01- oh! Se Descesses, Isaías 64. 002- a bondade, Gálatas 22, 23



Baixar 0.69 Mb.
Página19/19
Encontro08.10.2019
Tamanho0.69 Mb.
1   ...   11   12   13   14   15   16   17   18   19

Gancho evangelístico: 
Se houver visitante descrente, faça o seguinte apelo: Nós vimos que ninguém sabe o dia nem a hora em que Jesus vai voltar para buscar sua noiva, que são todos aqueles que se decidiram entregar suas vidas a Ele. Precisamos ter certeza de que não vamos ficar para trás. 

Você que está aqui hoje e não tem certeza de que estará com Jesus no dia em que Ele voltar, precisa adquirir essa certeza. Para que isso ocorra é preciso dizer isso a Ele (faça uma oração de arrependimento e entrega com todos e identifique os que a fizeram pela primeira vez). 




049

O DESCONFORTO DA VIDA 


Gênesis 28.10-11

"Partiu Jacó de Berseba e seguiu para Harã. Tendo chegado a certo lugar, ali passou a noite, pois já era sol-posto; tomou uma das pedras do lugar, fê-la seu travesseiro e se deitou ali mesmo para dormir" (Gn. 28:10,11)



Introdução 
Que tipo de desconforto você já experimentou na vida? 

Já andou em carro ou ônibus apertado? 


Já dormiu de mal jeito? 
Já dormiu com frio ou calor? 
Já calçou sapato ou tênis apertado? 
Já teve que tolerar algum tipo de dor terrível? 
Já teve uma pedra no sapato? 
Já dormiu num sofá estreito e curto? 

Agora, uma pergunta relacionada ao texto: Você já passou a noite dormindo com a cabeça sobre uma pedra? 

Este texto nos fala exatamente de um dia de desconforto na vida de Jacó. 

Depois de uma viagem longa, solitária e cansativa, Jacó deitou-se para dormir num deserto frio e solitário. 

Num lugar onde não havia nenhum tipo de conforto, pelo que ele fez, de uma pedra, o seu travesseiro. 
IMAGINA ESSA SITUAÇÃO? 

Agora, além de toda essa situação desagradável com relação como passar a sua noite, JACÓ TINHA ALGO MAIS, INCOMODANDO A SUA CABEÇA - ELE ESTAVA FUGINDO DE CASA. 

Depois de uma desavença, de um desentendimento familiar, Jacó se viu forçado a sair de casa para não ser morto. 

MAS ESTE NÃO ERA O ÚNICO DESCONFORTO QUE JACÓ ESTAVA CARREGANDO. Havia outros:

Havia...
O DESCONFORTO DE ESTAR SEM FAMÍLIA
Jacó era um filho querido, cercado de todo o cuidado de sua mãe. 

Mas agora, ele se encontrava tendo que sobreviver num deserto sem amparo, numa situação totalmente adversa, hostil e imprevisível. 

Muitas pessoas se sentem assim como Jacó: De repente, se viram sozinhas, sem o amparo da família. 

Estão longe de casa (alguns estão longe geograficamente; mas outros, estão até debaixo do mesmo teto, porém distantes de seus familiares, devido à aborrecimentos, birras e brigas). 

Será esse o seu desconforto? ...o seu travesseiro de pedra? 

Outro incômodo que Jacó carregava era... 


O DESCONFORTO DE ESTAR SEM DIREÇÃO
A única coisa que Jacó sabia era que estava fugindo da morte, sem saber o que viria pela frente. 

Existem pessoas nesta mesma situação. 

Estão simplesmente sobrevivendo às situações prejudicais, escapando de algo, MAS A VIDA NÃO SEGUE, não anda..., porque falta um projeto, um sonho, um ideal, uma direção... 

Elas podem dizer: "Eu cheguei aqui não sei como nem porque". 

Parece que estão num labirinto, sem saber a saída; 

Será esse o seu desconforto nesta manhã? 

Jacó também carregava... 
O DESCONFORTO DA SOLIDÃO
Sem ter com quem conversar, sem ter com quem chorar, sem ter com quem desabafar, Jacó deitou-se para dormir. 

Este é o incomodo de milhares de pessoas neste exato momento. 

Ele também carregava... 
O TERRÍVEL DESCONFORTO DA CULPA
Não dava para Jacó fazer de conta que estava tudo bem. 

Ele havia feito algo errado e se sentia acusado por isso. A MENTIRA O ESTAVA CONSUMINDO por dentro!

Tem gente assim também: vivendo desta maneira, tentando se equilibrar sobre as bases falsas e frágeis da mentira. Tentando justificar e explicar a necessidade de uma mentira. 
ISTO GERA CULPA! 

Talvez, este seja o pior desconforto. 

Jacó carregava ainda... 
O DESCONFORTO DO ESTIGMA
Jacó sabia que para a família dele, para o seu irmão, ele era conhecido como enganador, trapaceiro, desonesto. 

Como incomoda o fato de se ter o nome comprometido! Ser discriminado. 

As pessoas desconfiam, não dão crédito. Chamam de "ovelha negra". 

SERÁ QUE VOCÊ SE SENTE ASSIM, DORMINDO NUM TRAVESSEIRO DE PEDRA? 


Pode ser que seu casamento tenha se tornado um travesseiro de pedra, um incômodo, um transtorno; 
Pode ser que seu namoro tenha trazido desconforto; 
Pode ser que seu sucesso financeiro não esteja compensando o desconforto de tê-lo; 
Pode ser que você esteja vivendo um grande desconforto mental por causa de uma culpa. Uma mentira, um prazer ilícito, escondido, que gerou uma crise profunda da qual você não consegue sair. 

Pode ser que você esteja experimentando um desconforto com relação à vida afetiva. Está sozinho, sem ser amado. 


Pode ser que o seu desconforto seja um pesar espiritual, um vazio na alma. 

Ou talvez as drogas, os vícios é que estejam sendo o seu desconforto, porque estão oprimindo você. 

Ah! Talvez, você esteja incomodado por alguma dor ou por aquilo que parece ser sintoma de uma enfermidade... 

QUAL TEM SIDO O SEU TRAVESSEIRO DE PEDRA? 

Quero passar a dizer-lhe uma coisa muita importante a partir de agora: 

Se você der uma olhada no Novo testamento, você vai encontrar pessoas que viviam uma vida pesada, amargurada, indesejável, mas que tiveram suas vidas restauradas a uma condição de prazer e alegria, por causa de um encontro com Jesus! 

Esse foi caso, por exemplo, de uma mulher que sofria por causa de uma hemorragia durante doze anos: 

Tinha uma vida amargurada e triste, mas JESUS OFERECEU ALÍVIO E ELA FOI CURADA! 

Jesus ofereceu alívio a uma mulher que vivia encurvada por dezoito anos! 

Jesus ofereceu alívio a uma mulher flagrada em pecado! 

Jesus ofereceu alívio para homens e mulheres cansados, oprimidos, enfadados por uma religião vazia e insuficiente. 

Pois amado: ESSE MESMO JESUS, CONTINUA VIVO E DESEJOSO DE ALIVIAR AS PESSOAS DE HOJE EM DIA TAMBÉM! 

ESTA É A MISSÃO DE JESUS: TIRAR O DESCONFORTO E A SOBRECARGA do ombro das pessoas! Amém? 

Conclusão 
Hoje, Jesus faz um convite muito amável à você. Ele está interessado em abençoar você. Jesus quer te dar alívio! 

Ele está dizendo assim: “Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes aliviarei” (Mt 11.28). 

Esta é uma manhã para você ser confortado, é manhã de restauração! 

Se você tem tido na sua vida algum desconforto, se há algo incomodando sua cabeça, algum travesseiro de pedra, e hoje, você quer vir a Jesus com fé, na certeza e na esperança de ser aliviado, então, deixa o seu lugar, venha aqui comigo... 

Nós vamos orar e Jesus vai aliviar o seu coração... 

050

O PRUMO DE DEUS


Amós 7:7, 8

“O Senhor me mostrou numa visão isto também: ele estava perto de um muro construído direito, a prumo, e tinha um prumo na mão. Ele me perguntou: - Amós, o que é que você está vendo? - Um prumo! - respondi. Então ele me disse: - Eu vou mostrar que o meu povo não anda direito: é como um muro torto, construído fora de prumo. E nunca mais vou perdoar o meu povo”.



Introdução
A ministração da Palavra hoje, se baseia no texto do livro de Amós, capítulo 7... você tem 30 segundos para localizar o livro de Amós! Hehehe... “se vira nos trinta”, irmão!!!

No domingo nosso pastor solicitou que déssemos “Parabéns” uns aos outros, pois, como membros da Igreja Central, comemoramos 34 anos de existência na cidade.

Por causa disso, sei que esse é um tempo de festa. Eu mesmo levei isso em consideração ao preparar o anúncio de rua, mas hoje, conforme Deus me disse à tarde, devemos fazer uma leitura espiritual desse tempo:

São Fidélis é uma cidade em torno de 40 mil habitantes (40 mil pessoas a quem Deus ama) e levou 34 anos para nos tornarmos uma igreja, uma congregação, de 200 pessoas que somos hoje (arredondado os números).

Serão então, necessários mais 34 anos, para que cheguemos a ser uma igreja de 400 pessoas, de 400 adoradores de Deus? ...essa é uma alegria que eu vou ter somente na altura dos meus 73 anos de idade?

Por isso me pergunto, qual a mais urgente necessidade dessa hora? Por certo, uma igreja viva, comprometida com Deus, despertada, acesa, apaixonada pelas almas, que estenda o braço para esta cidade e diga com autoridade e unção do Espírito Santo: “São Fidélis é tempo de voltar para Deus; porque “Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Tornai para mim ...e eu tornarei para vós” (Zc 1.3).

Sobre esta necessidade, necessidade de vida na igreja, de poder de Deus na igreja... muito se tem falado, escrito, até pregado... por isso, o que me interessa hoje é abordar logo a seguinte questão:

QUANDO COMEÇARÁ ESSE DESPERTAMENTO DA IGREJA? QUANDO ELA ESTARÁ NO PONTO DE FAZER HISTÓRIA E REUNIR MULTIDÕES DE ADORADORES PARA DEUS?

Deus dá a resposta neste texto: Será quando o Seu povo se arrepender e acertar sua vida com Deus e com o próximo. O despertamento acontece quando Deus põe o prumo no meio de Seu povo e lhe revela tudo aquilo que precisa ser corrigido, endireitado ou retificado.

O texto nos fala de Amós, de como Deus lhe falou numa visão (esse um dos modos pelos quais Deus fala): Amós viu o Senhor; “Ele estava perto de um muro construído direito... e tinha um prumo na mão”. E o Senhor perguntou a Amós: “Amós, o que é que você está vendo?” E Amós respondeu: “Um prumo!” Então, Deus disse: “Eis que eu porei o prumo no meio do meu povo Israel... Eu vou mostrar que o meu povo não anda direito: é como um muro torto, construído fora de prumo...”.

Você sabe o que é um prumo e para que serve?
É uma linha com um peso na extremidade (ferramenta indispensável ao pedreiro).

Serve para verificar a verticalidade de uma parede (eu já morei numa casa em que, olhando para a parede do corredor, via-se uma “barriga”, uma tortuosidade (o prumo é usado exatamente para evitar que isso aconteça, e se acontecer, ser corrigida a tortuosidade).


Mas poucos os pedreiros que sabem usar o prumo, principalmente no piso. Já observou que horrível são alguns banheiros? A água não corre para o ralo, fica empoçada em algum lugar onde você pisa...

Na visão que teve, Amós viu o Senhor com um prumo na mão (o Senhor visto por Amós é Deus – e Deus é reto; Ele é o único absolutamente reto; só Ele pode com Seu prumo justificar-nos, alinhar-nos, endireitar-nos. Amém?)!

Portanto, é o Senhor mesmo que estava sobre o muro na visão de Amós. E aquele prumo em Suas mãos é altamente revelador (aquele prumo revela o nosso desalinhamento, a nossa desigualdade, a nossa tortuosidade).

Amado: Da mesma forma como faz o pedreiro (constrói a parede e para verificar se está certa, alinhada, ele utiliza do prumo – o prumo vai mostrar onde houver tortuosidade), pois, quando Deus coloca o Seu prumo em nossa vida, ou na vida de nossa igreja, Ele também vai revelar esta ou aquela falha, que precisa ser tirada.

Qual é o prumo de Deus? ...a Bíblia. Quando nossa vida é comparada à Palavra, ao padrão divino, nossas falhas vão aparecer.

Agora, muitas vezes nós mesmos nos intitulamos de “prumo” e saímos a medir a parede dos outros e colocar defeitos nelas, nos esquecendo de pôr o prumo de Deus em nós mesmos! Dizemos: “Fulano de tal tá com a vida torta, tortinha, tortinha!”

Agora, acontece ainda que quando Deus mostra falhas ou tortuosidades em nós, tentamos disfarçar com um reboco feito por nós mesmos.

Amado: A função do prumo de Deus não é revelar falhas ou defeitos para arrastar-nos a juízo e desespero. A função do prumo de Deus é revelar falhas ou pecados, para atrair-nos ao arrependimento e para que possamos encontrar perdão e plenitude em Seus braços (Deus não quer que nos escondamos dEle, como Adão e Eva fizeram no paraíso após a desobediência. Deus quer que nos escondamos nEle, arrependidos sinceramente).

Portanto, irmãos, deixemos que o prumo de Deus seja colocado em cada área de nossa vida! Porque você precisa andar no alinhamento de Deus.

...quando estamos no prumo:



pode aparecer o inimigo que for, a situação difícil, o problema mais sério (mas nessa hora o Espírito Santo lhe respalda e diz: “O SENHOR é contigo, varão valoroso”.

Amado: vale a pena passar pelo prumo de Deus!


1   ...   11   12   13   14   15   16   17   18   19


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal