobres pares desta Casa de Leis para a aprovação do presente Projeto de Lei.


Sala das Sessões, em 27-4-2010


  1. José Bittencourt - PDT








©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal