01- oh! Se Descesses, Isaías 64. 002- a bondade, Gálatas 22, 23


O PODER DA PRESENÇA DE DEUS



Baixar 0.69 Mb.
Página3/19
Encontro08.10.2019
Tamanho0.69 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   19

007

O PODER DA PRESENÇA DE DEUS 


Isaías 6.4-9 
 
INTRODUÇÃO  
Um líder de adoração, muito reconhecido internacionalmente, num testemunho, contou que em agosto de 1982, havia ido à igreja e ao sair de lá naquela noite, saiu com a certeza de ter experimentado o poder da presença de Deus. Ele disse: “...sabia que Deus estava sorrindo para mim e que eu o havia agradado”.  Tenho também experimentado isto várias vezes em minha vida. Tenho adorado a Deus desde meus 9 anos de idade, mas confesso que nem sempre foi assim... houve vezes, muitas vezes, que eu não consegui sentir a presença de Deus.  
Cheguei a dizer o que muitos falam depois de um culto na igreja: “Não senti nada”...  Hoje eu sei que a razão porque houve vezes de não experimentar o poder da presença de Deus, é que, embora eu tivesse adorado, 100% da minha atenção não estava concentrada em Deus.    
Havia muitas distrações: caneta e papelzinho pra rabiscar, amigos pra conversar... quando eu era adolescente em minha igreja, domingo a noite eu gostava de ficar em pé nas laterais; não que os bancos estivessem todos ocupados, mas, sim todos podiam me ver e eu podia me entreter procurando as garotas mais bonitas no salão... (mas os adolescentes daqui não fazem isso...).  
Todavia, além das distrações, eu descobri que o principal impedimento de concentrar toda a nossa atenção no Senhor é o medo que temos do ser humano.  

Diga uma verdade pra pessoa ao lado: “Você não tem cara feia, mas às vezes tenho medo de você”.  É que ficamos preocupados com aquilo que a pessoa próxima irá pensar/dizer.  


Elas podem comentar: “Veja se isso são modos: levanta as mãos sem ninguém pedir, quando ora fica andando de lá pra cá, pula, grita...”  As pessoas que realmente adoram a Deus não se importam com aqueles que estão ao seu redor (tudo o que mais importa é Deus). 

Precisei mudar algumas das minhas atitudes a fim de assumir uma nova postura na adoração ao Senhor.  


Quero dizer que depois que aprendi a entrar na presença de Deus, descobri que delícia não é sorvete de morango, não é a lazanha (meu prato predileto)... delícia é estar com o Senhor! Esta é a experiência mais gloriosa!  
Eu sei o tipo de sentimento que a mulher samaritana teve depois de conversar com Jesus. Ela correu para a cidade e disse ao seu povo: “Venham ver este homem! Ele sabe tudo sobre mim! Ele sabe tudo o que eu já fiz no passado!”  Algo especial havia acontecido àquela mulher: ela havia estado com Deus, sentido o poder da presença de Deus!  
Amado: esta é a coisa mais importante. O pastor tem interesse em que você estude a Bíblia, que você ore mais, que fale mais de Jesus às pessoas, que seja fiel nas ofertas e nos dízimos, fiel na freqüência aos cultos...  
Também creio que você mesmo deseja ser mais consagrado, mais fiel, mais poderoso e vitorioso... 
 Mas isto só se tornará real na sua vida mediante o ato da adoração – porque ele desenvolve e aprofunda nosso relacionamento com Deus.  E experimentar o poder da presença de Deus no culto é algo que todo crente pode fazer, porque é uma questão de voltar o coração para Deus.
Você lembra como foi que fez para receber Jesus no seu coração? ...você disse: “eu quero”. Pois, hoje, para crescer no relacionamento com Deus, para experimentar o poder da presença de Deus, novamente você precisa dizer: “eu quero”.

Há cinco elementos que ocorrem quando entramos na presença de Deus, vamos analisa-los nesse texto de Isaías 6.4-9.  

(NVI): “Ao som das suas vozes os batentes das portas tremeram, e o templo ficou cheio de fumaça. Então gritei: Ai de mim! Estou perdido! Pois sou um homem de lábios impuros e vivo no meio de um povo de lábios impuros; os meus olhos viram o Rei, o Senhor dos Exércitos! Logo um dos serafins voou até mim trazendo uma brasa viva, que havia tirado do altar com uma tenaz. Com ela tocou a minha boca e disse: “Veja, isto tocou os seus lábios; por isso, a sua culpa será removida, e o seu pecado será perdoado”. Então ouvi a voz do Senhor, conclamando: “Quem enviarei”Quem irá por nós?” E eu respondi: Eis-me aqui. Envia-me! Ele disse: “Vá, e diga a este povo: “Estejam sempre ouvindo, mas nunca entendam; estejam sempre vendo, e jamais percebam”.  

....para você experimentar o poder da presença de Deus:


Permita que o Senhor encontre você  
Isaías permitiu que Deus o encontrasse (em Jo 4.23, Jesus falou que o Pai está procurando adoradores)!  
Da mesma forma que Isaías, você deve permitir-se ser achado por Deus.  

...o segundo passo que você deve dar:


Renda-se a Deus e receba o seu abraço  
Na adoração, nós fazemos isso através da expressão física e emocional.  
Levantar as mãos, prostrar-se: são expressões físicas de rendição (um policial diz ao bandido: “Mãos para cima”!).  Houve um período na igreja que a gente só participava dos cultos com a mente... não havia expressão física nenhuma – mas Deus tem trazido um novo tempo para nós! Aleluia!!!  Você deve render-se ao Senhor e receber o seu abraço.  

...o próximo passo que você deve dar é:


Declare o senhorio de Deus  
Na hora da adoração, nossas palavras devem ser de amor, de gratidão, de exaltação – declarando o poder de Deus.  Veja Isaías (v.5): declara Deus como Rei, Senhor dos Exércitos...  
É muito importante declarar o senhorio de Deus – as coisas que confessamos afirmam/fortalecem o que cremos.  

...um quarto passo para você dar a fim de experimentar o poder da presença do Senhor:


Receba o perdão de Deus  
Quando adoramos o Senhor, somos convencidos dos nossos pecados.  
Você já ouviu dizer que Deus é luz? ...a luz do Senhor expõe nossa sujeira.  
Isaías logo que se viu na presença de Deus, exclamou: “Sou um homem lábios impuros, vivo no meio de um povo de lábios impuros...”  Mas Deus nos purificará tão logo pedirmos o perdão. Ele mostra a sujeira, mas aguarda pelo momento de removê-la.  
Com freqüência carregamos peso dos quais Deus deseja nos libertar – chegamos até Ele, mas nos recusamos a soltar o peso.  
Ao entrar em Sua presença, permita que Deus o abençoe com perdão.  
Após o perdão: Comece a se olhar através dos olhos de Deus – quando pedimos perdão a Deus, Ele perdoa de verdade! Não vê mais nossos trapos de imundícia, mas sim o manto de justiça que Ele mesmo colocou sobre nossos ombros!  

Amado: quando você recebe perdão de Deus, não precisa comparecer diante da cabeça inclinada sob o peso da vergonha. Não! Você entra à presença de Deus como convidado de honra!  


O perdão tem um grande efeito colateral: a alegria (o Sl 16.11 diz que na presença do Senhor há plenitude de alegria)!  

...um passo final para você experimentar e continuar experimentando o poder da


Responda ao mandado de Deus  
Isaías mostrou-se disponível e o Senhor o mandou profetizar ao povo.  
Quando estamos na presença de Deus Ele nos fala, nos comissiona...  
E ali, na presença dEle, entendemos que podemos ir e cumprir seu mandado, porque Ele nos faz mais do que vencedores.  
Portanto, há cinco passos a serem dados a fim de entrarmos na presença de Deus: 
- Permita que o Senhor o encontre; 
- Renda-se a Deus e receba seu abraço (sem medo das pessoas); 
- Declare o senhorio de Deus; 
- Receba o perdão de Deus, e 
- Responda ao mandado de Deus.  

Estes passos devem ser dados para todo momento de adoração.  


Sabe, para você ir até à presença de Deus em adoração, há duas formas diferentes: pessoal e corporativa.  
A forma corporativa acontece quando duas ou mais pessoas se reúnem em nome de Jesus, para adora-lo, exalta-lo.  
Esta reunião em que cantamos e louvamos juntos na igreja, é uma forma de adoração corporativa (a igreja é um corpo).  
Precisamos adorar juntos a fim de construir a unidade.
E juntos, podemos encher o coração de Deus – cada igreja tem uma forma especial para agradar a Deus – a Igreja Central tem uma forma que ninguém mais têm e, na nossa forma, precisamos tocar o coração de Deus!  Para você voltar pra sua casa dizendo: “hoje senti em mim o poder da presença de Deus”, é preciso que aqueles cinco passos sejam dados.  A outra forma de você entrar na presença de Deus em adoração é pessoal – e esta é a forma principal para que você desenvolva seu relacionamento com o Senhor.  É nessa forma, mais íntima, que aprendemos a orar, a nos expressar...  
Também ouvimos os segredos de Deus, a sua voz... ali é onde Deus compartilha o que está no coração Dele.  
Tenha também em mente que há uma forma especial pela qual só você pode tocar o coração de Deus – você é um indivíduo único, criado por Deus e somente você pode adora-lo do jeito como faz!  Há um lugar especial no coração de Deus que somente você pode ocupar através do seu momento a sós com Ele.  
Por isso, que se você também aplicar aqueles cinco passos na sua hora íntima com Deus, experimentará o poder da presença de Deus e depois dirá: “Isso é que é uma delícia!”

CONCLUSÃO  
Por isso amado, a fim de experimentar mais da presença de Deus:  
Deixe que o Senhor o encontre;  
Faça como diz a autoridade: “Mãos ao alto”, renda-se a Deus e receba seu abraço;Declare o senhorio de Deus;  
Receba o perdão de Deus, e...
Responda ao mandado de Deus.

008

CRIANDO FILHOS À MANEIRA DE DEUS 


Mateus 5:48  

"Portanto, sejam perfeitos em amor, assim como é perfeito o Pai de vocês, que está no céu." 


  
INTRODUÇÃO  
James Dobson tem um livro cujo título é: “Ser Pai Não É Coisa Para Covardes”. Não é nada fácil ser pai.  
Justamente no momento em que você começa a ficar experiente com a tarefa, seus filhos estão prontos para sair de casa.  
Depois, há muitas vozes confusas em nossos dias oferecendo muitas opiniões diferentes acerca de como ser um bom pai.  
Um homem tinha cinco teorias sobre paternidade e nenhum filho e depois ele tinha cinco filhos e nenhuma teoria.  
Vou fazer uma pergunta aos pais: Onde vocês procuram ajuda? Para quem vocês olham quando estão necessitados de ajuda e de conselhos a respeito de agirem bem como pais? Quem é o seu modelo? Há somente um Pai, na história, que foi sempre perfeito. É o nosso Pai Celestial. Mt 5.48 (Na BLH): "Portanto, sejam perfeitos como perfeito é o Pai Celestial de vocês."  

Deus é o modelo perfeito de pai!  


Você quer ser um grande pai? ...você pode ser um grande pai! O segredo é simples: Trate os seus filhos da maneira como Deus trata você. O Pai Celestial é um pai perfeito para conosco. A maneira como Deus trata os seus filhos é a maneira como nós devemos tratar os nossos. 
   
Então, hoje eu quero que observemos a Deus como Pai, a maneira como Ele nos trata e a partir disso receber ajuda para a tarefa de ser pai.  
Esse assunto interessa às mulheres, porque elas desejam se sentir seguras acerca daquele que é ou será pai de seus filhos.  
Os homens, portanto, deverão levar esse assunto em alta conta, porque lhe diz respeito. 

Em primeiro lugar, se eu quero ser como meu Pai que está no céu eu preciso


Esta é a chave. Eu preciso entender meus filhos.  
Sl. 103.13-14 BLH - "Como um pai trata os seus filhos com bondade, assim o Eterno lembra-se de que somos pó." Circule a palavra "feitos".  
Deus sabe do que somos feitos. Ele nos entende. Ele entende a nossa
  
Esta é a primeira lição: Se eu vou ser um bom pai... 
EU PRECISO ENTENDER MEUS FILHOS 
A reclamação número um que as crianças geralmente têm dos seus pais é: "Eles
Pv. 24.3 BLH - "Com a sabedoria se constrói a casa e com sabedoria se consolida."
Deus diz que isso é o princípio básico de motivação, a fundação.  
Ele diz que nós precisamos estudar os nossos filhos. Nós precisamos saber o que faz
Cada criança tem uma inclinação singular, uma personalidade e um temperamento.  
Aqueles de vocês que são pais de mais de um filho sabem que eles são diferentes.
Você não pode motivá-los da mesma maneira. Eles não têm os mesmos pontos
Nós não deveríamos tentar colocá-los dentro da mesma forma. Cada pessoa é 
precisamos entender isto. 
  
Pv. 22.6: "Instrua a criança segundo os objetivos que você tem para ela, e mesmo com o passar dos anos não se desviará deles." “Instrui o menino no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele”. Este é um dos versos mais recitados da maneira errada e um dos mais mal

Este verso não é uma promessa, é um provérbio.  


Eu cresci ouvindo este verso traduzido da seguinte maneira: "Quando o seu filho memorizar as Escrituras, tenha certeza que ele venha a conhecer ao Senhor e ser pouquinho e for um adolescente, ele vai se rebelar, ir na direção errada e fazer no seu leito de morte, ele vai lembrar do que lhe foi ensinado na infância e, no seu

Duas coisas acerca desta interpretação: Seu filho desperdiça a vida e no seu leito de


Em segundo lugar, ela não é verdade! Eu há muitos pais cujos filhos cresceram num
Portanto, esta interpretação não é verdadeira.  
O que este verso significa? Como eu disse, não é uma promessa, é um provérbio. 
A chave para entendê-lo é a palavra "caminho". "caminho" significa estilo,
Cada criança é naturalmente planejada para ir em uma determinada direção.
Nós precisamos entender nossos filhos. Você tem que entender o temperamento de seus filhos. Se eles são introvertidos, não tente fazê-los falantes. Se eles são falantes, não tente fazê-los comedidos.
Você os compreende.  

Qual é a prova que você os compreende ? Pv. 14.29 - "Um homem de entendimento


  
Depois disto: Se eu vou ser um bom pai... 
EU PRECISO ACEITAR MEUS FILHOS  
Realmente aceite-os! ...Você é perfeito? [pergunte aí] ...Mas Deus aceita você do jeito que você é. Isto é graça.  
Deus quer que você aceite seus filhos do jeito que eles são. Isto se chama graça. Você aceita os seus filhos.  
Nós temos a tendência de rejeitar nossos filhos quando eles fazem coisas erradas: 
...quando não se parecem da maneira como queremos que eles se pareçam; 
...quando eles não se vestem da maneira como queremos que eles se vistam; 
...quando eles não alcançam os nossos padrões como se nós fossemos o padrão

Você sabia?: A Bíblia diz que os filhos são um presente de Deus. Tem você aceitado este presente?  


Amado, foi Deus quem escolheu os filhos que você teria.  
A ciência está aí tentando descobrir maneiras dos pais optarem pelos filhos que vão querer ter; mas em vão: É Deus quem escolhe!  
Lá em casa nós, por esses dias, estamos numa torcida organizada: queremos que o próximo bebê seja menina. Minha esposa está dizendo que os enjôos estão diferentes... tudo está diferente... e nós na torcida dizemos: é menina!! Mas o máximo que fazemos é torcer! No final, sabemos que é Deus quem escolhe os filhos para nós e nós acabamos contentes da mesma maneira.  
Por isso que lhe digo: É Deus quem coloca os filhos em sua família. Você tem que aceitá-los como um presente de Deus e não tentar fazê-los do jeito que você é.  

Você tem que afirmar a singularidade deles.  


Alguns pais que dizem: "Você tem que ser como eu. Você tem que estar interessado nas coisas que eu tenho interesse. Você tem que ser tão bom na escola como eu fui. Você tem que ser tão atlético como eu fui. Você tem que se interessar em piano como eu fui."  
Ou mais exigente: "Você tem que ser melhor na escola do que eu fui. Você tem que ser mais atlético do que eu fui."  
O pai que faz assim está dizendo: Não aprecio a maneira como Deus fez essa criança. Sutilmente, isto diz à criança : “Oh!, se eu quero ser aceito pelo meu papai, não posso ser eu mesmo. Se quiser ser aceito pela minha mamãe, não poderei ser eu mesmo. Eu tenho que ser como os meus pais para que seja aceito por eles." ...Isto é trágico! É de partir o coração.  
Portanto, diga comigo, todos vocês: Se eu quero - ser como meu Pai Celestial - , tenho que entender meus filhos, - aceitar meus filhos. 
  
...e agora, a próxima lição: Se quero ser um bom pai: 
EU PRECISO DISCIPLINAR MEUS FILHOS  
Hb.12.6 BLH – “O Senhor disciplina a quem ama”. É um sinal do amor de Deus quando você é disciplinado, corrigido.  A Bíblia diz que se você diz que é um cristão e você está pecando e não recebe nenhuma disciplina, então na verdade você não é um cristão. Disciplina é a evidência de que você é um crente.  
A Bíblia diz que se eu não disciplino meus filhos, então duas coisas são verdade: 

1. Isto prova que eu realmente não amo aos meus filhos. Pv. 13.24: "Quem se nega a castigar seu filho, não o ama”" Se eu permito que ele faça o que bem entende, isso mostra que eu não me interesso por ele.   


2. Isto mostra que eu estou participando na destruição deles. Pv. 19.18: "Corrija os seus filhos enquanto eles têm idade para aprender; mas não os mate de pancadas." Uma outra versão diz: "Discipline os seus filhos enquanto eles são pequenos o suficiente para aprender”. Se você não o fizer, você os estará ajudando a destruírem-se a si mesmos."  É muito importante que você entenda a diferença entre disciplina e punição. Deus nunca pune os seus filhos. Ele os disciplina. Toda punição para os seus pecados foram colocadas sobre uma pessoa: Jesus Cristo na cruz.  

Por que Deus puniria a Jesus Cristo, deixando ele tomar toda a punição na cruz, e voltaria a dizer: "Você tem que ser punido também"? Isto é uma dupla condenação. Toda a punição para tudo de errado que você já fez e ainda vai fazer e até a punição para as coisas erradas que seus filhos fizeram e vão fazer, já foi sofrida na cruz. Esta é a razão porque a Bíblia diz em Romanos 8.1: "Agora não há nenhuma condenação [ou punição] para os que estão em Cristo Jesus."  


Deus não pune os seus filhos. Ele os disciplina.  
Agora, como você disciplina seus filhos?  
Na Bíblia, Deus diz pelo menos três coisas, se você vai disciplinar os seus filhos: Discipline seu filho... 
  
1. CALMAMENTE  
"O tolo mostra toda a sua raiva, mas quem é sensato se cala e a domina." (Pv.
29.11) e: "Pais não tratem os seus filhos de tal maneira que eles fiquem irritados.
Ao contrário, vocês devem criá-los com disciplina e de acordo com os ensinamentos cristãos." (Ef. 6.4 BLH).  
Quantas vezes batemos nos filhos não porque eles estavam sendo disciplinados, mas para aliviar a nossa própria frustração? 
  
2. ...discipline seu filho... RAPIDAMENTE
Pv. 13.24 diz: "Quem ama o seu filho não hesita em discipliná-lo"  
Não use esta frase: "Espere até o seu pai chegar!" Há muitas coisas que a criança vai fazer em sua mente racionalizando durante aquele tempo.

3. ESPORADICAMENTE  
"Pais, não irritem os seus filhos para que eles não fiquem desanimados." (Cl. 3.21) 
Não se bate nos filhos o tempo todo!  
Mães: se vocês têm crianças pequenas, ao invés de ficar dizendo duas mil vezes:
"Não mexa aí, não mexa aí, não mexa aí”, tudo o que você precisa fazer é tornar a sua casa à prova de crianças por alguns anos.  Tire as coisas que quebram fácil e guarde-as por alguns anos.  
Muitas disciplinas podem ser evitadas se você simplesmente planeja antecipadamente.   
Se você tem crianças pequenas e vai fazer uma longa viagem de carro, é tolice não por brinquedos dentro do carro. Trinta minutos de viagem e eles vão começar a brigar entre si.  
Não discipline as crianças por serem crianças; você as disciplina por causa de rebelião. Grande diferença.

Uma quarta lição é a seguinte: Se eu quero ser como meu Pai Celestial.... 


EU PRECISO EXPRESSAR AMOR PARA COM MEUS FILHOS  
A Bíblia é cheia de exemplos do amor de Deus por você e por mim e do amor do Pai por Seus filhos.  
Há três maneiras específicas que você precisa para expressar amor.  
Cada um de vocês, se você é um pai, você ama aos seus filhos... Você expressa o seu amor para os seus filhos de uma maneira que você pensa que é apropriada. O que você precisa fazer, se você quer ser um grande pai, é de uma maneira que eles entendam, que em geral, é diferente da nossa maneira. 

Através de afeição.  


É o toque. Contato físico, abraços, beijos, tapinha nas costas, carinho. Se você não cresceu numa família como essa, você pode aprender!  
A Bíblia diz no Sl 145:9: "O Senhor é bom para todos; a sua compaixão alcança todas as criaturas”. Deus é muito afetivo conosco!  Mas estudos têm demonstrado que os pais são afeiçoados fisicamente para com seus filhos apenas 60% do que as mães o são. Pais, tenham coragem de abraçar e beijar seus filhos. Ame seus filhos. Mostre afeição pelos seus filhos. Mostre que você se preocupa com eles. Venha para casa para abraçar e beijar. Um toque pode re-energizar uma pessoa, especialmente quando ela está nervosa.  
Em algum momento hoje, dê um toque de amor em cada membro de sua família.  

(a segunda maneira para expressar amor): Através de Afirmação.  


A maneira como falamos. Salmo 145.14 - "O Senhor sustém a todos os que estão a cair, e levanta a todos os que estão abatidos."  
Nós moldamos os nosso filhos através da maneira como falamos com eles.  
Você diminui seus filhos quando fala com eles? Ou você fala com eles como pessoas, pessoas pequenas?  
Não ridicularize seus filhos na frente dos outros! Edifique-os, encoraje-os.  
Uma coisa que eu estou tentando ensinar ao Davi é que é legal fracassar se ele pelo menos tentar. Eu quero que ele tente coisas novas, sem ter medo de fracasso.
Todo mundo elogia você quando você só recebe nota "dez" na escola, quando você se dá bem, quando você ganha o concurso.  
Mas o que dizem quando você perde? O que dizem aos nossos filhos quando fracassam? ...Este é o momento quando eles precisam ser encorajados.  

(a terceira maneira para expressar amor): Através de Atenção.  


Esta é provavelmente a maneira número um em que as crianças sentem que são amadas. 
Quando foi a última vez que você sentou com os seus filhos "olho a olho", sem pressa e disse a eles: "Papai e mamãe te amam, filho."  
Se eu quero ser como meu Pai Celestial, eu deverei dar atenção, afirmação e afeição aos meus filhos. 
  
...mas finalmente, se quero ser um bom pai 
EU PRECISO SER CONSISTENTE COM MEUS FILHOS  
Sl. 145.17 BLH - "O Deus eterno é justo em tudo o que faz e bondoso em todos os seus atos." 
Circulei a palavra "tudo". A palavra "justo" significa certo. Ele é correto em tudo o que faz. 
Você como pai está ensinando todo o tempo. Se você tem filhos, saiba que existem antenas captando tudo. Pequenas orelhinhas captando tudo o que você diz. Goste ou não, você está ensinando 24 horas por dia. Você nunca terá confidencialidade naquilo que diz em casa. Nunca. Eles estão observando você e vigiando tudo o que você diz ao telefone, como você lê o jornal e como você responde à sua esposa ou ao seu marido. Você está ensinando o tempo todo através do seu exemplo.  
Por essa razão você precisa ser consistente e autêntico, e cuidadoso. Você não vêm à igreja no Domingo e canta, ora... e na Segunda-feira você debanda completamente. Você tem que viver uma vida consistente diante dos seus filhos.  
Pv. 20.7: "Como são felizes os filhos de um pai honesto e direito!"  
Como é que você demonstra honestidade? De duas maneiras.  

Primeiramente, você não se faz de perfeito. Você admite quando está errado. Algumas vezes você tem que dizer aos seus filhos: "Eu sinto muito. Eu cometi um erro." Orgulho vai à frente da destruição.  


Mas antes da honra há humildade. Você é honesto quando você é honesto acerca dos seus erros porque você não é um pai perfeito, ou uma mãe perfeita. Seja honesto.  

E em segundo lugar, guarde as suas promessas. Sl. 145.13: "...o Senhor é fiel em todas as suas promessas e é bondoso em tudo o que faz". Ele é o Pai Perfeito.  


A causa número um de amargura em muitas famílias são as promessas quebradas. "Papai, o senhor prometeu que ia me levar pra pescar." - As coisas vêm à tona. "Mamãe, você me prometeu..."  
Se você não é um pai confiável, que idéia seus filhos têm acerca de Deus? A criança vem a igreja e nós lemos: "Nosso Pai que está nos céus..." "Se Deus que está no céu é como meu pai na terra, eu não creio nele. Meu pai terreno não é confiável. Por que é que eu deveria acreditar em meu Pai Celestial?" Talvez você tenha que pedir desculpas aos seus filhos. "Eu sinto muito. Vamos começar de novo. Eu não sou perfeito. Vamos tentar de novo." 
  


1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   19


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal