7 doutorado em distúrbios da comunicaçÃo humana (CÓdigo 1050)



Baixar 155.42 Kb.
Encontro21.10.2017
Tamanho155.42 Kb.

7 DOUTORADO EM DISTÚRBIOS DA COMUNICAÇÃO HUMANA (CÓDIGO 1050)
7.1 Área de Concentração: Fonoaudiologia e comunicação humana: clínica e promoção – 8 vagas

7.1.1 LINHAS DE PESQUISA/ORIENDADORES E VAGAS



Linha de Pesquisa

Professor Orientador

de vagas

Aspectos clínicos e funcionais em voz, motricidade orofacial e disfagia

Carla Aparecida Cielo

1

Renata Mancopes

1

Audição e equilíbrio: diagnóstico, habilitação e reabilitação

Aron Ferreira da Silveira

2

Michele Vargas Garcia

1

Interdisciplinaridade no cuidado à comunicação humana

Ana Paula Ramos de Souza

2

Elenir Fedosse

1

7.2. CANDIDATOS: Mestres em Distúrbios da Comunicação Humana-Fonoaudiologia ou em áreas afins, tais como: Medicina, Psicologia, Nutrição, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Letras, Educação Física, Pedagogia, entre outras, que realizem pesquisa de interface com temáticas dos distúrbios da comunicação humana.


7.3. documentação NECESSÁRIA À ANÁLISE DOS CANDIDATOS

7.3.1. Curriculum Vitae, Modelo Lattes/CNPq (disponível em: www.lattes.cnpq.br), com comprovantes em ordem de apresentação da ficha de avaliação (Anexo 7.1);

7.3.2. Histórico Escolar do Mestrado;

7.3.3. Comprovação de Prova de Proficiência/Suficiência em Língua Estrangeira–Inglês, realizada em Instituição de Ensino Superior (com validade máxima de 5 anos). O comprovante de inscrição na Prova de Proficiência/Suficiência será aceito na inscrição e deve ser substituído até a data da defesa do Pré-projeto pelo comprovante de aproveitamento da mesma;

7.3.4. Comprovante de possuir dois artigos publicados ou aceitos, nos últimos cinco anos, em qualquer faixa A ou B do Qualis Capes da área 21 ou da área de titulação de Graduação ou Mestrado do candidato;

7.3.5. Ficha de avaliação curricular do candidato preenchida e assinada, anexados cópia dos comprovantes de certificados sujeitos a pontuação, na ordem dos itens da mesma e encadernado. Não anexar certificados não previstos na pontuação deste edital (Anexo 7.1);

7.3.6. Pré-projeto de pesquisa encaminhado em três cópias encadernadas, constando linha de pesquisa pretendida e provável orientador. O projeto deverá contar com os seguintes itens: introdução, justificativa, objetivos, revisão de literatura, metodologia, cronograma, recursos financeiros e referências bibliográficas, com um total de 20 a 30 páginas, em fonte Arial 12, e espaço 1,5, formatado conforme as normas da MDT/UFSM/2015 (MDT disponível em: http://prpgp.ufsm.br/formularios).

7.3.7 Os documentos exigidos deverão ser enviados em envelope lacrado e identificado com o nome completo, área de concentração, linha de pesquisa e provável orientador, durante o período de inscrição, via correio (sedex), com data e carimbo de postagem, para o seguinte endereço:



Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Distúrbios da Comunicação Humana, Secretaria do PPGDCH - Prédio 26, sala 1418, 4º andar. Cidade Universitária, CEP 97.105-900, Santa Maria, RS.

Informações adicionais poderão ser obtidas na Secretaria do Curso ou pelo telefone (55) 3220-8659 ou pelo e-mail ppgdch@gmail.com. Não será aceito o envio dos documentos por facsímile, escaneados ou e-mail. A responsabilidade pela inscrição, pagamento da taxa de inscrição e o envio dos documentos é exclusiva do candidato.

7.3.8 As inscrições homologadas serão divulgadas no site www.ufsm.br/ppgdch até o dia 10 de junho de 2016.

7.3.9 O prazo para recurso contra o indeferimento da inscrição será de um (1) dia após a publicação da homologação das inscrições.


7.4. DOS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO:

7.4.1. Serão selecionados os candidatos que forem aprovados nas seguintes etapas:

7.4.1.1 Etapa eliminatória:

7.4.1.1.1 Avaliação da Redação do Pré-projeto: o pré-projeto será avaliado por banca examinadora composta por dois docentes do programa, os quais após avaliação do pré-projeto emitirão nota (Item Avaliação da Redação do Projeto - Anexo 7.2). O candidato deverá obter nota mínima 7,0 para permanecer no processo seletivo. Em caso de aprovação o candidato passará para a próxima etapa, quando fará a defesa oral de seu pré-projeto. No dia 20 de junho de 2016 será disponibilizado no site www.ufsm.br/ppgdch, as datas e horários dos candidatos aptos para a realização da Etapa Classificatória (defesa oral do pré-projeto).

7.4.1.2 Etapa Classificatória:



7.4.1.2.1. Defesa oral do Pré-Projeto: O candidato apresentará sua proposta de pré-projeto à banca examinadora, considerando-se para avaliação o item Avaliação da Defesa Oral do Pré-Projeto de Pesquisa (Anexo 7.2). A Defesa oral do Pré-Projeto será realizada no período de 22 de junho a 24 de junho de 2016.

7.4.1.2.2 Prova de Títulos – constará da avaliação do Curriculum Vitae modelo Lattes/CNPq (Anexo 7.1).
7.5 DOS RESULTADOS FINAIS:

7.5.1 A nota final do candidato será obtida mediante a soma das notas da Etapa Eliminatória (Avaliação da Redação do Pré-Projeto) e da Etapa Classificatória (Defesa Oral do Pré-Projeto e Prova de Título). No processo seletivo, o item Avaliação do Pré-Projeto será avaliado com Peso 8 e o item Avaliação da Prova de Títulos será avaliado com Peso 2.

7.5.2 As notas obtidas na Avaliação da Redação do Pré-Projeto e da Defesa Oral do Pré-Projeto serão somadas e feita a média para a obtenção da nota da Avaliação do Pré-Projeto (Peso 8).

7.5.3 A Prova de Títulos (Peso 2) será avaliada mediante a soma dos pontos obtidos pelo candidato. Na avaliação da Prova de Títulos, o candidato com maior pontuação absoluta receberá nota 10,0 e os demais receberão nota proporcional.

7.5.4 A nota mínima para aprovação do candidato no processo seletivo é sete (7,0).

7.5.5 A relação final dos candidatos classificados será enviada à PRPGP até o dia 01 de julho de 2016.


Karina Carlesso Pagliarin

Coordenadora Pró-Reitor Adjunto

ANEXO 7.1


UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DISTÚRBIOS DA COMUNICAÇÃO HUMANA

DOUTORADO
AVALIAÇÃO CURRÍCULO (PESO 2)

Nome do Candidato:______________________________________

Provável Orientador:______________________________________

Área do sistema Qualis considerada:__________________________




Quesito

Item avaliado

Pontuação

nº de ocorrências do item

Total Item

Atuação profissional


Experiência em docência e/ou atuação clínica/profissional

40 pontos por ano

(máximo 400 pontos)









Titulação


Lato-sensu (residência, especialização)

60 pontos por título lato-sensu







Strictu sensu (mestrado)


100 pontos por título stricto sensu







Projetos

Participação em Projetos

10 pontos por projeto de 40 a 99 horas

20 pontos por projeto de mais de 100 horas



(máximo 100 pontos)







Coordenação de projetos

60 pontos por projeto (máximo 600 pontos)







Bolsas

Bolsas IC

20 pontos cada







Monitoria

20 pontos cada







Orientação TCC

15 pontos cada







Lato sensu (LS)

30 pontos cada







Mestrado (Me)

60 pontos cada







Produção intelectual1

Artigos científicos publicados ou aceitos


A1

100 pontos cada







A2

80 pontos cada







B1

60 pontos cada







B2

40 pontos cada







B3

20 pontos cada







B4

10 pontos cada







B5

05 pontos cada







Livros e/ou Capítulos de Livros

Livro na Íntegra

100 pontos cada







Organização de livros

60 pontos cada







Capítulo de Livros

40 pontos cada







Resumos e/ou apresentações

Pôsteres, comunicações orais

10 pontos por item

(máximo 100 pontos)









Palestras, seminários ou cursos ministrados




10 pontos por item (máximo 50 pontos)







Pontuação final




Assinatura do Candidato Assinatura do membro comissão de seleção

ANEXO 7.2


UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DISTÚRBIOS DA COMUNICAÇÃO HUMANA

DOUTORADO
AVALIAÇÃO DO PRÉ-PROJETO DE PESQUISA (Peso 8)
AVALIAÇÃO DA REDAÇÃO DO PROJETO


Itens avaliados

Pontuação

Nota

O projeto apresenta todas as sessões previstas para um projeto de pesquisa?

0,5



A redação está construída de forma lógica e coerente, respeitando as normas ortográficas do português culto e da redação científica?

0,5



O projeto formula questão pertinente às temáticas desenvolvidas no PPGDCH, sobretudo da linha de pesquisa pretendida pelo candidato?

1,5



O projeto possui questão teórica relevante, que evidencia conhecimento e percurso teórico do candidato?

1,0



O método está coerente com as questões de pesquisa?

1,5



O método está descrito adequadamente de modo a ser compreendido e reproduzido cientificamente, apresentado viabilidade de execução?

1,5



A pesquisa apresenta viabilidade de execução?

1,0



O projeto apresenta originalidade/caráter inovador na área?

1,0



O projeto atende aos preceitos da ética em pesquisa?

0,5



O projeto apresenta revisão bibliográfica pertinente e atualizada?

1,0



Nota final




AVALIAÇÃO DA DEFESA ORAL DO PROJETO

Nesta etapa, o candidato terá 15 minutos para expor seu projeto, com a possibilidade de usar recurso de Datashow. Nesta fase o candidato deverá fazer a articulação do projeto com a linha de pesquisa e temática do orientador pretendido, justificando seu ingresso no PPGDCH. Outros 15 minutos serão utilizados para arguição da banca sobre aspectos científicos do projeto e/ou acerca da articulação do mesmo com a linha de pesquisa ou temática do orientador.




Itens avaliados

Pontuação

Nota

O candidato apresentou empatia e oratória suficientes para captar a atenção durante a apresentação, bem como utilizou o tempo estipulado?

1,0




O candidato expôs de modo compreensivo o projeto, explanando todas suas sessões, permitindo a compreensão da pesquisa pela banca?

1,0




Apresentou uma articulação adequada entre o projeto e a linha de pesquisa e temática do orientador pretendido?

2,0




O candidato respondeu adequadamente às questões formuladas pela banca relacionadas a esclarecimentos acerca de aspectos científicos do projeto?

3,0




O candidato apresentou domínio teórico-prático da pesquisa?

3,0




Nota final



Escala de avaliação:

a) Não possui características esperadas – zero a 30% do item

b) Possui parcialmente- 31 a 70% do item

c) Possui totalmente- 71 a 100% do item

24 MESTRADO DISTÚRBIOS DA COMUNICAÇÃO HUMANA (CÓDIGO 997)
24.1 Área de Concentração: Fonoaudiologia e comunicação humana: clínica e promoção – 26 vagas
24.1.1 LINHAS DE PESQUISA/ORIENTADORES E VAGAS


Linha de Pesquisa

Professor Orientador

Nº de vagas

Aspectos clínicos e funcionais em voz, motricidade orofacial e disfagia

Carla Aparecida Cielo

1

Renata Mancopes

2




Fabrício Scapini

1

Aspectos clínicos e linguísticos na aquisição, desenvolvimento e distúrbios da linguagem

Karina Carlesso Pagliarin

2

Audição e equilíbrio: diagnóstico, habilitação e reabilitação

Aron Ferreira da Silveira

2

Anaelena Bragança de Moraes

1

Eliara Pinto Vieira Biaggio

2

Maristela Júlio Costa

1

Michele Vargas Garcia

3

Silvio Teixeira da Costa

2

Themis Maria Kessler

2

Valdete Valentins Filha

2

Interdisciplinaridade no cuidado à comunicação humana

Anaelena Bragança de Moraes

1

Ana Paula Ramos de Souza

1

Ângela Maciel Weinmann

1

Elenir Fedosse

1

Themis Maria Kessler

1

24.2 CANDIDATOS: diplomados em Fonoaudiologia ou em áreas afins.


24.3 DOCUMENTOS NECESSÁRIOS À ANÁLISE DOS CANDIDATOS

24.3.1 Currículum Vitae, modelo Lattes/CNPq (disponível em: www.lattes.cnpq.br), com comprovantes em ordem de apresentação da ficha de avaliação (Anexo 24.1)

24.3.2 Histórico Escolar de Graduação;

24.3.3 Ficha de avaliação curricular do candidato preenchida e assinada, anexados cópia dos comprovantes de certificados sujeitos a pontuação, na ordem dos itens da mesma e encadernado. Não anexar certificados não previstos na pontuação deste edital (Anexo 24.2);

24.3.4 Pré-projeto de pesquisa encaminhado em três cópias encadernadas, constando linha de pesquisa pretendida e provável orientador. O projeto deverá contar com os seguintes itens: introdução, justificativa, objetivos, revisão de literatura, metodologia, cronograma, recursos financeiros e referências bibliográficas, com um total de 15 a 20 páginas, em fonte Arial 12, e espaço 1,5, conforme as normas da MDT/UFSM/2015 (MDT disponível em: http://prpgp.ufsm.br/formularios).

24.3.5 Os documentos exigidos deverão ser enviados em envelope lacrado e identificado com o nome completo, área de concentração, linha de pesquisa e provável orientador, durante o período de inscrição, via correios (sedex), com data e carimbo de postagem, para o seguinte endereço:



Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Distúrbios da Comunicação Humana, Secretaria do PPGDCH - Prédio 26, sala 1418, 4º andar. Cidade Universitária, CEP 97.105-900, Santa Maria, RS.

Informações adicionais poderão ser obtidas na Secretaria do Curso ou pelo telefone (55) 3220-8659 ou pelo e-mail ppgdch@gmail.com. Não será aceito o envio dos documentos por facsimile, escaneados ou e-mail. A responsabilidade pela inscrição, pagamento da taxa de inscrição e o envio dos documentos é exclusiva do candidato.

24.3.6 As inscrições homologadas serão divulgadas no site www.ufsm.br/ppgdch até o dia 10 de junho de 2016.

24.3.7 O prazo para recurso contra o indeferimento da inscrição será de um (1) dia após a publicação da homologação das inscrições.


24.4 DOS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO:

24.4.1 Serão selecionados os candidatos que forem aprovados nas seguintes etapas:


24.4.1.1 Etapa eliminatória:

24.4.1.1.1 Avaliação da Redação do Pré-projeto: o pré-projeto será avaliado por banca examinadora composta por dois docentes do programa, os quais após avaliação do pré-projeto emitirão nota (Item Avaliação da Redação do Projeto - Anexo 24.3). O candidato deverá obter nota mínima 7,0 para permanecer no processo seletivo. Em caso de aprovação o candidato passará para a próxima etapa, quando fará a defesa oral de seu pré-projeto. No dia 20 de junho de 2016 será disponibilizado no site www.ufsm.br/ppgdch, as datas e horários dos candidatos aptos para a realização da Etapa Classificatória (defesa oral do pré-projeto).
24.4.1.2 Etapa Classificatória:

24.4.1.2.1. Defesa oral do Pré-Projeto: O candidato apresentará sua proposta de pré-projeto à banca examinadora, considerando-se para avaliação o item Avaliação da Defesa Oral do Pré-Projeto de Pesquisa (Anexo 24.2). A Defesa oral do Pré-Projeto será realizada no período de 22 de junho a 24 de junho de 2016.

24.4.1.2.2 Prova de Títulos – constará da avaliação do Curriculum Vitae modelo Lattes/CNPq (Anexo 24.1).
24.5 DOS RESULTADOS FINAIS:

24.5.1 A nota final do candidato será obtida mediante a soma das notas da Etapa Eliminatória (Avaliação da Redação do Pré-Projeto) e da Etapa Classificatória (Defesa Oral do Pré-Projeto e Prova de Título). No processo seletivo, o item Avaliação do Pré-Projeto será avaliado com Peso 8 e o item Avaliação da Prova de Títulos será avaliado com Peso 2.

24.5.2 As notas obtidas na Avaliação da Redação do Pré-Projeto e da Defesa Oral do Pré-Projeto serão somadas e feita a média para a obtenção da nota da Avaliação do Pré-Projeto (Peso 8).

24.5.3 A Prova de Títulos (Peso 2) será avaliada mediante a soma dos pontos obtidos pelo candidato. Na avaliação da Prova de Títulos, o candidato com maior pontuação absoluta receberá nota 10,0 e os demais receberão nota proporcional.

24.5.4 A nota mínima para aprovação do candidato no processo seletivo é seis (6,0).

7.5.5 A relação final dos candidatos classificados será enviada à PRPGP até o dia 01 de julho de 2016.


Karina Carlesso Pagliarin ______________________

Coordenadora Pró-Reitor Adjunto

ANEXO 24.1


UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DUSTÚRBIOS DA COMUNICAÇÃO HUMANA

MESTRADO
AVALIAÇÃO CURRÍCULO (PESO 2)

Nome do Candidato:______________________________________

Provável Orientador:______________________________________

Área do sistema Qualis considerada:__________________________




Quesito

Item avaliado

Pontuação

nº de ocorrências do item

Total Item

Atuação profissional


Experiência em docência e/ou atuação clínica/profissional

40 pontos por ano

(máximo 400 pontos)









Titulação


Lato-sensu (residência, especialização)

60 pontos por título lato-sensu







Strictu sensu (mestrado)


100 pontos por título stricto sensu







Projetos

Participação em Projetos

10 pontos por projeto de 40 a 99 horas

20 pontos por projeto de mais de 100 horas



(máximo 100 pontos)







Coordenação de projetos

60 pontos por projeto (máximo 600 pontos)







Bolsas

Bolsas IC

20 pontos cada







Monitoria

20 pontos cada







Orientação TCC

15 pontos cada







Lato sensu (LS)

30 pontos cada







Mestrado (Me)

60 pontos cada







Produção intelectual2

Artigos científicos publicados ou aceitos


A1

100 pontos cada







A2

80 pontos cada







B1

60 pontos cada







B2

40 pontos cada







B3

20 pontos cada







B4

10 pontos cada







B5

05 pontos cada







Livros e/ou Capítulos de Livros

Livro na Íntegra

100 pontos cada







Organização de livros

60 pontos cada







Capítulo de Livros

40 pontos cada







Resumos e/ou apresentações

Pôsteres, comunicações orais

10 pontos por item

(máximo 100 pontos)









Palestras, seminários ou cursos ministrados




10 pontos por item (máximo 50 pontos)







Pontuação final




Assinatura do Candidato Assinatura do membro comissão de seleção

ANEXO 24.2


UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DISTÚRBIOS DA COMUNICAÇÃO HUMANA

MESTRADO
AVALIAÇÃO DO PRÉ-PROJETO DE PESQUISA (Peso 8)
AVALIAÇÃO DA REDAÇÃO DO PROJETO


Itens avaliados

Pontuação

Nota

O projeto apresenta todas as sessões previstas para um projeto de pesquisa?

0,5



A redação está construída de forma lógica e coerente, respeitando as normas ortográficas do português culto e da redação científica?

0,5



O projeto formula questão pertinente às temáticas desenvolvidas no PPGDCH, sobretudo da linha de pesquisa pretendida pelo candidato?

1,5



O projeto possui questão teórica relevante, que evidencia conhecimento e percurso teórico do candidato?

1,0



O método está coerente com as questões de pesquisa?

1,5



O método está descrito adequadamente de modo a ser compreendido e reproduzido cientificamente, apresentado viabilidade de execução?

1,5



A pesquisa apresenta viabilidade de execução?

1,0



O projeto apresenta originalidade/caráter inovador na área?

1,0



O projeto atende aos preceitos da ética em pesquisa?

0,5



O projeto apresenta revisão bibliográfica pertinente e atualizada?

1,0



Nota final




AVALIAÇÃO DA DEFESA ORAL DO PROJETO

Nesta etapa, o candidato terá 15 minutos para expor seu projeto, com a possibilidade de usar recurso de Datashow. Nesta fase o candidato deverá fazer a articulação do projeto com a linha de pesquisa e temática do orientador pretendido, justificando seu ingresso no PPGDCH. Outros 15 minutos serão utilizados para arguição da banca sobre aspectos científicos do projeto e/ou acerca da articulação do mesmo com a linha de pesquisa ou temática do orientador.




Itens avaliados

Pontuação

Nota

O candidato apresentou empatia e oratória suficientes para captar a atenção durante a apresentação, bem como utilizou o tempo estipulado?

1,0




O candidato expôs de modo compreensivo o projeto, explanando todas suas sessões, permitindo a compreensão da pesquisa pela banca?

1,0




Apresentou uma articulação adequada entre o projeto e a linha de pesquisa e temática do orientador pretendido?

2,0




O candidato respondeu adequadamente às questões formuladas pela banca relacionadas a esclarecimentos acerca de aspectos científicos do projeto?

3,0




O candidato apresentou domínio teórico-prático da pesquisa?

3,0




Nota final



Escala de avaliação:

a) Não possui características esperadas – zero a 30% do item

b) Possui parcialmente- 31 a 70% do item



c) Possui totalmente- 71 a 100% do item

1 Consulte o sistema Qualis (www.qualis.capes.gov.br) – A área 21 é identificada como Educação Física (abrange Fisioterapia, Fonoaudiologia, Educação Física e Terapia Ocupacional). Demais áreas, veja a lista de opções. A comissão de seleção irá conferir os documentos e sua atribuição de pontuação.

2 Consulte o sistema Qualis (www.qualis.capes.gov.br) – A área 21 é identificada como Educação Física (abrange Fisioterapia, Fonoaudiologia, Educação Física e Terapia Ocupacional). Demais áreas, veja a lista de opções. A comissão de seleção irá conferir os documentos e sua atribuição de pontuação.








©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal